Crise provocada com intenções usurpadoras. Eu não sou adivinho!

Eu não sou adivinho como parece ter sido o juiz que ilibou das acusações elencadas pelo Banco de Portugal a alguns dos presumíveis responsáveis pelos desvios nos BPN. Vejam lá que o dinheiro desaparece, nos pagamos e ninguém foi ou vai dentro. Isto é o máximo do expoente solidário em que os pobres, os excluídos, os sem abrigo, ajudam à faustosa vivencia de certas pessoas.

Ângela Merkel que havia dito, na semana passada, "não há milagres" na cimeira de domingo para a resolução da crise demonstrou que os seus interesses são outros que não seja a valorização dos mercados e o crescimento da economia.

Tudo indicia que esta gente está mais interessada nas quebras generalizadas nas bolsas europeias com o EuroStoxx 50 a cair 1,68% e o Bloomberg European 500 a descer 1,05%. Em Wall Street o balde de água frio germânico foi ainda mais pernicioso - com os principais índices a serem atacados pelo "urso": o índice Dow Jones quebrou 2,13%, o S&P 500 caiu 1,94% e o Nasdaq  teve uma queda de 1,98%. O saldo diário final das palavras alemãs foi uma quebra bolsista mundial de 1%. A nível do sector financeiro, a quebra de capitalização nas bolsas mundiais foi superior, de 1,2%.

Eu não sou adivinho mas lendo as declarações proferidas por certos alemães como sejam Wolfgang Schauble que falando de "irrealismo" na resolução da crise em oito dias, fez baixar drasticamente as expectativas sobre a cimeira de domingo quase a matando, mais parece estarem a fazer o jeito a certos empresários e especuladores para adquiram as empresas públicas gregas, portuguesas, espanholas e italianas e pelo menos uma ou duas ilhas dispersas, no Atlântico “ao preço da uva mijona”. 

Depois disso iremos constatar e retoma bolsista e a valorização da economia para que o capitalismo especulativo retome a sua marcha, a menos que, entretanto, os indignados se indignem, efectivamente, e as populações do planeta assumam nas suas mãos outras soluções e novos rumos para a economia mundial e fluxos financeiros.



Publicado por DC às 13:04 de 18.10.11 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Zé T. a 18 de Outubro de 2011 às 15:06
É isso.

Há interesses (nacionais, internacionais, apátridas, sem rosto) das grandes empresas, bancos e especuladores ... para controlar os Estados economias e recursos
e, se necessário, derrubar governos e democracias ...
no entretanto vão pisando e escravizando as famílias e trabalhadores.

Há que contra-atacar os seus quarteis generais/porta-aviões - os offshores/ paraísos fiscais - ,
as suas marionetes/lacaios (governosdeputados, jornalistas, comentadores...)
e abastecimentos: as transações financeiras (obrigando estas e as sedes/empresas a pagar impostos como qualquer empresa socialmente responsavel)


De Quem Paga impostos é SÓ a classe média. a 20 de Outubro de 2011 às 18:11
E não esquecer que o Estado é suportado (pelo dinheiro dos contribuintes) principalmente pelos trabalhadores por conta de outrém (que pagam IRS) e por 2 ou 3 grandes empresas públicas que têm sede em Portugal e por isso pagam os impostos devidos (IRC) e os dividendos da respectiva participação estatal.
Isto é.:
1- a maioria dos pequenos empresários NÃO PAGAM IMPOSTOS, porque declaram não ter lucros (se os tiverem arranjam todo o tipo de despesas pessoais e familiares que incluem nas contas da empresa para anular esses lucros) ou porque simplesmente tem ''contabilidade paralela'', fugindo ao Fisco.

2- a quase totalidade das grandes empresas (e seus administradores, dirigentes, accionistas ... através de 'holdings/SGPS e 'fictícias micro-empresas') NÃO PAGAM IMPOSTOS porque tem os seus negócios e rendimentos sediados em OFFSHORES (Holanda, Madeira, Lichenstein, ...) - pelo que o Estado Português não recebe nada destes tubarões...

3- tudo o resto (como cobrar mais impostos aos ricos...) é balelas para enganar/entreter papalvos ... a única medida para haver justiça fiscal passa por controlar/ acabar com os offshores e taxar fortemente as transações financeiras.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO