Uma vergonha

Cancelada sessão solene do 25 de Abril

Desde 1976 que todos os anos o Parlamento se reúne no dia 25 de Abril para assinalar com uma sessão solene a passagem de mais um aniversário da "revolução dos cravos". A excepção a esta regra aconteceu em 1983, já que o dia 25 de Abril foi precisamente o dia escolhido para a realização de eleições legislativas.

A dissolução da Assembleia da República, que se deverá concretizar no máximo até 11 de Abril, vai levar ao cancelamento da habitual sessão solene comemorativa do 25 de Abril, informou a porta-voz da conferência de líderes.

A sessão solene do 25 de Abril é, nos termos do regime, uma sessão plenária. E nessa data o Parlamento já estará dissolvido pelo que só funciona a comissão permanente, um órgão que substitui o plenário em altura de dissolução e de férias.

A Comissão Permanente pode convocar o Plenário a qualquer momento por isso os deputados estarão, até à tomada de posse da nova Assembleia, numa espécie de prevenção. Assim, os deputados ficam sem trabalho mas não ficam sem salário.

Eu acho incompreensível, não consigo perceber como é que um Estado de Direito democrático resultante do 25 de Abril tem vergonha de assinalar o dia ‘inicial e limpo’, desse mesmo Estado democrático. Não vejo por que é que [os deputados da AR] não poderiam ter encontrado forma de evocar o 25 de Abril, a não ser que tenham vergonha da situação a que levaram o país”, reiterou o coronel Vasco Lourenço presidente da Associação 25 de Abril.

 

É de todo incompreensível que, podendo a Comissão Permanente da actual Assembleia da República convocar o Plenário não o faça para comemorar o dia da Liberdade.

Sem nada para fazer mas a receber o seu vencimento, porque interromper as férias?

Ricas vidas! Cambada!



Publicado por JL às 00:22 de 31.03.11 | link do post | comentar |

3 comentários:
De Capela a 3 de Abril de 2011 às 15:17
Comemorar o 25 de Abril quando há que pagar 11 mil milhões de euros de dívidas este ano de um total de mais de 75 mil milhões.
Temos de analisar o que de mal foi feito nos últimos 37 anos.
1) Nacionalizaram os bens dos trabalhadores, ou seja, os imensos investimentos das Caixas de Pervidência que o salazarismo aplicava para ajudar os grandes capitalistas. Cito Lisnave, Sorefame, Hidroeléctricas, Celulósicas, fabricantes de azoto e adubos, etc., etc. Tudo roubado por Vasco Gonçalves aos tranalhadores sem criar um amplo fundo industrial para as reformas.
2) Entrou-se na liberdade da mariquice. Todos os dias televisões e jornais pediam mais e mais ao Estado para tudo e mais alguma coisa sem cuidar de haver ou não dinheiro.
3) Os partidos (PS e PSD) para ganhar eleições prometiam e faziam obra por toda a parte sem olhar a despesas. Eram pontes, estradas, rotundas, politécnicos, hospitais, universidades, centros de saúde, escolas, prédios de realojamento, etc., etc.
4) Entrou-se npo Euro com um BCE a emprestar dinheiro a baixo juro e de repente a fechar a torneira por ordem dos alemães.
5) As greves malucas dos sindicalistas do PCP levaram os governos a privatizar o mais que podiam, pois nada funcionava. O PCP considerava todos os serviços como destinados a engordar os trabalhadores com salários cada vez maiores como sucede no Metro, CP, etc. e não cuidava que aquilo era para serviço de outros trabalhadores e não de capitalistas.
6) Quando os bancos se tornaram privados deixou de haver greves, o pessoal diminuiu e tornaram-se lucrativos, continuando a sê-lo apesar de não haver financiadores externos desde Agosto passado.
7) A escola para todos foi sabotada pelos comunistas da Fernprof que não querem qualidade, mas apenas regalias para os trabalhadores. Com a vitória da direita à custa do PCP, a escola pública começará a desparecer.
8) Montou-ss um Serviço Nacional de Saúde muito caro é que se exigiu tudo, mesmo as coisas mais disparatadas, como meternidades onde não chegava a nascer uma criança por semana, centros de saúde abertos toda à noite sem utentes e incapazes de acudior a qualquer caso gravo por não serem hospitais.
9) Instalou-se muita corrupção. O primeiro acto corrupto foi a compra de mil camiões DAF pelo Conselho da Revolução que mandava em tudo o que era militar e prescindiu de adquirir as Berliet-Tramagal porque a empresa não tinha dinheiro para pagar as comissões que a DAF pagou aos capitães e generais e também não podia fornecer em sistema de leasing quase parceria público-privada com um banco holandês.
10) Ainda agora os bombeiros querem um corpo profissional para combater os fogos na floresta porque lhes convém trabalhar dois meses e meio por ano e receber 14 ordenados.
11) As nacionalizações de algumas empresas industriais como a Siderurgia, CUF-Barreiro, Lisnave, etc. conduzi-as à falência e daí não termos indústria.
Recordo quando os operários da Lisnave a mandos dos comunas faziam greve uns dias antes de se entregar um navio, obrigando a empresa a pagar multas gigantescas por desrespeito pelo contrato. Agora aquilo está parado na Margeueira e em Setúbal quem lá trabalha é empregado de empresas alugadores de trabalhadoras com contratos a prazo, pelo que uma greve que prejudique a empresa nos seus contratos com o exterior conduz logo ao despedimento.

Enfim, tempos de pensar o 25 de Abril no seu todo e acabar com a mariquice das exigências de tudo e mais alguma coisa e começar mesmo a trabalhar a sério.

Os comunas ainda querem ir ao dinheiro dos bancos como se não fossem necessários e o país pudesse viver de ainda mais dinheiro emprestado.


De Assumam-se a 31 de Março de 2011 às 10:53
Simple, Claro e objectivo

Parece que a «Lista B» seguiu o conselho anónimo e publicou (por e-mail) a sua lista de candidatos juntamente com um texto simples ...,
interrogando os eventuais eleitores:
«
- conhece os membros da ListaA ?
- quais as actividades por eles desenvolvidas ?
- e a concretização das suas propostas ?
- e se alguém lhe deu explicações ou assumiu responsabilidades ?»

para concluir que:
«
os da Lista A prometeram e não fizeram;
agora chegou a altura de reflectir, ser claro e directo:

- Se quer mais do mesmo na sua Secção, vote A;

- Se quer mudanças para melhor, vote lista B .»
...

Só espero que os "churamingas" habituais não sejam, também, hipocritas e votem naqueles que tanto criticam, com razão diga-se.


De Um Sinal, um mau sinal a 31 de Março de 2011 às 10:28
Um sinal de completa decadência politica, partidária , social, cultural, ideológica. Uma sociedade que vai perdendo memoria e valores corre o risco de ser um povo morto.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO