3 comentários:
De Izanagi a 13 de Janeiro de 2011 às 11:38
Não entendo como se podem fazer afirmações com a que faz o autor do post, quando diz:" Cavaco representa uma tribo que não é a minha. A tribo que nacionaliza o prejuízo e privatiza o lucro."
Quem recentemente nacionalizou prejuízos e manteve os lucros privatizados foi o governo PS, com a anuência dos deputados do PS na Assembleia da República, Assembleia onde estava sentado Manuel Alegre.
Onde está a coerência?
E o governo do país depende dos votos destas pessoas. Não é por acaso que Portugal está na situação em que se encontra.


De Cidadão a 12 de Janeiro de 2011 às 10:33
De : Razão Felicidade vs Engano - a 12.01.2011

Cá por mim... concordo com
« Entre ter razão e ser feliz, prefiro ser feliz.»
mas penso de modo diferente, relativamente à conclusão:

Se não fiz algo bem e isso afectou outros acho que devo dar uma justificação/pedido de desculpa mas muito curta e simples (sem floreados ou estórias paralelas pretensamente justificadoras/ desculpadoras e não insistir mais no assunto, assumindo a responsabilidade e eventuais consequências,- embora também espere a compreensão dos meus pares especialmente se são Amigos).

Quanto ao resto...
como NÂO pertenço à «TRIBO da DIREITA», a dos lucradores com a crise e sacadores do erário público/ contribuintes ...
só posso apoiar as posições e candidatos de «esquerda e centro-esquerda»,
... apesar de reconhecer que muitas vezes o PS/governo me tem maltratado ...
também reconheço que a Direita no poder é ainda pior...
e que a «actuação deste PS/Governo» não se deve confundir com «Políticas de Esquerda»,
nem com o Socialismo(pt)/ SocialDemocracia(ue).

Concluindo: vou VOTAR, mas não no sr. Silva.


De Zé T. a 11 de Janeiro de 2011 às 10:43

-- Seja cidadão pleno: VOTE .

-- Defenda a Democracia e da Liberdade: VOTE .

-- Seja coerente com a sua comunidade e grupo sócio-económico: VOTE esquerda e centro-esquerda.

-- VOTE num destes candidatos :
.. Francisco Lopes .. ; .. Manuel Alegre .. ; .. A. Nobre ..

-- Não fique em casa, não se abstenha, não vote branco ou nulo.

-- Não VOTE nos representantes dos interesses de Direita, naqueles que criaram a Crise, ficam com os Lucros e obrigam o Estado/ contribuintes/ trabalhadores a pagar os Custos e a tapar os 'buracos'.

--------------------
O esmoler

(por Miguel Cardina, Arrastão)

O candidato presidencial Cavaco Silva foi hoje abordado por uma mulher que se queixou de não ter dinheiro para alimentar o filho, a quem recomendou que procurasse "uma instituição de solidariedade que NÃO SEJA do ESTADO ".

Quando a situação é de socorro qualquer extintor é importante, da AMI à Linha Nacional de Emergência Social (da Segurança Social, curiosamente).
Mas é reveladora esta forma de olhar o Estado como uma entidade que no fundo não serve para cuidar dos reais e pungentes problemas das pessoas.

O Estado, para Cavaco, é uma "pessoa de mal", um empecilho, uma gordura social que é preciso ir removendo.
E o combate contra a pobreza resume-se à lógica do extintor, fundamental mas redutora.
Um presidente que não consegue perceber a relação do fenómeno da pobreza com a necessidade de mais e melhores políticas de inclusão social é um presidente que não serve.

E uma sociedade como a nossa - com uma forte incidência de baixos salários, com uma taxa de desemprego a crescer, com uma gritante desigualdade de rendimentos - não ficará melhor com a sua eleição.

Do que precisamos é de alguém que não tenha medo de defender o papel do Estado na promoção de políticas de igualdade e de solidariedade; não de um esmoler de vistas curtas.

(Publicado também no Alegro Pianissimo)


Comentar post