2 comentários:
De Fim da Era Roquette a 19 de Janeiro de 2011 às 11:20
http://sportingnocoracao.blogspot.com/2011/01/ja-sei-em-quem-vou-votar-nas-proximas.html

Há pouco mais de uma década o Dr. José Roquette apresentou-nos o seu projecto, num dos pavilhões que nós tínhamos e disse -nos que se nós acreditássemos nele o nosso clube nunca mais dependeria das bolas que batessem na barra e nos postes.
Na última Assembleia Geral o Dr. Bettencourt queixou-se que só no jogo com o Benfica é que a bola não bateu nos postes ou na barra.
O que aconteceu de errado para que um clube com um património valiosíssimo e que investiu cerca de 170 milhões de euros em infra-estruturas, na Academia e no Estádio, tenha ficado com um passivo de quase 400 milhões de euros e sem o seu património!?
Eu diria que foi uma série de azares. Passo a referir alguns deles:
1 - Ficámos sem o nosso director-geral, na altura da venda dos terrenos do antigo estádio, porque ele, depois da venda dos terrenos, foi trabalhar para a empresa que os comprou. Perdemos logo aí um quadro competente.
2- Por essa altura, o Dr. Roquette convidou uma pessoa da sua confiança para vice-presidente, com a missão de o ajudar a construir o novo estádio. Essa pessoa não pode cumprir a sua missão, demitiu - se, porque foi implicado no caso dos PAQUETES DA EXPO 98 acusado de burla etc. Se ele não se tivesse demitido certamente que o estádio nos tinha saído mais barato.
3 - Vendemos o património não desportivo através de um intermediário, que para nosso azar foi o único implicado no caso da UNIVERSIDADE INDEPENDENTE que foi preso acusado de falsificação, burla etc. Se não fosse isso certamente que teríamos feito um melhor negócio.
4- Mas nem tudo correu mal! Na escritura da compra dos terrenos de Alcochete, quem aparece na foto ao lado do Dr. Roquette é um Sr. chamado Manuel Pedro, o sócio de Carlos Schmitd, esses, dos poucos arguidos do caso FREEPORT, acusados de burla etc. Com certeza que beneficiámos do seu conhecimento de como se pode construir em áreas protegidas.
5- O Dr Soares Franco teve de vender o património não desportivo e transferir a sede do nosso clube e a secretaria, dos edifícios que foram construídos para o efeito, para o Estádio e a Alvaláxia respectivamente. Mas por sorte tivemos logo interessados na compra desses edifícios.
O Dr. Soares Franco, logo que o SCP deixou vago o andar onde tinha a sua sede, instalou aí a sede da sua empresa, aproveitando certamente o gabinete que ocupava como presidente do SCP.
Caso contrário o edifício talvez ficasse sem comprador o que seria muito pior para o nosso clube.
6 - Mas se estão a pensar que eu estou a insinuar que nestes anos houve gestão danosa estão enganados, porque as contas foram auditadas. Está bem que foram auditadas pela mesma auditora das contas do BPN, mas no nosso caso não nos temos de preocupar porque o presidente dessa auditora é o actual provedor dos sócios do Sporting e que na altura era o presidente do Concelho Fiscal, o que nos dá a certeza que no nosso clube, a sua auditora actuou com todo o rigor […]


De Nem o campeonato da 2ª Circular a 17 de Janeiro de 2011 às 22:05
Àh ganda leão!


Comentar post