1 comentário:
De Coop.e COLIGAÇÂO de Cidadãos/Militantes. a 12 de Julho de 2011 às 17:16
Muitas ideias já existem ... o que é preciso é serem aplicadas, com ou sem algum ajustamento e melhorias contínuas...

As vontades e as práticas (e / dos 'agentes') é que precisam de ser alteradas para que se chegue a consensos/ colaboração,...

- Por base de trabalho deve estabelecer-se um (conjunto de) mínimo denominador(es) comum ...
- por objectivo final temos 'the sky is the limit',
- por objectivo médio ou curto temos pequenas melhorias a fazer em quase tudo,
- por meios temos a liberdade a pluralidade cívico-democrática, a que se podem juntar alguns conhecimentos e recursos (preferencialmente de baixo custo e fácil manuseio: como a internet, com e-mails/sms, blogs/páginas, ...).

como exemplos:
. nas ''renováveis'':
- porque não explorar aerogeradores verticais (em vez da massificação com os horizontais sobre coluna)? sim, já foram descobertos...

. na política partidária:
- porque não criar uma estrutura simples e pequena (depois aberta a outros, tipo ''coligação de membros efectivos e eventuais'') que agregue vontades e possa desempenhar várias funções ?
tipo:
. movimento/associação cívica/ Clube de Opinião / Cibersecção partidária/ Corrente de Opinião partidária / ...
. com os mesmos membros (nucleares/efectivos e outros eventuais) ...
. usando uma mesma plataforma de comunicação blog/página +lista de e-mails+ lista de tels/sms, ...
. com estatutos muito simples mas versáteis e um núcleo reduzido de princípios e algumas 'bandeiras' eventuais (ou sem elas, deixando para cada momento a eventual e livre adesão ou não, de cada membro)...
. aproveitando uma série de documentos e recursos existentes em vários sitios... para promover/difundir as nossas ideias (base, como grupo; e outras como pessoais), moções, ... e apoiar, rápida e eficazmente, listas/candidatos a congressos, orgãos, autarquias, ...
...
Zé T.


Comentar post