De Tragédia Atlântica a 19 de Setembro de 2011 às 18:47
DESILUDAM-SE

A imensa teia montada pelo PSD na Madeira transformou muitos madeirenses em coniventes com o Alberto João no ESQUEMA de “SACAR” dinheiro, mais de trinta anos de esquema instalado assegura vitórias eleitorais ao PSD-Madeira. O Alberto João voltará a ganhar as eleições e ainda se vai servir das suas VIGARICES contabilísticas para reforçar a sua maioria.

O Presidente da República já foi CHANTAGEADO (quando a sua maioria absoluta dependia dos deputados madeirenses), já GOZADO ao ser chamado de senhor Silva e nunca teve o mais pequeno gesto público de desagrado. Não é desta vez que vai tomar posição.

A JUSTIÇA portuguesa é uma TRETA e mesmo que o Alberto João venha a ser julgado e condenado quando tal suceder já exerceu dois mandatos e estará confortavelmente reformado se a saúde o permitir. Antes de isso suceder já terá usado o dinheiro dos contribuintes para PERSEGUIR judicialmente por difamação todos os que ousem criticá-lo.

Passos Coelho trocará os 1.700 milhões de euros, esquecerá a forma como foi gozado pelo Alberto João em pleno congresso do PSD, inventará um qualquer DESVIO colossal não se sabe nem saberá bem onde e com o dinheiro dos contribuintes irá em auxílio do Alberto João. No próximo mandato o líder madeirense terá ainda mais dinheiro e folga para aumentar a dívida madeirense.

Os nossos JORNALISTAS estarão mais interessados em conhecer o património de um primo em quarto grau de Sócrates do que em DENUNCIAR as vigarices do Alberto João, com o Governo a fazer tudo para que a vigarice da Madeira saia das primeiras páginas não tardará muito para que o assunto seja ESQUECIDO.

Um dia destes vai rebentar um qualquer processo Casa Pia e tal como sucedeu com Durão Barroso que conseguiu iludir o descontentamento popular também o actual governo vai beneficiar de uma qualquer MANOBRA de DIVERSÃO inventada por uma qualquer Felícia.

Seremos nós os “cubanos” que vamos PAGAR o actual e futuro BURACO da Madeira mais os DESVIOS colossais de que o Pedro Passos Coelho se lembrar.
E o melhor é ficarmos CALADOS para não sermos acusados de qualquer coisa que nem imaginamos.
E também é melhor ficarmos QUIETOS pois as POLÍCIAS ficaram fora da austeridade para o caso de ocorrerem TUMULTOS.

-------------OJumento --------------


Só mesmo um homem despojado de todo o sentido de auto critica, de ética ou moral faz que este "sr." fez e ainda VOMITA ódios e ofensas a quem quer que seja.
Devo ainda lembrar que existe um secretário REGIONAL de finanças e plano e todo o seu gabinete de apoio que criaram e VALIDARAM estas pérolas.

Tem como objectivo supremo o vencer as ELEIÇÕES, gastando o que for preciso numa CAMPANHA carnavalesca com JANTARADAS de borla para o povo, com todas falta de isenção.

O que vejo aqui na Madeira é uma FRAUDE monumental em que certas EMPRESAS ligadas ao GOVERNO pagam tudo, em que tudo se faz à PRESSA para que se possa INAUGURAR seja de que forma for.

Vejo empresas FALIDAS a contratar trabalhadores para adiantar obras para que pareçam estar feitas, mas são essas mesmas empresas que já tem prontas LISTAS de centenas de funcionários a DESPEDIR no pós 9 de Outubro.

É a VERGONHA absoluta.

(-por : bolo do caco)


De PENALIZAÇÂO de POLÌTICOS e Administrador a 19 de Setembro de 2011 às 19:12
Buraco nas contas da Madeira...

No ano passado, Passos Coelho defendia PENALIZAÇÃO (não só político-partidária, mas também CIVIL e CRIMINALMENTE ) para autores de maus resultados ...

E agora ? como vai ser ?

------------------
Telmo:

Pois...mais uma do primeiro-ministro a mostrar as diferenças entre falar e fazer, mostrando que é um homem de palavra...

Um pormenor que ouvi nesta reportagem:
para casos como os de Alberto João Jardim em que o CRIME foi cometido CONSCIENTEmente (ele até se gaba de o ter cometido) está previsto na LEI punição até 1 ano de CADEIA,
ora bem, porque raio até agora a comunicação social só falou numa MULTA até 25 mil euros?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres