De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 24 de Maio de 2011 às 11:07
Prémio Nobel da Economia (2008) Paul Krugman já por diversas vezes se referiu à crise da Grécia, Irlanda e de Portugal.
E já afirmou que estes países nunca irão pagar a dívida pelo simples facto de não lhes ser possível criar a riqueza necessária para o fazerem...
Ora se não é «matematicamente» possível pagar porque será que os políticos insistem?
Será que o «negócio» não é o pagamento da dívida, mas sim dos juros que se vão liquidando mensal, trimestral e anualmente pagando, sem que a dívida seja diminuída?
Ora pensem lá bem e pelas vossas cabecinhas e se possível esqueçam nem que seja por breves momentos a vossa partidarite... Se não é possível pagar e se os dirigentes políticos nacionais e europeus não são «burros» porque insistem? E a resposta é...? Isso mesmo, vêm como quando querem chegam lá!

E já agora este mesmo economista também já referiu que nenhum destes países deveria ter aderido ao «euro»... E lembram-se que até aí não fomos tido nem achados? Houve referendo? Mais uma decisão meramente política em que quem nos dirigia considerou que pelo simples facto de terem sido eleitos e representarem 12 a 15% dos portugueses, podiam decidir e hipotecar o futuro dos 100%, de todos nós.
E porque terá sido que assim decidiram na altura? Façam o mesmo exercício anterior de tentarem pensar pelas vossas


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres