De Zé T. a 14 de Julho de 2011 às 12:07
«O deficit de Portugal está a crescer 35,3 milhões por dia (INE).
Existe um desvio enorme em relação ao que Portugal se comprometeu com a troika. ...»

Que espanto !

Qualquer aprendiz de economia sabe que com juros a +de 5%
(e actualmente já andamos a pagar a mais do dobro!! juros de emprétimos para pagar empréstimos...!!) e sem petróleo ou equivalente (ou escravatura) ...
NENHUMA ECONOMIA consegue crescer nem sequer estabilizar o seu défice !!

Mesmo que o Estado reduzisse a DESPESA de funcionamento
(nºtrabalhadores, salários, pensões, electricidade, rendas, segurança, justiça, saúde, ensino, ...)
e de investimento
(ou até a simples reparação de equipamentos)...
-isto é, se de facto deixasse de existir Estado e Administração Pública ...(seria o caos da barbárie...) e não esqueçamos a maior fatia da 'Dívida soberana' não é pública mas privada e é esta que a arrasta...) -

a DÍVIDA (e os juros do seu custo), só por si e ao nível que está, continuaria a crescer, como está, e cada vez pior, pois ó seu crescimento já está num plano EXPONENCIAL ... até rebentar.

As acções de melhoria e racionalização de actividade pública e privada devem fazer-se ...
mas a solução deixou de ser simples economia contabilística interna
para ser um problemão de economia política internacional.

E aí, o que conta, é a capacidade de negociação/diplomacia/alianças e da força/peso do/s país/es e da União Europeia face aos adversários:
a alta FINANÇA
(nacional e internacional, os especuladores, a banca, os multimilionários, os credores de peso...
e os outros grandes agentes no mercado global da moeda/divisa de referência internacional:
EUA, China, Árabes, Rússia, ...)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres