Da honestidade...


Publicado por JL às 00:05 de 03.01.11 | link do post | comentar |

3 comentários:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 4 de Janeiro de 2011 às 13:36
Muito mal vai este País quando Cavaco tem razão.
Refiro-me à sua «boca» sobre o BPN...
Então ao fim deste tempo todo em vez de recuperarem, venderem ou encerrarem o Banco, o que a sua administração faz é «pedir» mais dinheiro dos contribuintes para lá ser «enterrado»? Mas que raio de gestão é esta?
Muito mal vai este País quando Cavaco tem razão...


De DD a 4 de Janeiro de 2011 às 22:58
Cavaco participou como ladrão no roubo do BPN através da Sociedade Lusa de Negócios naquilo que se conhece, pois Sócrates não quer divulgar tudo o que sabe sobre as contas de Cavaco no BPN e Banco Insular.
O problema do BPN não é de gestão, mas sim de opinião pública. A partir do momento em que se formou a comissão da AR para investigar o governador do BP acerca do BPN, todos os depositantes foram levantar o seu dinheiro do banco e muitos já o tinham feito antes. A própria Segurança Social tinha lá alguns milhões de euros e levantou-os antes de acontecer a bronca, poius tratava-se de uma aplicação do Fundo de Estabilidade da Segurança Social para as reformas dos trabalhadores portugueses.
Mas, quase todo esse dinheiro foi depositado na CGD e, se não me falha a memória, só o Fundo da Segurança Social tinha mais de 500 milhões de euros.
O banco não fechou logo por necessidade de receber os empréstimos feitos quando terminasse o respetivo prazo e para ver se alguém compra o banco pelos balcões, sede e outros investimentos. Só que hoje na época do netbanco e do multibanco, os balcões já não valem nada.
Saliente-se que a CGD é administrada por um militante do PSD e é ele que dá ordens ao atual BPN.


De Buraca BPN; incompetência ou DESVIO... a 5 de Janeiro de 2011 às 10:37
« [...]Se as perdas fossem assumidas hoje, o custo directo para o Estado era de 2,5 mil milhões de euros.
Se o BPN deixar de pagar o empréstimo à CGD temos de somar mais 4,8 mil milhões de euros, o que dá algo da ordem dos 7,3 mil milhões de euros.
É um número astronómico.»

Ao chamar "gestão em part-time" o Candidato Silva estava apenas a ser simpático com os senhores administradores do banco.
Os números acima apontados mostram que actualmente o BPN ou é gerido por INCOMPETENTES ou é um veículo de transferência de dinheiro para um lado (bolso) qualquer.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO