Contra o manhoso, votar, votar!

Tinha dificuldades, desta vez, em ir às urnas. E admitia abster-me. Por não ter candidato…

E isto porque a Alegre não perdoarei o passado recente: a responsabilidade na queda dos dois melhores ministros – e estes sim, consequentemente empenhados da defesa do estado social -as chantagens sobre o governo do seu partido, a ingenuidade na defesa da união das esquerdas, como se fosse do vinagre que se faz o vinho e não o contrário.

Mas os últimos dias da campanha obrigam-me a rever as coisas. Não tanto por mérito de Alegre. Acontece que o manhoso é ainda pior, mais intelectualmente desonesto, que o que já tinha por adquirido. E, com enorme falta de tacto, permite-se mesmo declinar já o que será a sua futura postura presidencial: chefiar, de forma ostensiva, a oposição, a partir de Belém. De facto, o que tem dito do governo, as acusações feitas, boca escancarada, só permitem concluir que assim será.

Sentiu-se alcandorado a divindade com as velinhas com que se viu rodeado na contestação a lei que ele mesmo promulgou. E tomou-lhe o gosto.

Mas, porque manhoso é muito pior que gato assanhado, toca a votar. Contra o manhoso, votar, votar!

A. Moura Pinto [O Azereiro]


MARCADORES:

Publicado por JL às 15:16 de 19.01.11 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Um cavaco desconhecido a 19 de Janeiro de 2011 às 17:12
Algo nunca visto e completamente desconhecido, em qualquer parte do mundo, um Presidente candidato, que nunca teceu um comentário , uma palavra de apoio à escola e ensino públicos , venha pretender mobilizar crianças para contestação e manifestações de rua em defesa dos colégios e escolas privadas na sua grande maioria selectivas e segregados em relação ao principio da igualdade do acesso ao ensino e à cultura.

È uma pessoa destas que o país quererá continuar a ver em Belém ?

Seria uma completa vergonha para o país.


De Mantelo seria uma grande indignidade a 19 de Janeiro de 2011 às 15:53
Diz-me com quem andas dir-te-ei quem és!

Quem acompanha e faz amizades com burlões, ladrões e outros trapalhões, seja na politica ou na compra/venda de acções é porque abarcou iguais profissões.

Gente assim, não pode merecer o voto dos portugueses, a não ser que todos tivéssemos enlouquecido .

Qualquer um dos outros é mais sério e competente que um cavaco com rei na barriga, que, com muita petulância , diz que nunca se engana e raramente tem duvidas.

Seria muita baixeza manter na presidência da republica portuguesa uma pessoa que promulga leis e a seguir vem a publico dizer que delas discorda como que a incentivar ao seu desrespeito .

Se isso acontecesse constituiria uma profunda indignidade para toda a população quer no plano interno como ao nível internacional.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO