De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 22 de Fevereiro de 2011 às 12:28
Fazer bem "os trabalhinhos", não é negócio.
«então não querem lá ver... então agora fazia tudo bem feitinho e durante uma data d' nos nunca mais "ganhava mais nada...»
É muito do espírito subjacente a muitos dos "pequenos grandes" negócios... São pequenos negócios que pela sua continuidade se transformam numa "renda" para os intervenientes. E mais, se não há facturas não há "comissão". E muita gentinha precisa, como todos nós, de comer todos os dias...
Se quando exercem mal fossem accionadas responsabilidades/garantias e não "orçamentos rectificativos" se calhar saía tudo melhor e mais barato. Mais barato para quem? Para todos os contribuintes. Só que é muito fácil esquecer "o todos nós quando se está no "eu é que mando" aqui e agora.
E quem vier atrás que fache a porta. Qual porta?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres