Vários candidatos à liderança do PS

Fonseca Ferreira candidato à liderança do PS

in Público, via Esquerda Socialista

 

     O militante socialista Fonseca Ferreira será candidato à liderança do PS, uma decisão tomada hoje em plenário pela corrente “Esquerda Socialista”.

“Dado que é uma condição para apresentarmos uma moção política de orientação nacional, vamos apresentar um candidato a secretário-geral”, afirmou Fonseca Ferreira à agência Lusa, no final da reunião plenária da corrente de opinião “Esquerda Socialista”, que decorreu num hotel de Lisboa.

A candidatura de Fonseca Ferreira nas eleições directas para a liderança do PS junta-se à do actual secretário-geral, José Sócrates, e à de António Brotas, que foi anunciada na sexta-feira, em Leiria.

     Defendendo que “não tem havido debate político interno dentro do Partido Socialista”, Fonseca Ferreira diz que sua “luta principal é para que dentro do partido haja pluralismo”.

    “O nosso objectivo central é pugnar pelas mudanças que é preciso fazer no Partido Socialista para fortalecer o Partido Socialista. Lutamos pelo reforço do Partido Socialista para podermos enfrentar os problemas do país”, afirmou Fonseca Ferreira.

    A moção ao congresso da candidatura de Fonseca Ferreira vai chamar-se “PS vivo, Portugal positivo”.

    O anunciado candidato defende que “devem ser reforçadas as condições de transparência dos actos eleitorais” para que não aconteçam “episódios lamentáveis” como o que considera que se verificou nas eleições da federação de Coimbra, cujos resultados foram impugnados pelo candidato derrotado, o deputado Vítor Baptista, que alegou irregularidades, tendo posteriormente o conselho de jurisdição do partido concluído pela validade das eleições.

    Para Fonseca Ferreira, quando há mais do que uma lista, devem ser dadas “condições de igualdade”, como o “acesso à listagem dos militantes”, assim como o estabelecimento de prazos para a regularização do pagamento de quotas.

   “Deve ser imposto um prazo para que as quotas estejam em dia, provavelmente até antes da apresentação da candidatura”, afirmou Fonseca Ferreira, que não concorda, por outro lado, que seja alargado o prazo para que os militantes possam candidatar-se e ser eleitos a órgãos do partido.

   “É continuar a entravar a chegada de novos militantes, é mais uma limitação administrativa”, justificou.

    Actualmente esse prazo é de seis meses, mas o líder da distrital de Setúbal, Vítor Ramalho, defende o seu alargamento.

    António Fonseca Ferreira esteve à frente da Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional de Lisboa e Vale do Tejo durante dez anos, até 2009, e preside actualmente à empresa Arco Ribeirinho Sul, depois de nas últimas eleições autárquicas não ter conseguido ser eleito para a presidência da Câmara de Palmela, onde é vereador sem pelouro.

    As eleições directas do PS terão lugar a 25 e 26 de Março, duas semanas antes do Congresso geral do partido, que se realizará em Abril, no Porto.

   - Adicionado por Antonio Fonseca Ferreira em 20 de Fevereiro, 2011



Publicado por Xa2 às 07:00 de 21.02.11 | link do post | comentar |

7 comentários:
De PS: vamos a isto... a 21 de Fevereiro de 2011 às 11:25
PS: vamos a isto que se faz tarde
(post de: Zé Pessoa, 17.2.2011)

António Brotas é candidato à liderança do PS

Segundo terá afirmado à agência Lusa, António Brotas, “se ganhar, «José Sócrates continua primeiro-ministro de Portugal, mas passa a governar muito melhor».”

Na sequência de um acordo firmado entre as diversas tendências «descontentes e preocupadas com a evolução do partido e do país», Cândido Ferreira, médico e antigo presidente da Federação Distrital de Leiria do PS, que no mês passado anunciara a candidatura a secretário-geral do PS, disse que, «em função de todos os obstáculos que a comissão organizadora do congresso tem vindo a colocar», «ponderava a hipótese de desistir».

No entender António Brotas (e pelos vistos de muitos socialistas) José Sócrates «Fica libertado do encargo de ser simultaneamente o secretário-geral, para o qual manifestamente não tem condições para dar suficiente atenção, e passa a ter um partido com capacidade crítica, com gabinetes capazes de estudar problemas, de lhe chamar a atenção para as lacunas em vez de ter um partido reduzido quase a uma claque de apoio», declarou.

Acrescentou, ainda, estar convicto de que «esta candidatura é um poderoso contributo para o PS ter um bom resultado nas próximas eleições legislativas».


De Pedro Neves a 21 de Fevereiro de 2011 às 11:04
Bom dia,

O Luminária está novamente em destaque nos Blogs do SAPO, em http://blogs.sapo.pt

Boa continuação!

Pedro


De Candidatura da EsquerdaSocialista ! a 21 de Fevereiro de 2011 às 10:54

A Corrente de Opinião Esquerda Socialista deliberou apresentar-se a eleições no Congresso do PS.

Apesar de discordar das alterações estatutárias feitas recentemente (pela CNacional do PS) e sobre as quais apresentou protesto e impugnação; apesar da discordância do pouco tempo disponível para apresentar candidaturas, apesar de ...

No seu plenário extraordinário deste sábado, debateu a situação, deliberou por maioria ir a eleições com uma Moção Global e um candidato a Secretário Geral do PS, e procedeu a PRIMÁRIAS (praticando o método que defende para escolher candidatos) que deram a vitória a Fonseca Ferreira.

Formou-se uma equipa para redigir a Moção Global a apresentar (com base em outras moções já apresentadas e com a insistência de que é preciso MUDAR o PS para MUDAR Portugal...) e outra para proceder à recolha de (um mínimo de 100) assinaturas/ proposituras, tudo a apresentar até esta 4ªfeira.

Nos trabalhos intervieram muitos camaradas (do norte centro e sul de Portugal), incluindo Fonseca Ferreira, Ana Benavente, Henrique Neto, Rui Namorado, ...


De ... a 21 de Fevereiro de 2011 às 11:44
-----De Militante descontente ------

Vamos lá ver o que a Esquerda Socialista e o Brotas fazem
...
se estas políticas/práticas do Sócrates e seus apoiantes/beneficiários continuarem ...

acho que vou anular a minha inscrição no PS
e vou passar a ser do BE ou dos Verdes.

-----------De PS, CO.Esq.Socialista e Brotas
----- Para apresentarem a moção global têm que apresentar um candidato a secretário-geral...
Continuem a apoiar o Eng.º Técnico...

------- Rui Namorado disse...
1. A política quase nunca não é feita de escolhas evidentes entre A e B. Aproxima-se muito mais de uma composição complexa de escolhas relativas, ora radicadas na conjuntura, ora projectadas no longo prazo.

2.Acham que contribuiria para enfraquecer a actual direcção do PS e para abrir caminho às nossas ideias, apresentarmos um candidato vocacionado para ser presenteado com um resultado ridículo?
---------
Cândido Ferreira?
Porque não?
---------
Afinal é o Brotas que vai servir de bombo da festa!
--------
António Brotas é um camarada muito consistente.
Vamos em frente.
Coimbra tem que mostrar a diferença.
---------
Enquanto os entusiasmos brotianos não conseguirem deixar de ser anónimos, os socráticos agradecem.

------ De Os lamurientos e os espertos
A carneirada, o mais provável é que nem serão capazes de se constituírem em listas para eleger delegados ao congresso e aí ou no âmbito da campanha protestarem, seriamente ,
em vez de andarem por esquinas, cafés, blogs e por aí fora lamuriando e maldizendo de tudo e de todos sem serem capazes de tomar qualquer iniciativa que se veja.

