6 comentários:
De Coelhones a 5 de Abril de 2011 às 18:42
Ca<sa da Coelha No dia 9 de Julho de 1998, a notária Maria do Carmo Santos deslocou-se ao escritório de Fernando Fantasia, na empresa industrial Sapec, Rua Vítor Cordon, em Lisboa, para proceder a uma escritura especial. O casal Cavaco Silva (cerimoniosamente identificados com os títulos académicos de "Prof. Dr." e "Dra.") entregava a sua casa de férias em Montechoro, Albufeira, e recebia em troca da Constralmada - Sociedade de Construções Lda. uma nova moradia no mesmo concelho. Ambas foram avaliadas pelas partes no mesmo valor: 135 mil euros. Este tipo de permutas, entre imóveis do mesmo valor, está isento do pagamento de sisa, o imposto que antecedeu o IMI, e vigorava à época. Mas a escritura refere, na página 3, que Cavaco Silva recebe um "lote de terreno para construção", omitindo que a vivenda Gaivota Azul, no lote 18 da Urbanização da Coelha, já se encontrava em construção há cerca de nove meses. Segundo o "livro de obras" que faz parte do registo da Câmara Municipal de Albufeira, as obras iniciaram-se em 10 de Outubro do ano anterior à escritura, em 1997. Tal como confirma Fernando Fantasia, presente na escritura, e dono da Opi 92, que detinha 33% do capital da Constralmada, que afirmou, na quinta-feira, 20, à VISÃO que o negócio escriturado incluía a vivenda. "A casa estava incluída, com certeza. Não há duas escrituras. "Fantasia diz que a escritura devia referir "prédio", mas não é isso que ficou no documento que pode ser consultado no cartório notarial de António José Alves Soares, em Lisboa, e que o site da revista Sábado divulgou na quarta-feira à tarde. Ou seja, não houve lugar a qualquer pagamento suplementar, por parte de Cavaco Silva à Constralmada. A vivenda Mariani, mais pequena, e que na altura tinha mais de 20 anos, foi avaliada pelo mesmo preço da Gaivota Azul, com uma área superior (mais cerca de 500 metros quadrados), nova, e localizada em frente ao mar. Fernando Fantasia refere que Montechoro "é a zona cara" de Albufeira e que a Coelha era, na altura, "uma zona deserta", para justificar a avaliação feita. A Constralmada fechou portas em 2004. Fernando Fantasia não sabe o que aconteceu à contabilidade da empresa. O empresário, amigo de infância e membro da Comissão de Honra da recandidatura presidencial de Cavaco Silva, não se recorda se houve "acerto de contas" entre o proprietário e a construtora. "Quem é que se lembra disso agora? A única pessoa que podia lembrar-se era o senhor Manuel Afonso [gerente da Constralmada], que já morreu, coitado..." No momento da escritura, Manuel Afonso não estava presente. A representar a sociedade estavam Martinho Ribeiro da Silva e Manuel Martins Parra. Este último, já não pertencia à Constralmada desde 1996, data em que renunciou ao cargo de gerente. Parra era, de facto, administrador da Opi 92. Outro interveniente deste processo é o arquitecto Olavo Dias, contratado para projectar a casa de Cavaco Silva nove meses antes de este ser proprietário do lote 18. Olavo Dias é familiar do Presidente da República, por afinidade, e deu andamento ao projecto cujo alvará de construção foi aprovado no dia 22 de Setembro de 1997. A "habitação com piscina" que ocupa "620,70 m2" num terreno de mais de1800, é composta por três pisos, e acabou de ser construída, segundo os registos da Câmara a 6 de Agosto de 1999. A única intervenção de Cavaco Silva nas obras deu-se poucos dias antes da conclusão, a 21 de Julho de 1999, quando requereu a prorrogação do prazo das obras (cujo prazo caducara em 25 de Junho). A família Cavaco Silva ocupa, então, a moradia, em Agosto. A licença de utilização seria passada quatro meses depois, a 3 de Dezembro, pelo vereador (actual edil de Albufeira, do PSD) Desidério Silva, desrespeitando, segundo revela hoje a edição do Público, um embargo camarário à obra, decretado em Dezembro de 1997, e nunca levantado. A VISÃO não conseguiu obter nenhum comentário do Presidente da República.


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 5 de Abril de 2011 às 19:34
O amigo já consultou o site da Presidência, tá lá tudo...


De .criticas de Marinho Pinto no you tube a 5 de Abril de 2011 às 17:16
NÃO É PARA MEMÓRIA FUTURA...
É PARA MEMÓRIA PRESENTE...!!!

A TUA E A MINHA MEMÓRIA DE TODOS OS DIAS QUE ESTÃO POR VIR.

ESTA É A DEMOCRACIA. ESTA É A LIBERDADE QUE NOS IMPINGIRAM.

A LIBERDADE PARA DIZER O QUE TE DER NA GANA...

... SÓ QUE JÁ NINGUÉM TE OUVE, PORQUE A VERGONHA É TANTA QUE SE TORNOU VULGAR OUVIR O OPRÓBRIO, A OBSCENIDADE DA POLÍTICA E O DESPUDOR DOS LARÁPIOS OFICIAIS DOS BENS PÚBLICOS.

NÃO FAÇAMOS DE CONTA QUE NÃO OUVIMOS.
NÃO FAÇAMOS POR ESQUECER.
REPASSEMOS ISTO PELO MENOS UMA VEZ POR SEMANA.
A NOSSA MEMÓRIA ESTÁ GASTA COM TANTA DESVERGONHA.
SÓ RECORDANDO TODOS OS DIAS NOS VAMOS LEMBRANDO DO PAÍS QUE FIZEMOS E DA FALSA LIBERDADE E DEMOCRACIA QUE NOS OFERECERAM NUMA BANDEJA DE DESPUDOR !

EXERCE A TUA CIDADANIA. NÃO PERMITAS QUE ESTA DENÚNCIA CAIA EM SACO ROTO.

E JÁ AGORA PERGUNTA-TE PORQUE RAZÃO ISTO APENAS SE OUVIU NO PRÓPRIO DIA E DE RASPÃO... DEPOIS A NOSSA INEFÁVEL IMPRENSA SILENCIOU.

PARECE QUE VÊM AÍ MAIS ELEIÇÕES.
USA A TUA ARMA COMO MELHOR ACHARES QUE A DEVES USAR.
MAS USA-A CONTUNDENTEMENTE...!!!
-----------------------------------------------------
Trecho da Intervenção do Dr. Marinho Pinto (bastonário da O.A).

Muitas vezes tenho discordado do que o Marinho e Pinto diz ou faz. No entanto, agora, tenho que lhe dar os parabéns... ele disse na cara de todos os políticos, olhos nos olhos, aquilo que qualquer um de nós pensa.

Este discurso, na sessão solene da abertura do ano judicial, em qualquer país em que houvesse ainda um resquício de moralidade e vergonha implicaria que ou o Marinho e Pinto ia preso por calúnias ou, no outro dia, rolariam muitas cabeças.

Isto foi dito na cara do Cavaco que se diz Presidente da República, de Jaime Gama (pres.AR), ministro da Justiça, Cardeal Patriarca, ... e nada aconteceu!

Sem papas na língua !!!!!!!!!!
http://www.youtube.com/watch?v=pb8sZR-bI6o


De Esquerda Republicana a 5 de Abril de 2011 às 16:02
Cavaco Silva e o terrorismo de extrema-direita

Um mercenário português, a cumprir pena em território nacional, declarou a um tribunal espanhol que Cavaco Silva «lhe deu ordem»(http://www.laverdad.es/murcia/rc/20110405/espana/puedo-hablar-porque-cavaco-201104051303.html) para não falar dos GAL - o grupo terrorista que nos anos 80 matou elementos próximos da ETA ou tidos como tais. É «segredo de Estado» (http://www.telemadrid.es/?q=noticias/nacional/noticia/un-mercenario-portugues-dice-que-el-presidente-cavaco-silva-declaro-los-he) há um quarto de século. E quando um dia se souber a verdade?

http://esquerda-republicana.blogspot.com/2011/04/cavaco-silva-e-o-terrorismo-de-extrema.html


De Oxalá a 5 de Abril de 2011 às 15:15
Santana Lopes afirmou que, “Se José Sócrates ganhar as eleições, eu só vejo uma consequência: a demissão do Presidente”, frisando que Cavaco “ficava numa situação insustentável”.
Calem-me este Santana que, a ser uma realidade o que afirma, convenceu-me a votar no Sócrates só parra correr com o Cavaco.


De Curta e Boa a 5 de Abril de 2011 às 12:33
Um casal conheceu-se numa festa e foi parar a um hotel.

No dia seguinte, entre olhares apaixonados, o homem disse:

- Pela maneira como tocavas o meu cabelo, deves ser cabeleireira.

A garota respondeu:

- Sou mesmo. E sabes uma coisa? Eu acho que tu és do PSD.

O homem ficou de boca aberta, verdadeiramente abismado.

Quis saber como é que ela tinha adivinhado tão facilmente a sua filiação partidária.

A explicação veio rápida:

- É muito simples. Quando estavas por baixo, gritavas muito...e, quando estavas por cima, não sabias fazer nada...


Comentar post