De Zé T. a 28 de Março de 2011 às 11:27
......Contributo para a análise das eleições internas:

56 votantes em 300 'militantes' da Secção, com 46 na lista A (Sócrates) e 9 na lista D (Fonseca Ferreira): lista A ganha com cerca de 15% de votos dos militantes !! Esmagador ?? !!! ... sim, é pesado o fardo dos mortos-vivos e abstencionistas ...

Mas ''esmaga'' com cerca de 83% dos votos expressos na secção !!
Sim, mas sendo que a nível nacional Sócrates ganhou com 93,3% dos votos expressos ... isso quer dizer que nesta Secção há um saldo positivo, de ''leveza '', de 10% !! ... significa alguma coisa ...

Alguns aspectos de enquadramento importantes:
- a lista A é a lista ''dos que lá estão'', os do poder instalado, os da máquina aparelhística e os 'favorecidos' (que por isso mesmo TÊM de ''renovar a sua fidelidade'' nos momentos eleitorais) ...
- a lista de Serrão beneficia do aparelho distrital do PS - Madeira...
- a lista de Fonseca Ferreira beneficia da sua ligação à 'corrente de opinião Esquerda Socialista'' do PS ...
- a lista de Brotas corresponde a ... ele mesmo e alguns carolas e apoiantes dispersos.

Quanto às próximas eleições (esta 5ª-feira) para os órgãos da Secção concorrem duas listas : a A (os instalados) e a B (os descontentes).
Os militantes (incluindo os 'mortos-vivos') têm a oportunidade e o direito/dever de votar...

Previsões?
resultados semelhantes ao destas últimas ...? (: 15% de votos expressos a que correspondem cerca de 83% na lista A ... )
é pena que tal aconteça assim ... mas, ''é a vida'' partidária que temos !

mas ''é pena'' porquê ?!
-porque poderiam candidatar-se mais listas, poderiam manifestar-se mais militantes, poderiam ser mais conscenciosos e responsáveis todos os eleitores, ...

- porque a lista A corresponde àqueles órgãos que estiveram 6 meses na ilegalidade
(as eleições deveriam ter-se realizado em Outubro de 2010), e
30 meses de inactividade (abrindo apenas as instalações nas vésperas e dias de eleição) e
de irresponsabilidade, pois não cumpriram os deveres básicos de pagar as contas da sede, e de ''tentar cumprir'' o que prometeram quando se candidataram...

- porque a maioria dos ''militantes'' não aparecem nem se interessam em ser ''políticos activos'',
em reflectir sobre a situação e problemas existentes,
em propôr medidas ou acções críticas e construtivas,
em responsabilizar os principais agentes e em denunciar os erros feitos ... para os corrigir e mudar de rumo... seja ao nível da Secção ... da concelhia, distrital ou nacional .

- porque a maioria dos ''inscritos no PS'' não são nem ''militantes'', nem ''Socialistas (/social-democratas)'', nem cidadãos conscientes e responsáveis !!!


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres