De Anónimo a 21 de Março de 2011 às 14:36
Lojas de conveniência preocupadas com a falta de doutores
A Associação Portuguesa de Lojas de Conveniência lançou o alerta para o problema da saída de licenciados para o estrangeiro, que aumentou 57% desde 2008 (ou coisa assim). O sector conta actualmente com os colaboradores mais qualificados do mundo (13% de licenciados, 22% de mestres e 65% de doutores), tendo habitualmente apenas um quadro em cada loja sem qualquer escolaridade (o dono). Há o receio de que a fuga de cérebros obrigue à contratação de pessoas menos qualificadas que exigem o salário mínimo (bruto) a recibos verdes, porque não têm a expectativa de que irão "arranjar um emprego de acordo com as suas qualificações" e que "isto é temporário".


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres