2 comentários:
De . a 14 de Fevereiro de 2011 às 12:42
SALVAR A QUINTA DAS CONCHAS

Quem por estes dias visitar a Quinta das Conchas fica a pensar que as árvores do seu pequeno bosque foram vendidas a algum madeireiro, tal é o frenesim com que estão a ser abatidas às dezenas, processo que se tem vindo a repetir nos últimos anos. Dizem que estão doentes, mas nesse caso estaremos perante uma epidemia local altamente contagiosa.

Há tempos António Costa prometeu aumentar a biodiversidade em Lisboa em 20%, mas não é aquilo a que se assiste na Quinta das Conchas e noutros parques de Lisboa, a não ser que a CML considere que se aumenta a biodiversidade plantando árvores exóticas. No caso deste parque de Lisboa assiste-se a um processo de empobrecimento contínuo, desde a sua criação à sua gestão tudo parece obedecer mais a critérios estéticos mais próprios de uma esteticista do que a qualquer preocupação com a biodiversidade. Alguém está a querer transformar a Quinta da Conchas e a Quinta dos Lilases num imenso prado inútil e sem vida, para se jogar futebol e levar cachorros a fazer xixi.

Jumento, 14.2.2011


De Toda a gente conivente a 13 de Fevereiro de 2011 às 19:32
A passividade e "mansidão" já não é só dos eleitos alastrou-se, também , aos eleitores. Há um ano atrás , em tempo de eleições verificou-se uma certa agitação em que os próprios fregueses se envolveram, depois da promessa referida no post ninguém mais se preocupou a acompanhar o processo. Há manifesta conivência de toda agente incluindo do executivo com este desleixo.


Comentar post