Carpem, tão somente, a lacrimação de os deixarem de parte, de os excluírem , de os porem na margem, apenas demonstram que os outros, os tomam, ou "assalto " os aparelhos são, pelo menos, mais organizados e espertos.

----- De Zé T.
Embora não seja muito lamuriento nem muito esperto, não gosto que façam de mim 'palhaço' e 'carneiro' ou 'bode expiatório'.

E realmente começa a ser enfastiante criticar-comentar-repetir-relembrar-... e não fazer/participar/concretizar NADA.

Por pequenos, fracos e poucos que seja/m/os há sempre alguma coisa que podemos fazer para TENTAR MUDAR ... seja num grupo pequeno, numa Secção, num Clube de Política, ou numa Corrente de Opinião.

Se não se conseguir o mais talvez se consiga o menos, ... mas se nada fizermos é que temos a certeza que nada conseguiremos.

Assim, porque cívica e politicamente me sinto INSATISFEITO, vou continuar a Escrever, Reunir, Participar (como puder, quando e quanto puder) ...

(seja no PS ou noutro partido ou movimento )
até ao dia da chegada do 'parkinson'-'alzeimer'-'cancer'-...
ou até dar uns 'tiros' nuns alvos danados.

----- De Zé das Esquinas, o Lisboeta
Já é tarde.
Parece conversa de Mubarak ou de Sheik, que quando vê que vão cair, dizem que agora é que é... A partir de «amanhã» é que vai ser... Vou passar a ser democrata em vez de FdP para o povo...
Vão se embora «ó melgas» que já estamos fartinhos de vocês...
Quem quer que seja que vier a seguir será sempre melhor que os de agora!
Mesmo que sejam piores! E sabem porquê?
Porque MERDA por MERDA que seja MERDA NOVA em vez dos MERDAS que já conhecemos... e que não passam de MERDAS velhas!

-----De Zé T.
Apoio a existência de várias candidaturas - (e também a existência de ''eleições PRIMÁRIAS'' para seleccionar candidatos para as eleições finais) - mesmo que não tenha nada a ver com elas.

E se alguém não gosta/discorda dos candidatos existentes (por serem maus, incompetentes, feios, ...) o melhor que tem a fazer é ele próprio candidatar-se - só assim é que tem plena legitimidade para criticar os seus camaradas e/ ou concidadãos.

J.Sócrates, Cândido Ferreira, A.Brotas, ... (e independentemente dos seus méritos e deméritos pessoais e técnicos), só pelo facto de se candidatarem já são muito melhor militantes do partido do que qualquer outro ''barão''... ''poltrão'', ''carneiro'' ou me...

Viva o Pluralismo Democrático .

----- De cidadão e militante
Isso mesmo.

A Corrente de Esquerda Socialista vai reunir no Hotel Olissipo? na Z.Expo, Lisboa, amanhã Sábado às 11:00.
Apareçam e participem.
Este pode ser o momento de viragem no PS que muitos esperam ...
e se não for, ..


De Esquerda Socialista e ... a 23 de Fevereiro de 2011 às 15:33
---
Um passarinho soprou-me ao ouvido:
Rui Namorado apoia Sócrates...

--- Rui Namorado disse...
1.O passarinho que lhe soprou ao ouvido estava com os copos. Se não estivesse, teria soprado outra coisa. Por exemplo:
" o Rui Namorado não se mistura, em iniciativas políticas conjuntas dentro do PS, com quem sustenta publicamente que prefere um governo de direita ao actual governo".

2.Até agora nunca apoiei Sócrates em nenhum dos Congressos em que ele concorreu, ao contrário do que aconteceu com alguns dos seus mais ostensivos contestários de hoje.
Mas também não me associei nunca às matilhas da direita que lhe têm repetidamente mordido nas canelas.

3. Como o corajoso e discreto Anónimo poderá ver, no futuro próximo, se souber estar atento, as coisas são algo mais complexas do que o seu passarinho tonto julga.

---Rui Namorado disse...
( DIREITA / ESQUERDA ?? )

Num critério subjectivo, cada um de nós se identifica a si próprio (ou, se tiver espírito religioso, à seita em que se reconheça) como a verdadeira esquerda.
Os outros independentemente do que julguem que são, não passam de cópias defeituosas do original puro, pelo excesso de moderação ou pelo excesso de radicalidade.

Se o observador for o S. Pedro, a coisa fica perigosa, já que tendo as chaves do céu, só ele e os que com ele convirjam, entram nesse Olimpo exigente, onde só a esquerda verdadeira é admitida.
Se realmente o não for, a coisa fica mais inofensiva, é apenas um arauto de si próprio a fazer-se ouvir.

Mas num critério objectivo, qualquer perspectiva que implique uma clivagem que reduza a esquerda a um pequeno destacamento, mesmo que aguerrido, estará a ditar, automaticamente e em si própria, um grave enfraquecimento do que pretende defender.

Em Portugal, e noutros países, é difícil congregar em processos de transformação social prolongados as várias esquerdas.
Não sei mesmo se será possível, a curto prazo.
Mas sem essa congregação, não se vê como poderá desencadear-se sustentadamente um processo desse tipo.

E se o PS é de direita, o que resta de esquerda tem dimensão para inflectir o trajecto do nosso país?
A mim, parece-me que não.

Por isso, pode ser um escape aliciante, atirar anonimamente pedras, ao PS e a Sócrates, numa associação insalubre com todas as direitas, mas de um ponto de vista político esse exercício é apenas uma inesperada oferta a estas últimas.

---Anónimo disse...
Vamos todos apoiar o Camarada Fonseca Ferreira a Secretário Geral.
Coimbra vai contribuir com muitos votos.

---Rui Namorado disse...
Caro camarada de nome escondido:

Como escrevi no texto que cometou:
"De uma coisa estou certo:

por mim, não me integro em iniciativas políticas dentro do PS, em conjunto com quem acha que é melhor um governo do PSD do que o actual governo PS."

Também, por isso, não apoiei, no seio da COES, nem que tivéssemos um candidato, nem esta candidatura.

Também por isso, não voto no seu candidato (FF).


De Sem esperança ! a 21 de Fevereiro de 2011 às 11:52

Conheço este Homem, Fonseca Ferreira, e sei que com ele o PS seria PS. Mas o caminho já está armadilhado.
Os caciques trazem atrás deles todos os “carneirinhos da família” e Fonseca Ferreira, um homem competente e honrado, não terá mais que 20 a 30% dos votos.

A ameaça de um Passos Coelho que, cada dia, se vai tornando mais parecido com Sócrates, nos seus “rodriguinhos retóricos”, deixa-me em pânico.

Não por causa de mim, mas por causa da minha neta com quem vou estar daqui a três horas.

O País berlusconizou-se e se temos, hoje, uma geração “parva”, a geração da minha neta terá de procurar num outro País o que este nega:
o direito a um Futuro feliz.


# posted by Primo de Amarante, 20.02.2011, http://margemesquerdatribunalivre.blogspot.com/2011/02/sem-esperanca.html


De Zé T. a 21 de Fevereiro de 2011 às 12:12
De acordo com o que diz.

Mas se nada fazemos... passamos a ser CONIVENTES e culpados pelo que aí vier, pelo que for ou não for feito.

Mesmo que FFerreira ou ABrotas tiverem apenas 20 a 30% dos votos (ou até muito menos), mesmo isso dá para ficar de consciência limpa:
eu fiz a minha parte, eu VOTEI (votarei) não naquele/s que lá estão mas sim num que se propõe MUDAR o Partido Socialista.

Eu não fui, não sou, não serei «carneirinho», eu não participei nas malfeitorias, eu dei noutro sentido o meu contributo cívico-político, eu evito ficar a jeito para ser «bode expiatório» !
- E tu ?
- E vós militantes e simpatizantes do Partido Socialista o que fizestes/ fareis ?


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO