De OBSCENA defesa e ''INEVITABILIDADE''... a 25 de Outubro de 2011 às 09:20
OBSCENIDADE
(-por Vital Moreira , CausaNossa)

Causa alguma REVOLTA ver gestores e empresários abastados, com pingues rendimentos de capital, CRITICAREM a DENÚNCIA da INIQUIDADE das novas medidas de austeridade, que os poupam inteiramente
(como aliás já sucedia com as anteriores) enquanto castigam duramente os funcionários públicos e os pensionistas.

Um mínimo de pudor devia aconselhar ao menos um recatado silêncio.
No debate político a DEFESA NÃO DECLARADA de INTERESSES PESSOAIS é simplesmente OBSCENA !!
-----------------

INEVITABILIDADE (uma ova !!)
(-por Vital Moreira )

O Governo e os seus apoiantes não se cansam de repetir a cassete de que as medidas de austeridades anunciadas com o orçamento para 2012 são "inevitáveis" e "não têm alternativa".

Mas uma coisa é defender que os objectivos de reequilíbrio orçamental têm de atingir o montante em causa (conjugando cortes na despesa e aumento da receita),

outra coisa bem diferente é defender que a repartição dos sacrifícios tem de ser tão iníqua como a que é proposta.
- Há alguma razão para que uns (como os funcionários públicos e os pensionistas) suportem enormes cortes nos seus rendimentos,
enquanto outros, justamente os mais RICOS, não sofram nenhum corte nos milhões de euros que recebem de RENDIMENTOS de CAPITAL (dividendos, mais-valias mobiliárias, juros de obrigações e de depósitos)? !!


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres