10 comentários:
De Izanagi a 17 de Junho de 2009 às 10:42
Como é que ainda pode haver pessoas (socialistas ou não) a defender Vítor Constâncio? Só incompetentes do mesmo calibre que passam a vida a sugar na teta do Estado, ou seja, nos impostos, com que os contribuintes, com muito esforço e bastante contrariedade, alimentam a vaca.
Haja paciência


De Izanagi a 17 de Junho de 2009 às 10:48
Não é só Victor Constâncio: é ele e a sua equipa do Conselho de administração do Banco de Portugal.
ps- Agora ao ler os comentários apercebi-me que também há socialistas que não andaram a vida inteira a alimentar-se da teta do Estado a defender Victor Constâncio.


De parvus a 17 de Junho de 2009 às 14:39
mas afinal ...
- quem é o Ladrão ? R: alguns banqueiros.
- e o ''controlador'' ? o ingénuo que recebe milhões.
- e o ''juiz'' ? outro ingénuosíssimo sem meios ...
- ...
- e o ''roubado''? a tribo de parvos que se abstém, vitupera, lê a bola e a tv, não exige factura, não pede o livro de reclamações, ...


De DD a 16 de Junho de 2009 às 22:16
A Assembleia de Freguesia do Lumiar distribui dinheiro pelos clubes da freguesia e distribuia aquando de outras direcções.

A "condenação" de Vitor Constância faz lembrar as acusações dos sofistas contra o Sócrates da antiga Grécia. Todos os pequenos pormenores foram levados a uma dimensão gigantesca, desde falta de respeito pelo altar da Pátria até corrupção dos jovens e sei lá o quê mais. Tudo aquilo que vi e ouvi no Canal da AR é sofismo puro; manobras de lógica e estilo para condenar o inocente e inocentar os grandes ladrões.

Nuno Melo e outro chegaram a insinuar que Vitor Constâncio estava feito com os homens do PSD e de Cavaco do BPN/SLN.

Estamos, sem dúvida, de regresso a modos da I. República, por enquanto, sem a utilização da força das armas, mas lá chegaremos se continuarmos com o ódio cego e uma apetência desmesurado pelo poder.

Curiosamente, o Nuno Melo foi o cabeça de lista dos partidos parlamentares menos votado nas recentes eleições para o PE. Recebeu apenas uns míseros 297823 votos e, não sei, se não estará a atirar tiros no pé, pois o eventual colega de uma coligação, o PSD, sairá profundamente chamuscado pelo ataque a Constâncio.


De Justiça para Português (não) ver a 16 de Junho de 2009 às 16:49
O procurador, Pinto Bronze, que admitiu a suspensão da pena, considerou que ficou provado em audiência que parte dos 2,8 milhões de euros atribuídos pela Câmara ao clube, entre 1995 e 2002 se destinava a pagar despesas com a equipa profissional do Futebol Clube de Felgueiras (FCF).
O Ministério Público pediu hoje uma pena de quatro anos de prisão para a presidente da Câmara, Fátima Felgueiras, por irregularidades na atribuição de subsídios ao clube da terra.
O que nada adianta com a pena suspensa e a continuar poder exercer o cargo de presidente do municipio.
Mais uma vez ficará demonstrado que o crime compensa, a esta gente claro está.


De filhos de deus e do diabo a 16 de Junho de 2009 às 20:34
Fátima Felgueiras foi condenado porque ajudou o clube de futebol da terra, mas os ex-presidentes da CM Lisboa que cederam gratuitamente terrenos ao Benfica, ao Sporting ao Belenenses não lhes acontece nada? Provavelmente até vem o MP pedir desculpa a Jorge Sampaio.
Que dirão disto os socialistas?


De Socialista a 17 de Junho de 2009 às 15:59
Nada. Já há muito que estão amordaçados.


De Anónimo a 16 de Junho de 2009 às 16:35
O comportamento do regulador é pior do que ir a Roma e não ver o Papa.
A gente sabe que ele existe, mas se o não vir como saberá que ele lá está? Pode muito bem ter ido viajar ou descansar para a sua casa de campo!
Muitos destes “exemplares” cidadãos também andam por aí em certas casas de campo que ninguém os vê na via pública. Outros papas!
Efectivamente, honradez é coisa cada vez mais escassa, pelo menos em certas classes profissionais.


De JASPC a 16 de Junho de 2009 às 15:33
Em absoluto o que me interessa saber é que houve vigarice no caso BPN, assim como no BPP, e seguindo o exemplo americano, no mínimo essa gente toda já devia estar "dentro". Mas será que no país em que vivemos isso será possível?
Quer-me cá parecer que não.
No que diz respeito ao regulador BP e todos os outros, como se verificou por esse mundo fora a sua utilidade deixa muito a desejar, pelo que o que se impõe é transformar esses orçãos de reguladores para fiscalizadores. Mas a sério. O que não acredito.
E no affair BPN até agora o que me chocou efectivamente foi a bonomia com que todos os putativos criminosos foram tratados na AR pelos srs. deputados inquiridores, em comparação com a agressividade posta contra o governador do BP.
Este facto é, para mim, o mais chocante e lamentável, manchando de forma irrecuperável o trabalho na comissão de inquérito, que apenas podendo concluir em termos em responsabilidade politica, tinha obviamente que arranjar um "bombo da festa". E nesse particular o deputado Nuno Melo tem vindo a comportar-se para com o governador do BP como se de luta politica se tratasse, enquanto com os putativos criminosos era tudo chacota e boa disposição.
Haja paciência. Que o resto pagamos nós todos.


De anónimo a 16 de Junho de 2009 às 12:27
Tudo isso pode ser verdade... mas estou farto de letra e treta. !!

- o que me interessa (a mim, cidadão contribuinte) uma eventual demissão do Governador do BP...?!
- isso melhoraria a actuação presente e futura do BP ? duvido muito, especialmente se para lá fosse um novo para-quedista ou um boy do PSD ou do CDS
(...mais uns semelhantes aqueles que se aproximaram de sobreiros, terrenos de reserva, palacetes de património público, imobiliário e licenças..., submarinos, blindados, armas, aviões, helis, ambulâncias, comunicações, ... obras públicas, contratos de fornecimento, remodelações, decoração, promoção de imagem e comunicação, inaugurações e recepções, ... direcções-gerais, sub-direcções, presidências, administrações, empresas públicas, bancos fundações e entidades com dirigentes nomeados/propostos pelo poder político nacional regional e municipal, ...)

O que me interessa é: - QUEM PAGA ?!? Quanto paga? Quando paga?
-Como posso EU PAGAR O MENOS POSSÍVEL pelas asneiras ou crimes de outros ?!? (sim porque já estou a pagar e o 'saque legal' vai continuar...)

-Quando é que há culpados a pagar/devolver o que roubaram aos accionistas, aos depositantes, aos contribuintes, ao Erário Público ?!?

-E se o 'guardião' guardou mal deve ser penalizado (por exemplo numa redução do vencimento e regalias dos governadores/ administradores, directores, ...).

- E ''o Ladrão'' / ''os LADRÕES'' (sim, porque tanto é «aquele que vai à horta como aquele que fica à porta ou beneficia directamente com a ladroagem») é que são os GRANDES CULPADOS (até eram também os mandantes) e deverão ser levados à Justiça e esta deverá ser célere e eficaz, ...
e não deixar prescrever, e não não conseguir provar, e não deixar ir tudo por terra por 'technicalities' processuais, e não deixar ser manipulada por fugas de informação e por comentadores políticos, e não ser condicionada por pressões e chantagens económico-partidárias, e por amiguismo e nepotismo com muitos ''telhados de vidro'', e por ...

- E este 'entretém' todo é que é incompreensível, é inadmissível, é falta de Justiça, é falta grave de 2 órgãos de Soberania !!


+ nota favorável para o Tribunal de Contas que, apesar de à posteriori e apenas parcialmente (por escassez de recursos ), tem vindo a MOSTRAR Serviço Público de Qualidade, a revelar TRANSPARÊNCIA, a apontar medidas correctoras, e a 'castigar' prevaricadores...


Comentar post