Terça-feira, 16 de Agosto de 2011

O homem que nos trata da saúde da nossa carteira e das nossas poupanças.

A troika, o ministro das finanças, em particular e o governo em geral, estão apostados, as circunstancias a tal obriga, segundo palavras do próprio Primeiro-ministro Passos coelho, em raspar-nos os últimos cobres, que nos restam, da algibeira.

Enquanto os portugueses (aqueles que ainda vão tendo essa sorte) foram a banhos os nossos (des)governantes, acolitados pela troika, fizeram o favor de nos fazer a cama onde, no próximo futuro, iremos deitar os nossos parcos rendimentos de, desafortunados, trabalhadores neste país acantonados.

O IVA de bens essenciais como o pão e o leite passam a pagar mais que certos negocios de ouro, nada menos que 13% ou seja mais 7% e a taxa máxima de 23% acrescida de mais 2%.

Depois do abre mão das goden shares (posição de valor privilegiado e estratégico em determinadas empresas) sem qualquer contrapartida por parte dos restantes accionistas, como alias acabou por ser o deita fora do BPN, a prejudicar de forma escandalosa o interesse publico do Estado, irão seguir-se, pelo mesmo caminho, a alienação de participações em empresas detidas pelo mesmo Estado.

A venda de participações na PT, EDP, GALP e outras, irá acontecer no preciso momento em que as agencias de rating as desvalorizar até que os putativos compradores (sobretudo accionistas de tais agencias) o entenderem como apropriado aos seu especulativos interesses. Um real e escabroso pacto leonino que ainda há não muitos anos ofenderia um qualquer usurário judeu.

Ao aumento do gás e da electricidade juntam-se o fim, em alguns casos, ou aumento noutros de certas taxas moderadoras a quem recorra aos serviços de saúde como se vivêssemos num pais de ricos onde mais de 25% da população vive abaixo do limiar mínimo da sobrevivência ou mesmo em estado de pobreza vegetativa.

Para os que ainda vão tendo a, já muito invejada e quase obscena, sorte do acesso a um, promíscuo, decimo quarto mês ser-lhes-á retirado uma boa maquia que poderá atingir os 52%.

Não se queixem, comam raspas porque no raspar é que está a virtude!



Publicado por Zé Pessoa às 15:16 | link do post | comentar

2 comentários:
De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 16 de Agosto de 2011 às 17:07
Pois é. Tem muita razão mas não lhe serve de nada. Nem a si, nem a mim, nem a muitos outros «tótós» portugueses que só servem para «pagar» e sustentar todo este nosso «folclore» de desbunda governativa dos últimos anos...
E alguém me responde porque não são chamados a «pagar» a «crise» os cidadãos que não vivem dos rendimentos de trabalho? Nomeadamente os que vivem dos chamados rendimentos das «rendas»... Das rendas de património construído, ou de juros de aplicações bancárias, de aforro ou de investimentos, por exemplo.
Ou como se pode explicar neste chamada «crise» em que se paga e vai ainda agravar a taxa do IVA em bens como o gás, a electricidade ou até o pão e o leite, e que quem compra ouro para aforrar estava e continua a estar isento de pagamento de IVA ?
Ou como se pode ter e manter o IVA à sua menor taxa para «futebóis» e outros desportos tão «importantes» como por exemplo o golf, ou ainda, para concertos de música e «rocalhadas de verão» e querer que o «povão» entenda este anunciado aumento para a taxa maior do gás e da electricidade?
Estão a brincar com os «Zé's» mas não tem mal porque o povo é «manso»...


De Mentirosos a 17 de Agosto de 2011 às 09:24
"Estamos todos os dias a poupar, o Estado tem de dar o exemplo" terá afirmado PPC no seu comicio do Pontal.
Ora veja!
Segundo dados disponibilizados pelo Executivo no seu site sobre as nomeações, já há cinco nomes na Estrutura de Acompanhamento dos Memorandos, em que o salário mensal bruto mais baixo é de 3600 euros. A equipa liderada pelo secretário de Estado adjunto do primeiro-ministro, Carlos Moedas, contratou um especialista por 5775 euros brutos mensais, um salário superior a qualquer secretário de Estado. As cinco nomeações para esta equipa representam um encargo de 22 889 mil euros mensais.
como se pode chamar a esta gente?



Comentar post

MARCADORES

administração pública

alternativas

ambiente

análise

austeridade

autarquias

banca

bancocracia

bancos

bangsters

capitalismo

cavaco silva

cidadania

classe média

comunicação social

corrupção

crime

crise

crise?

cultura

democracia

desemprego

desgoverno

desigualdade

direita

direitos

direitos humanos

ditadura

dívida

economia

educação

eleições

empresas

esquerda

estado

estado social

estado-capturado

euro

europa

exploração

fascismo

finança

fisco

globalização

governo

grécia

humor

impostos

interesses obscuros

internacional

jornalismo

justiça

legislação

legislativas

liberdade

lisboa

lobbies

manifestação

manipulação

medo

mercados

mfl

mídia

multinacionais

neoliberal

offshores

oligarquia

orçamento

parlamento

partido socialista

partidos

pobreza

poder

política

politica

políticos

portugal

precariedade

presidente da república

privados

privatização

privatizações

propaganda

ps

psd

público

saúde

segurança

sindicalismo

soberania

sociedade

sócrates

solidariedade

trabalhadores

trabalho

transnacionais

transparência

troika

união europeia

valores

todas as tags

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS