1 comentário:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 8 de Abril de 2011 às 16:28
Claro que o «problema» não está aí, não é?
O «problema está na elegância da «coisa» ou melhor, na falta dela...
Então o «homem» não deu cavaco ao Cavaco e aos cavaquinhos, quando foi a Bruxelas com o PEC4...
O amigo, se fizer um esforço, um educado esforço, até percebe onde é que as «matrafonas» se incomodaram...
Então já não há maneiras?
Gente fina não diz «mete-mo todo», gente fina avisa que vai «colocar». Pede licença primeiro, percebe?
«Comem» o Zé, com «F», à mesma, mas dizem «por favor» primeiro e «muito obrigado» depois...
Não é «à fartazana» tá?


Comentar post