Quarta-feira, 12 de Janeiro de 2011

Esta frase que escapa da boca de Cavaco Silva numa entrevista a uma jornalista amiga diz tudo sobre o pensamento político de Cavaco Silva, o seu carácter e o desprezo que nutre por uma importante classe profissional.

Era um mísero professor catedrático que se baldava às aulas na Universidade Nova enquanto as dava na Católica, beneficiando assim de dois ordenados enquanto alguns alunos ficavam sem aulas e prejudicavam a sua licenciatura.

Era um mísero professor catedrático de economia que nada sabia de aplicações de poupanças e desse negócio sabia tanto como um qualquer trolha.

Era um mísero professor que além de vencimento de topo na carreira dos professores ainda acumulava com pensões do governo e do Banco de Portugal.

É um mísero político que tem dos professores uma visão ofensiva para toda a classe e que não hesita em ofender milhares de portugueses só para se armar em ignorante num domínio em que não pode invocar ignorância.

É um mísero político que depois de exercer os mais altos cargos durante mais de quinze anos diz que não é político para não carregar com o estigma de uma classe de políticos corruptos, muitos dos quais foram invenção dele.

É um mísero professor que tem uma luxuosa casa de férias no Algarve.

É um mísero professor que não tem a mais pequena consideração pelos professores deste país, não hesitando em promovê-los a ignorantes para invocar ignorância economia, ele que foi doutorado em York, professor universitário, técnico do Banco de Portugal, primeiro-ministro e Presidente da República.

É um mísero professor que nem tem consideração pela sua profissão e condição de professor doutorado, imagine-se em que conta deverá ter todos os outros portugueses.

É um mísero político que para conquistar a Presidência da República exibe os seus conhecimentos de economia e na hora de esconder a forma como obteve dinheiro fácil disfarça-se de mísero professor que nada sabe de acções.

Resta-nos esperar que os portugueses não escolham um mísero Presidente da República.

[O Jumento]



Publicado por JL às 14:19 | link do post | comentar

13 comentários:
De Zé Pessoa a 12 de Janeiro de 2011 às 16:20
O povo costuma dizer que "quem não quer ser lobo não lhe veste a pele". Este lobo recusa-se, teimosamente, a vestir a sua própria pele. Sente-se melhor a usurpara as peles alheias e depois mandar os cordeiros esfolados à sopa dos pobres.
Cada povo tem os lobos que merece!


De Quem informa o sr Silva? a 12 de Janeiro de 2011 às 22:18
Não há ninguem que seja capaz de informar, o sr Silva, que foi a sociedade lusa de negocios (SLN) do seu amigo Loureiro que comprou a maior parte da vivida portuguesa colocada hoje no mercado?
Lá se foram os Euros do sr. Silva clocados em acções que não sabe sequer que acções são!


De ANA. a 28 de Janeiro de 2011 às 09:56
O povo gosta de reclamar mas quando tem que tomar uma decisão mandam os outros porque não podem perder tempo.
Depois nunca estão satisfeitos.
Gostava mesmo que esse Srº como Presidente de um País que se diz sério e honesto em vez de se insultar uns aos outros dessem o maior exemplo em pôr um salário digno para todos os portugueses.
Emquanto uns fazem fortunas e compram casas para a praia outras no campo para completar as férias
ao que ao ano têm 3 meses para descansar a maioria
dos pobres nem á praia vai mesmo a 15km de distânci
a tiram umas moedas para levarem os filhos.
Porquê que os processos judiciais demoram tanto tempo?
Quando são apanhados em flagrante delito e são apresentados ao Juíz já que passam horas e horas a serem ouvidos porquê não fazer logo o julgamento?
Assim os SrºJuízes não acumulavam tanto trabalho nem enchiam os departamentos com tanta papelada.
Espero para um Presindente de um país que a meu ver não fez nada apenas se queixava-se de falta de poderes ;Será que os vai inventar?
Espero para ver.


De Menino da Bica a 16 de Janeiro de 2011 às 00:11
Só espero que no dia 23 o zé povinho se lembre do que a sua desgovernação trouxe ao País desde há 25 anos atrás (sou Português mas não tenho memória curta) e o faça esgasgar com um novo pedaço de bolo-rei (ainda se lembram da sua triste figura com o célebre "tabu"?)


De eunice maia a 16 de Janeiro de 2011 às 11:20
... e como eu nunca erro e raramente me engano, no dia 23 lá vou votar neste gajo (safa!)


De jpmaisp a 17 de Janeiro de 2011 às 13:17
Este miserável foi eleito uma vez e vai ser segunda vez, porque ele é do povo e sabe como dizer que diz a verdade, mesmo havendo alguns que sabem que são mentiras. O povo gosta é disto e dos milagres em Fátima, e do Benfica e do Porto a ganharem nos Domingos!


De Koisa Ruim a 18 de Janeiro de 2011 às 18:58
Ao que chegou o homi das cavacas e não eram das caldas.
A este também substituiram o "viagra" pelo genérico "água a ferver que endurece os ovos, dilata a salsicha e abre os mexilhões


De José Saraiva a 18 de Janeiro de 2011 às 21:59
E falta acrescentar que a sua digníssima esposa tem uma reforma abaixo dos 800 euros ...


De Anónimo a 22 de Janeiro de 2011 às 21:07
werg


De Anónimo a 23 de Janeiro de 2011 às 15:04
É deprimente termos um país em que os nossos governantes, continuam a passar ao povo um atestado de ignorantes.Se este senhor que tem tantos amigos corruptos e nada fez durante os anos do seu mamdato, naõ tem pejo nenhum de se apresentar de novo como o salvador da pátria. É TEMPO DE CORRER COM ESTA GENTALHA!!! E dizer basta vão para bem longe talvez para o resort do outro amigo em Cabo Verde, ou também nimguém sabe onde este senhor está?????


De Rui a 23 de Janeiro de 2011 às 23:47
Pois, são opiniões. Só que o povo, soberano, resolveu dar-lhe mais votos a ele que aos outros todos juntos...


De Atento e curioso a 25 de Janeiro de 2011 às 20:19
O povo soberano, slavo seja... Aqueles que se deram ao trabalho de votar!


Comentar post

MARCADORES

administração pública

alternativas

ambiente

análise

austeridade

autarquias

banca

bancocracia

bancos

bangsters

capitalismo

cavaco silva

cidadania

classe média

comunicação social

corrupção

crime

crise

crise?

cultura

democracia

desemprego

desgoverno

desigualdade

direita

direitos

direitos humanos

ditadura

dívida

economia

educação

eleições

empresas

esquerda

estado

estado social

estado-capturado

euro

europa

exploração

fascismo

finança

fisco

globalização

governo

grécia

humor

impostos

interesses obscuros

internacional

jornalismo

justiça

legislação

legislativas

liberdade

lisboa

lobbies

manifestação

manipulação

medo

mercados

mfl

mídia

multinacionais

neoliberal

offshores

oligarquia

orçamento

parlamento

partido socialista

partidos

pobreza

poder

política

politica

políticos

portugal

precariedade

presidente da república

privados

privatização

privatizações

propaganda

ps

psd

público

saúde

segurança

sindicalismo

soberania

sociedade

sócrates

solidariedade

trabalhadores

trabalho

transnacionais

transparência

troika

união europeia

valores

todas as tags

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS