Estradas de Portugal gasta 100 mil euros em cerimónia de inauguração da CRIL

A empresa Estradas de Portugal (EP) está a preparar a realização de uma cerimónia de inauguração da CRIL (Circular Regional Interna de Lisboa) que pode custar quase cem mil mil euros, incluindo IVA. A EP, em declarações ao SOL a este propósito, garante que a referida despesa «será realizada com rigor e sobriedade».

O evento foi anunciado para este mês, não tendo ainda data exacta para acontecer. Mas os planos da cerimónia estão a ser preparados há já algum tempo e incluem o lançamento de cinco mil balões, a colocação de publicidade em três jornais de circulação nacional, a produção de um filme para exibir na cerimónia e a publicação de um livro. No total, e segundo documentos a que o SOL teve acesso, a inauguração da CRIL pode vir a custar 78.371,28 euros, a que acresce a taxa de 23% de IVA.

Só os cinco mil balões brancos, que se prevê serem lançados na cerimónia, custam 2.750 euros, e os 150 estandartes (onde terão «maior visibilidade os logos da CRIL, da EP e das Câmaras da Amadora, Lisboa e Odivelas»), ficam por 4.506 euros. Isto enquanto o aluguer dos autocarros «para as entidades oficiais e convidados fazerem o percurso da inauguração» está calculado em 600 euros. A cerimónia propriamente dita, incluindo «todos os pressupostos habituais das inaugurações» (que não são esclarecidos no «plano de comunicação» interno a que o SOL teve acesso), terá um custo de 23.516,50 euros. Tudo acrescido de IVA.

No mesmo documento, fala-se ainda na produção de 500 exemplares de uma brochura - que «inclui USD modelo cartão de créditos» e respectiva pasta - para ser distribuida na inauguração, que custará à EP 4.450 euros. Já os 120 mil folhetos com informação sobre a CRIL, para distribuir à população e ibncluir nos jornais regionais e de distribuição gratuita, custará mais de nove mil euros (mais IVA).

O «plano de comunicação» interno da Estradas de Portugal prevê ainda a colocação de publicidade no Correio da Manhã, Diário de Noticias e Diário Económico - ou seja, mais 9.196 euros. E a produção de um filme «de 4 a 5 minutos para apresentação na inauguração», cujo valor foi calculado em 6.250 euros (sem IVA). Segundo o documento a que o SOL teve acesso, este filme «terá como informação principal mostrar os benefícios/vantagens da conclusão do troço da CRIL».

Por fim, a maior fatia de toda esta despesa está destinada à publicação de um livro com a história da construção da CRIL - de que serão editados dois mil exemplares - e que custará à EP um total de 42 mil euros (incluindo o IVA).

Confrontada pelo SOL, a Estradas de Portugal explicou que «dada a enorme relevância da obra, é expectável que a abertura seja acompanhada de uma cerimónia, à semelhança de todas as outras situações em inauguração de novas obras». E acrescentou: «Considerando o enorme interesse público em torno da abertura, a EP tem em curso um Plano de Comunicação para divulgação da abertura da CRIL».

A empresa esclarece ainda que «dispõe de uma verba no financiamento da obra destinada à sua promoção e divulgação, contando para tal com fundos previamente definidos». E que «estão enunciadas diversas possibilidades, que foram, em tempos oportuno, avaliadas e orçamentadas e que poderão vir a ser utilizadas, caso se revele necessário».

Por fim, assegura que «não há ainda um a estimativa (de custos) definida», garantindo: «As despesas serão realizadas com rigor e sobriedade».

Graça Rosendo [SOL]



Publicado por [FV] às 12:00 de 01.04.11 | link do post | comentar |

6 comentários:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 1 de Abril de 2011 às 14:56
Quero apenas referir que esta «obra» chamada de CRIL já teve mais de uma dezena de inaugurações... Então quando vai para dois anos, na altura das últimas autárquicas, era um «ver se te avias» de inaugurações... Era uma inauguração por cada «troço»... «Que parva que eu sou» e que politiqueiros da treta que eles são...
E está para para durar, durar... durar!


De .irResponsabil.Civil Extra-C. do Estado. a 1 de Abril de 2011 às 14:30
'' Despesas realizadas com rigor...'' !! (mas ainda não há uma estimativa de custos definida, entenda-se ; podendo ''deslizar'' para muito mais...) !!
´- é esta a gestão do nababo Almerindo Marques ??!!
- e que deixa uma cratera de dívidas nas contas da Estradas de Portugal ??!!

A estes não os posso mandar ir ''roubar para a estrada'' !! pois já lá estão !!

- E ninguém aplica a lei da ''responsabilidade civil extra-contratual do Estado'' (RCECE) aplicada ao pelo Estado/cidadãos aos organismos/empresas públicas e seus dirigentes (a que o mesmo Estado depois pode pedir para ser ressarcido de decisões dolosas ou danosas por eles tomadas...) ?!
- Não há partido político, PGR, Trib.Contas, Provedor dos contribuintes dos consumidores ou da justiça ... que a use ??!!
- Porquê ??!! estão eles ao serviço de quê e de quem ?!


De Boys socialistas e sociais-democratas a 1 de Abril de 2011 às 13:00
Continuam a viver à tripa forra. Tinham de ser "topo de gama"!

A Carris alugou no ano passado quatro novas viaturas topo de gama para o seu presidente e administradores, suportando um valor de cerca de 4500 euros mensais com o aluguer dos veículos. A empresa pública, que tem 2010 teve capitais negativos de 776,6 milhões de euros, explica que a decisão cumpre o estabelecido pela Comissão de Fixação de Vencimentos


De . a 1 de Abril de 2011 às 14:12
Gestores da Carris com carros de luxo, Correio Manhã de 01-04-2011

Estado valor comercial das viaturas é superior a 176 mil euros. Carris renova frota com carros de luxo. Empresa aluga automóveis topo de gama para quatro administradores.A Carris, empresa pública de transporte rodoviário em Lisboa, renovou, em 2010, La frota da administração com quatro carros de luxo. Num ano de forte 'aperto do cinto' e em que apropria Carris tinha um 'buraco' de 775,5 milhões de euros, a equipa de José Manuel Silva Rodrigues decidiu alugar um Mercedes E 350, um BMW 320D e dois Audi A6 2.0, no valor total de 176 182 euros. Com estas quatro viaturas novas, a empresa do Estado gastou, no ano passado, 3613 euros em rendas mensais.



De utente a 1 de Abril de 2011 às 22:49
Ná...não acredito. Uma empresa com dificuldades tão grandes de tesouraria, que colocam em risco os magros salários dos seus trabalhadores, não tem seguramente uam gestão tão irresponsável, tanto mais que é uma gestão política, de militantes do PS, logo com plena consciência e profundamente conhecedores das dificuldades financeiras do país.
Só pode ser noticia de algum jornalista que detesta o PS. Não acreditem. Peço-vos.


De Utente a 1 de Abril de 2011 às 22:59
Ops!!! quase me conseguiram enganar. Eu sabi que era mentira. Não podia ser. A administração da Carris a gastar €5000 por mês em aluguer de 4 automóveis para os Administradores? Porque não me lembrei logo que hoje é o dia das mentiras. Foi bem metida.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO