De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 29 de Dezembro de 2010 às 10:12
É tão fácil falar da «crise» para certas pessoas, não é?
E então dizer que é preciso fazer sacrifícios... aos outros claro.
Fora aquilo que não sabemos que se passa... o que ainda não veio publicado no DN ou noutro local qualquer...
Ver o nosso «querido» PM no seu belo e extremamente caro fatinho de marca, exemplarmente maquilhado e penteado, falar em tom preocupado da «crise» e do que os «portugueses» têm de estar preparados para as dificuldades que aí vêm... Mete nojo.
Portugueses? Quais portugueses? E ele é o quê? Chinês?
Qual é as dificuldades que para ele aí vêm? Vai ficar sem emprego? Ou sai para um melhor? Não vai para o desemprego, pois não? Volta para engenheiro da CM da Covilhã? Não, pois não? Então quantos tipos de «crises» há?
As «crises» não são iguais para todos os portugueses, pois não?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres