De A banhos e à solta a 20 de Dezembro de 2010 às 14:34
Vai ser pago pelos senhores, loureiros, soares, damásios , cavacos, Oliveiras, costas ...
Acrescentem ao rol os nomes que quiserem que não conseguirão colocar todos e nem os que deveriam, efectivamente, pagar tais roubos. Esses estão a banhos, dentro ou fora do país, à solta e de barriga bastante cheia.
Basta vislumbrar o que são as leis e os meios de combate à corrupção e desvio de dinheiros nesta terra que deveria ser nossa.


De Somos MANSOS e PARVOS. a 21 de Dezembro de 2010 às 12:08
E nós, e nós, e nós?! Ficamos na mesma.

Os liquidatários da empresa do burlão americano Bernard L. Madoff, depois de lhe terem executado todo o património próprio, correram atrás dos favores a amigos: acabam de processar na Áustria o Bank Medici AG e a sua fundadora Sonja Kohn a quem exigem 58,8 mil milhões de dólares.

Em Portugal, no caso do BPP e do seu fundador João Rendeiro, o seu advogado José Miguel Júdice arma um pé-de-vento na SIC por causa de uma perquisição a casa do arguido, telefona pessoalmente ao director da PJ a queixar-se dos inspectores, sempre com grande cobertura televisiva (ou não fosse o principal accionista do BPP o dono de um canal!) e quando é noticiada a descoberta de uma enorme colecção de obras de arte na casa do próprio logo se proclama aos quatro ventos (nos quatro canais!) que a colecção não é dele, que o banqueiro por assim dizer não passa de um fiel de armazém, e ficamos assim.

Também ficamos na mesma quanto aos beneficiários da burla do BPN, sempre a investigar sem chegarmos a lado nenhum, no caso do BPN e do seu fundador Dias Loureiro, que se limitou a deslocar a sua actividade empreendedora para Cabo Verde, que é mais perto do que Porto Rico mas menos atingível, como se provou com o chamado Banco Insular inventado pelo grupo do BPN para arcar com os prejuízos, causados pelo núcleo duro dos amigos de Cavaco Silva.

----------------
-por José Teles em aboiada.blogspot.com
Etiquetas: Bernard Madoff, BPN, BPP, Cavaco Silva, Dias Loureiro, João Rendeiro, Ministério Público


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 21 de Dezembro de 2010 às 15:36
Nós temos os "DD"s que tudo desculpam e "limpam" aos seus apaniguados.
Não viu aquele inacreditável post ao grande líder?
E sabe que segundo umas sondagens ainda há 30% de "DD"s em Portugal...


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres