Mira Amaral e Cavaco querem um Novo Ciclo Político Sem Energia Verde

No Expresso, o professor Luis Mira Amaral do IST ataca as energias renováveis com a afirmação que não permitem poupar na importação de petróleo, pois este combustível é quase todo utilizado nos transportes.

É verdade e significa um êxito espetacular do atual governo e dos anteriores do PS que muito fizeram para não termos a eletricidade toda à base de carvão, hidrocarbonetos pesados ou gás natural importados. Não importamos o vento nem a água e criámos uma indústria importante no que respeita às eólicas.

As centrais térmicas, diz o professor, não consomem petróleo, mas toda a gente sabe que o carvão e o gás natural não descem quando o petróleo sobe, antes pelo contrário, sobem e muito. Na atual conjuntura no Egito e acreditando que o efeito dominó vá afectar o preço do petróleo que está a subir quase hora a hora, o efeito das eólicas é cada vez mais importante.

Mira Amaral pretende que a poupança em gás natural no ano passado não compensou o sobrecusto resultante das energias renováveis. É evidente que sim e já escrevi aqui que seria possível importar centrais térmicas a carvão da China extremamente baratas e importar carvão um pouco mais barato que o petróleo em termos de caloria produzida, mas teríamos uma produção altamente poluente de energia eléctrica e, além disso, estaríamos na total dependência do estrangeiro, sabendo, como afirmei antes, que a um aumento muito grande do preço do petróleo corresponde também a aumentos no carvão e no gás natural.

No futuro, é natural que as energias renováveis possam vir a tornar-se ainda mais baratas, mas mesmo assim, mais caras que a produção térmica, salvo o caso de a turbulência no mundo árabe ter reflexos muito graves no custo do crude. Isto porque todo o Mundo está a instalar parques eólicos e, curiosamente, sem informarem o professor, até países grandes produtores de petróleo estão a fazê-lo, o que pode vir a causar uma queda brutal no preço de todos os combustíveis poluentes. A China que é o maior produtor de carvão do Mundo está a braços com a poluição e começou a instalar grandes parques eólicos e a apostar mais na energia nuclear. A Austrália que produz carvão extremamente barato a céu aberto, instalou igualmente grandes parques eólicos, apesar de pagar um preço mais alto pelo vento devido ao custos dos equipamentos, os quais tenderão a tornar-se mais baratos quanto mais vulgares forem no Mundo.

Mira Amaral acaba o seu artigo com a pergunta de “quando é que entraremos num novo ciclo político para aceitar a proposta do Presidente e começarmos a tratar os assuntos de uma forma séria”?

Parece que ele entende que Cavaco é favor do carvão ou do gás natural importado da Argélia e que a independência nacional em termos de produção de eletricidade não é um assunto sério, principalmente agora quando o mundo árabe começa a agitar-se e verificaram-se graves acidentes com a exploração petrolífera no mar.

Sabe o senhor professor Mira Amaral se a ditadura argelina permanecerá estável no futuro próximo?

Mira Amaral deve estar ligado a um grupo interessado nas centrais térmicas ou é estúpido e anti-patriota, pois qualquer pessoa inteligente percebe que, na atual conjuntura financeira, a independência nacional, a produção nacional e a exportação de equipamentos da Martinfer, Efacec, Estaleiros Navais de Viana do Castelo, etc. são importantes para o futuro do País.

Saliente-se ainda que o governo Sócrates não está só apostado no desenvolvimento das energias renováveis para a eletricidade de consumo domésticos e industrial, mas também no transporte eléctrico, a começar pelo TGV, agora suspenso, e pelo automóvel movido a eletricidade para o qual Sócrates quer trazer fábricas de baterias e até de automóveis movidos exclusivamente a eletricidade, pensando já em adoptar um rede nacional de carregamento ou substituição de baterias. Os comboios e os metros são transportes movidos a eletricidade, o que parece ser desconhecido do engenheiro professor do IST. Ainda este ano, o Metro chegará ao Aeroporto de Portela, o que permitirá poupar bastante em gasolinas e gasóleos.

