4 comentários:
De Parabens a 26 de Julho de 2011 às 20:02
Ainda não vi, aqui no Luminária , os parabéns que são devidos (será que são?) a José Seguro e â sua, retumbante, vitoria.


De Um exemplo a seguir a 25 de Julho de 2011 às 16:31

Quantos lhe seguirão o exemplo? Estamos cá para ver

O presidente do PS/Porto, Renato Sampaio, anunciou, esta segunda-feira, que se demitiu do cargo, tendo solicitado a convocação de um congresso distrital electivo, afirmando que a sua decisão "não é um adeus, mas um até amanhã".

foto Global Imagens/Adelino Meireles

Renato Sampaio deixo a presidência do PS/Porto

Numa declaração aos jornalistas, sem direito a perguntas, Renato Sampaio disse que perante "a derrota nas eleições legislativas" de 5 de Junho tirou de imediato "as devidas consequências políticas", tendo explicado o porquê de não o ter assumido nessa altura.

"Só não o assumi nesse preciso momento devido à demissão do secretário-geral e à necessidade de garantir a estabilidade no interior do PS até à eleição de uma nova liderança, processo que terminou este fim-de-semana", declarou.


De O que no LUMINÁR foi escrito fáz tempo a 21 de Julho de 2011 às 11:56
Numa “carta aberta ao futuro secretário-geral do PS”, defendem também que “a unidade do Partido Socialista deve recusar completamente as tentativas de criar oposições internas entre ‘aparelho’ e ‘elites’”.

“O PS saiba aproveitar este momento para avaliar profundamente e sem preconceitos a sua governação, nos seus aspectos positivos, mas também nas suas debilidades”

Já aqui, no Luminaria, foi refenciado essa contatação, «contesta-se a dicotomia interna entre “aparelho” e “elites”, argumentando que “seria uma opção autofágica em tudo contrária aos interesses do PS”, que “tem de reforçar a sua capacidade de atracção de diversos sectores da sociedade portuguesa”, mas também “deve muito à sua estrutura militante organizada”. »

Daí a proposta de que "a elite" que surgir do proximo congresso deverá promover a "refundação" de todo "aparelho" "impondo" que haja eleições para todos os orgãos com "obrigatoriedade" de renovação dos responsaveis.

Esta é a nossa "Carta Aberta" de postantes, de militantes, ex-militantes e muitos simpatizantes comentadores do Luminária.


De . Opor-se ao 'status quo' ... dos 'A' . a 21 de Julho de 2011 às 11:20
«
PS COIMBRA - OLIVAIS

A lista que agora apresentamos e que segue abaixo é a única representante na sua secção da candidatura de Francisco Assis a Secretário-geral do Partido Socialista, radicada na moção “A Força das Ideias”.

Reconhecemo-nos no conteúdo dessa moção, revemo-nos na liderança do respectivo candidato e identificamo-nos com o sentido que ele tem imprimido à sua campanha.

Esta lista resulta de uma conjugação de vontades de militantes socialistas apoiantes de Francisco Assis, com quem partilhamos a determinação de contribuirmos para que o PS se RENOVE profundamente.
Na verdade, só assim ele atingirá uma robustez política suficiente para poder enfrentar com êxito as tarefas políticas que inevitavelmente o vão esperar num futuro próximo.

Com Assis, estamos cientes da NECESSIDADE de se iniciar já um caminho de PROFUNDA MUDANÇA. Mas seria trágico que apenas se mudasse à superfície, subsistindo em profundidade o que há de mais gravoso nos actuais BLOQUEIOS.
Com Francisco Assis não correremos o risco de ver apenas corrigidos os pequenos defeitos. A mudança será real.

De facto, as suas propostas são objectivamente incompatíveis com a PERPETUAÇÂO do que há de ESTAGNADO no PS. E é nelas que se inscreve inelutavelmente um futuro realmente novo para todo o nosso partido.

Votem Francisco Assis.

Votem lista B !

Efectivos
· Rui Namorado
- ...
»
(-por RN, OGrandeZoo,21.7.2011)
---------------------------------
Anónimo disse...

Parabéns pela apresentação de Lista e por defenderem a profunda renovação do PS.

Não sei qual dos candidatos será melhor.
Para além de promessas/compromissos vagos e de perfis/passados políticos existem os apoiantes ...
e se um congrega o topo da hierarquia passada, ao outro juntam-se os aparelhistas intermédios, antes ferrenhos apoiantes acríticos do anterior líder e sua equipa...

Como não pertenço a nenhum dos ditos grupos, nem sequer voto em Coimbra, as minhas dúvidas mantém-se...

Mas assinalo a importância de todos nos empenharmos em Mudanças profundas no PS (e em pressionar os líderes para que as façam)
para voltar a obter o apoio do eleitorado (interno e externo),...
farto destas políticas neo-liberais e de práticas duvidosas quanto a transparência, democraticidade, igualdade de acesso, justiça, prossecução do interesse público, ...

Zé T.


Comentar post