2 comentários:
De votante em Alegre e descontente a 25 de Janeiro de 2011 às 10:05
- Deixa-se de política e remete-se à poesia e caça ?
- com alguns eventuais e ocasionais tiros certeiros ?
- e não aproveitará para 'partir a loiça PS' ?
- desliga-se ou acentua o MIC- movimento de intervenção e cidadania ?

Não gostei de o ver tão próximo (apoiado/apoiante/co-..?) de Alm.Santos.


De Q. futuro para Alegre, MIC, PS, Esquerda a 25 de Janeiro de 2011 às 14:31
''Para onde foram mais de 294 mil votos?''

'' Resta agora saber qual será a próxima luta de Manuel Alegre, o candidato que um dia surpreendeu o país ''

- Deixa-se de política e remete-se à poesia e caça ?
- com alguns eventuais e ocasionais tiros certeiros ?
- e não aproveitará para 'partir a loiça PS' e mudar os ''telhados de vidro'' ?
- desliga-se do MIC- movimento de intervenção e cidadania -, acentua a sua presença, leva-o para um Movimento também concorrente a eleições, fomentar um MIC mais vigoroso e interventivo, polarizador de diversos movimentos, petições, críticas ... ao sistema político?

Não gostei de o ver tão próximo (apoiado/apoiante/co-..?) de Alm.Santos, tal como também não gostei de (antes) o ver a zigzaguear politicamente ...

Mas porque votei M.Alegre ? :
* porque era o que tinha mais hipóteses de chegar à 2ªvolta para derrotar o 'padrinho do gang';
* porque assumiu CLARAmente um COMPROMISSO de apoiar determinadas políticas a favor dos trabalhadores e de VETAR tentativas legislativas de enfraquecer/acabar com o Estado social...

-----------
Militantes ou marginalizados ?

Com as secções moribundas e sem actividades visíveis que não sejam as próximas a actos eleitorais ou para dizer amen a actos por outros praticados dir-me-á (não creio que o possa fazer) quando foram/são feitos, nesta e em outras secções, os tais “quanto ao debater comportamentos e responsabilidades do PS ... certo, mas tal só deverá ser feito por Militantes do PS”

Simplesmente não existe democracia interna, como seria desejavel e obrigação dos partidos respeitar, enquanto exemplo.
• Não sabe (não lhe faz conta) o que se passa com os actos eleitorais internos?
• Não sabe o que se passa com propostas e moções sectoriais que os militantes apresentam?
• Não sabe como é feita a escolha de candidatos a deputados e a autarcas pela estrutura partidária?
• Não sabe como é feito o acompanhamento aos eleitos por parte dos coordenadores das secções, concelhios, federativos e secretariado nacional?

Para ser socialista, de verdade, não basta ter cartão, para muitos desses o cartão serve outros fins e não o de ser socialista.

Um verdadeiro socialista não está, não pode estar contente com o que se passa dentro do partido. Muito se exige que mude para dignificação dos partidos, sobretudo do PS e para que o sistema democrático não morra...


Comentar post