 

Nota: Pessoalmente não tenho a mais pequena ligação a qualquer tipo de negócio de produção de energia e nada ganho com uma ou outra energia, mas acredito que a independência do País em termos energéticos é muito importante para a minha pessoa por o ser para todos os portugueses sem exceção. Ao contrário disso, é sabido que muita gente do PSD e do BPN está ligada aos negócios de importação de gás natural em que Angelo Correia pontua com grandes lucros. Passos Coelho foi gestor financeiro de uma das empresas do grupo de Angelo Correia dedicada ao lixo. Parece pois que há ligação corrupta entre PSD, Mira Amaral, Cavaco e Passos Coelho contrária à independência energética nacional.

 

Adenda: A motivação do eng. Mira Amaral nos seus ataques às eólicas resulta afinal de ser a favor da instalação de uma central nuclear em Portugal, estando ligado a um grupo nacional e estrangeiro que pretende essa instalação, como li noutro local do Expresso.
No canal do Crespo, um gajo defendeu como solução o conjunto renováveis e nuclear quando uma central nuclear trabalha continuamente, é difícil pará-la e é demasiado cara para funcionar uma parte do ano. O nuclear não é um complemento das renováveis para quando não há chuva ou o vento é pouco. Para isso, as centrais térmicas são muito mais baratas e, mesmo assim, o Estado tem de pagar algo para estarem paradas quando não são necessárias. Quanto teria de pagar por uma central nuclear parada?
Mira Amaral escreve de acordo com os seus interesses corruptos e pessoais e pretende que Cavaco está com ele. Estará? Será que o Sr. Silva vai receber alguma comissão se for instalada uma central nuclear m Portugal? Será que temos dinheiro para isso quando a potência instalada em Portugal ultrapassa já os picos de consumo?
É evidente que no PSD quando se trata de interesses pessoais, ninguém é a favor do País. Todos são como os homens da SLN/BPN



Publicado por DD às 18:40 de 29.01.11 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Antonio Marques a 2 de Fevereiro de 2011 às 13:26
APRENDA COMO IMPORTAR DA CHINA

Aprenda a Importar produtos da china e de outros países, um dos negócios que atualmente vem impulsionando o mercado livre e outros sites de leilões e a técnica de “drop shipping” onde os vendedores de produtos como celulares pendrives e outros, compram o produto diretamente da china e pedem para seus fornecedores os entregarem aqui no Brasil direto na casa de seus compradores, geralmente a única coisa que esses vendedores fazem é fazer o pedido do produto em nome de seus compradores, seus clientes compram um produto e enviam o dinheiro via deposito ou outo meio e os vendedores pegam esse dinheiro e compram dos seus fornecedores geralmente por preços abaixos ate 70% abaixo, temos exemplos atualmente de pessoas que ganham com isso renda mensal superior a R$ 18.000,00 por mês, visitem o site abaixo e conheçam melhor essa técnica:

http://www.onlinerenda.com.br/importar-da-china.htm


De DD a 30 de Janeiro de 2011 às 16:21
A motivação do eng. Mira Amaral nos seus ataques às eólicas resulta afinal de ser a favor da instalação de uma central nuclear em Portugal, estando ligado a um grupo nacional e estrangeiro que pretende essa instalação.
No canal do Crespo, um gajo qualquer defendeu como solução o conjunto renováveis e nuclear quando uma central nuclear trabalha continuamente, é difícil pará-la e é demasiado cara para funcionar uma parte do ano. O nuclear não é um complemtno das renováveis para quando não há chuva ou o vento é pouco. Para isso, as centrais térmicas são muito mais baratas e, mesmo assim, o Estado tem de pagar algo para estarem paradas quando não são necessárias. Quanto teria de pagar por uma central nuclear parada?
Mira Amaral escreve de acordo com os seus interesses corruptos e pessoais e pretende que Cavaco está com ele. Estará? Será que o Silva vai receber alguma comissão se for instalada uma central nuclear m Portugal? Será que temos dinheiro para isso quando a potência instalada em Portugal ultrapassa já os picos de consumo?
É evidente que no PSD quando se trata de interesses pessoais, ninguém é a favor do País. Todos são como os homens da SLN/BPN.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO