Para onde foram mais de 294 mil votos?

Manuel Alegre lutou mas não venceu. O candidato apoiado pelo PS e BE alcançou nestas eleições 19.75% dos votos contra 20.70% em 2006, ou seja menos 294559 votos.

Manuel Alegre, outrora o candidato rebelde e independente que conquistou o voto de mais de um milhão de portugueses, perdeu a luta nestas eleições presidenciais, mesmo contando com o apoio do seu partido de sempre, o PS, do BE e do PCTP/MRPP.

O candidato assumiu todas as responsabilidades pela derrota, isentando os partidos que o apoiaram, mas houve falhas. E esse mesmo apoio, aliado a alguma falta de tacto que Alegre demonstrou ter no contacto com as pessoas, pode ter ajudado à perda de votos.

Depois de mais de um milhão de votos em 2006, o candidato que um dia foi independente não conseguiu alcançar o seu objectivo destas eleições: ir a uma segunda volta. Nem em Águeda, a sua terra natal, conseguiu convencer e perdeu para Cavaco Silva.

Resta agora saber qual será a próxima luta de Manuel Alegre, o candidato que um dia surpreendeu o país.

[Sapo]



Publicado por JL às 00:03 de 25.01.11 | link do post | comentar |

2 comentários:
De votante em Alegre e descontente a 25 de Janeiro de 2011 às 10:05
- Deixa-se de política e remete-se à poesia e caça ?
- com alguns eventuais e ocasionais tiros certeiros ?
- e não aproveitará para 'partir a loiça PS' ?
- desliga-se ou acentua o MIC- movimento de intervenção e cidadania ?

Não gostei de o ver tão próximo (apoiado/apoiante/co-..?) de Alm.Santos.


De Q. futuro para Alegre, MIC, PS, Esquerda a 25 de Janeiro de 2011 às 14:31
''Para onde foram mais de 294 mil votos?''

'' Resta agora saber qual será a próxima luta de Manuel Alegre, o candidato que um dia surpreendeu o país ''

- Deixa-se de política e remete-se à poesia e caça ?
- com alguns eventuais e ocasionais tiros certeiros ?
- e não aproveitará para 'partir a loiça PS' e mudar os ''telhados de vidro'' ?
- desliga-se do MIC- movimento de intervenção e cidadania -, acentua a sua presença, leva-o para um Movimento também concorrente a eleições, fomentar um MIC mais vigoroso e interventivo, polarizador de diversos movimentos, petições, críticas ... ao sistema político?

Não gostei de o ver tão próximo (apoiado/apoiante/co-..?) de Alm.Santos, tal como também não gostei de (antes) o ver a zigzaguear politicamente ...

Mas porque votei M.Alegre ? :
* porque era o que tinha mais hipóteses de chegar à 2ªvolta para derrotar o 'padrinho do gang';
* porque assumiu CLARAmente um COMPROMISSO de apoiar determinadas políticas a favor dos trabalhadores e de VETAR tentativas legislativas de enfraquecer/acabar com o Estado social...

-----------
Militantes ou marginalizados ?

Com as secções moribundas e sem actividades visíveis que não sejam as próximas a actos eleitorais ou para dizer amen a actos por outros praticados dir-me-á (não creio que o possa fazer) quando foram/são feitos, nesta e em outras secções, os tais “quanto ao debater comportamentos e responsabilidades do PS ... certo, mas tal só deverá ser feito por Militantes do PS”

Simplesmente não existe democracia interna, como seria desejavel e obrigação dos partidos respeitar, enquanto exemplo.
• Não sabe (não lhe faz conta) o que se passa com os actos eleitorais internos?
• Não sabe o que se passa com propostas e moções sectoriais que os militantes apresentam?
• Não sabe como é feita a escolha de candidatos a deputados e a autarcas pela estrutura partidária?
• Não sabe como é feito o acompanhamento aos eleitos por parte dos coordenadores das secções, concelhios, federativos e secretariado nacional?

Para ser socialista, de verdade, não basta ter cartão, para muitos desses o cartão serve outros fins e não o de ser socialista.

Um verdadeiro socialista não está, não pode estar contente com o que se passa dentro do partido. Muito se exige que mude para dignificação dos partidos, sobretudo do PS e para que o sistema democrático não morra...


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO