Os cágados que falam

 

...«São como os cágados alcandorados na árvore: não treparam, alguém os pôs lá

 



Publicado por [FV] às 09:53 de 24.10.11 | link do post | comentar |

3 comentários:
De OBSCENA defesa e ''INEVITABILIDADE''... a 25 de Outubro de 2011 às 09:20
OBSCENIDADE
(-por Vital Moreira , CausaNossa)

Causa alguma REVOLTA ver gestores e empresários abastados, com pingues rendimentos de capital, CRITICAREM a DENÚNCIA da INIQUIDADE das novas medidas de austeridade, que os poupam inteiramente
(como aliás já sucedia com as anteriores) enquanto castigam duramente os funcionários públicos e os pensionistas.

Um mínimo de pudor devia aconselhar ao menos um recatado silêncio.
No debate político a DEFESA NÃO DECLARADA de INTERESSES PESSOAIS é simplesmente OBSCENA !!
-----------------

INEVITABILIDADE (uma ova !!)
(-por Vital Moreira )

O Governo e os seus apoiantes não se cansam de repetir a cassete de que as medidas de austeridades anunciadas com o orçamento para 2012 são "inevitáveis" e "não têm alternativa".

Mas uma coisa é defender que os objectivos de reequilíbrio orçamental têm de atingir o montante em causa (conjugando cortes na despesa e aumento da receita),

outra coisa bem diferente é defender que a repartição dos sacrifícios tem de ser tão iníqua como a que é proposta.
- Há alguma razão para que uns (como os funcionários públicos e os pensionistas) suportem enormes cortes nos seus rendimentos,
enquanto outros, justamente os mais RICOS, não sofram nenhum corte nos milhões de euros que recebem de RENDIMENTOS de CAPITAL (dividendos, mais-valias mobiliárias, juros de obrigações e de depósitos)? !!


De .Direitos adquiridos só para alguns... a 25 de Outubro de 2011 às 09:43
O tutor de Passos Coelho em "plano inclinado"


Em Novembro de 2010 Ângelo Correia, que durante anos ajudou Passos Coelho a alimentar-se, dizia que os direitos adquiridos são uma burla, falava no programa "Plano Inclinado" da SIC, da responsabilidade de Mário Crespo, referia-se então aos direitos adquiridos dos outros.

Parece que estando em causa os seus "direitos adquiridos" e apesar de serem trocos ao lado da sua imensa fortuna estes deixam de ser uma burla e ganham o estatuto de intocáveis.

«Por uma questão de "identificação" com os cidadãos que vão ficar sem subsídio de férias e de Natal, Ângelo Correia, antigo deputado e ministro, afirma aceitar o corte de 14% nas subvenções vitalícias de ex-políticos que trabalhem no setor privado, tal como foi já anunciado pelo ministro das Finanças.
Já quanto à eliminação pura e simples dessa pensão, no caso de antigos titulares de cargos públicos que estejam a trabalhar no privado (tal como prevê uma medida defendida pela maioria parlamentar PSD/CDS), Ângelo Correia não concorda, por se tratar de um "direito adquirido".» [RTP]

É gente como esta que faz com que cheire mal neste país.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO