4 comentários:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 30 de Março de 2011 às 12:21
Eu acho que devíamos apanhar a «onda» e acabar com os «descontos» para impostos e segurança social e tudo o resto...
De certeza que se fizerem uma «sondagem» telefónica aleatória aos portugueses a perguntar se estão de acordo a deixar de pagar impostos, vão ter uma maioria «maior cá do Sócrates»...
Se é prá acabar com o ca gente nã gosta, acabem mesmo como deve ser...
Viva o «regabofe» completo! Viva!


De Desenrasca a 30 de Março de 2011 às 13:21
- será que cada qual fala do que sabe?
- ou será que o s portugueses gostam de meter a colherada em tudo... ?
mesmo desconhecendo o sector, o enquadramento, os agentes, os factores, ... !


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 30 de Março de 2011 às 13:55
"Temos o direito de opinar sobre todos os assuntos da Terra porque não vivemos em Marte"
(Pilar del Rio)


De Nuno S. Rocha a 30 de Março de 2011 às 12:17
Sobre o SIADAP :
é muito elevado o número de horas gastas quer pelo trabalhador, quer pelas chefias intermédias, quer pelas Comissões Paritárias, quer pelos Dirigentes Máximos dos serviços na implementação deste sistema.
Já foi quantificado o custo deste sistema de avaliação?
É gigantesco e de tal forma impensável para o resultado ser o congelamento das carreiras e não servir rigorosamente para nada.
É a Administração Pública a defender-se a ela própria no aspecto da burocratização.
As melhores avaliações só são atribuidas aos "amigos".
Já imaginaram uma empresa privada a gastar o mesmo tempo médio por trabalhador nas suas avaliações? Já tinha aberto falência


Comentar post