2 comentários:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 27 de Maio de 2011 às 10:48
Lamentável que a escolha da bandeira não seja a do Japão.


De Zé T. a 27 de Maio de 2011 às 09:36
O texto é um óptimo referencial de Cidadania e Humanismo,
...mas a bandeira apresentada (''raiada'') em vez da oficial (círculo vermelho em fundo branco) é a militarista-imperialista, o que é contraditório com o texto.


Comentar post