De “O triunfo dos Porcos” a 29 de Novembro de 2011 às 16:27
A presidente da Assembleia da República acaba de atribuir a Mota Amaral, na qualidade de ex-presidente do Parlamento, um gabinete, uma secretária, um BMW 320 e um motorista.

O despacho é assinado por Assunção Esteves, e remete para o articulado que regulamenta o funcionamento dos serviços da Assembleia da República, a Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da Assembleia da República (LOFAR), publicada em anexo à Lei n.º 28/2003, de 30 de Julho, e do n.º 8, alínea a), do artigo 1.º da Resolução da Assembleia da República n.º 57/2004, de 6 de Agosto, alterada pela Resolução da Assembleia da República n.º 12/2007, de 20 de Março.
O facto está a ser divulgado na Internet, e está a ser apresentado como uma prova de que a Assembleia da República não aplica a si mesma os cortes que, na atual crise, o governo tem vindo a impor aos portugueses.
Os e-mails que já correm na Internet sobre este assunto apresentam como título "Poupar????? É só para alguns....."

Transcreve-se o despacho em causa:

"Despacho n.º 1/XII -- Relativo à atribuição ao ex-Presidente da Assembleia da República Mota Amaral de um gabinete próprio, com a afectação de uma secretária e de um motorista do quadro de pessoal da Assembleia da República.

Ao abrigo do disposto no artigo 13.º da Lei de Organização e Funcionamento dos Serviços da Assembleia da República (LOFAR), publicada em anexo à Lei n.º 28/2003, de 30 de Julho, e do n.º 8, alínea a), do artigo 1.º da Resolução da Assembleia da República n.º 57/2004, de 6 de Agosto, alterada pela Resolução da Assembleia da República n.º 12/2007, de 20 de Março, determino o seguinte:

a) Atribuir ao Sr. Deputado João Bosco Mota Amaral, que foi Presidente da Assembleia da República na IX Legislatura, gabinete próprio no andar nobre do Palácio de São Bento;

b) Afectar a tal gabinete as salas n.º 5001, para o ex-Presidente da Assembleia da República, e n.º 5003, para a sua secretária;

c) Destacar para o desempenho desta função a funcionária do quadro da Assembleia da República, com a categoria de assessora parlamentar, Dr.a Anabela Fernandes Simão;

d) Atribuir a viatura BMW, modelo 320, com a matrícula 86-GU-77, para uso pessoal do ex-Presidente da Assembleia da República;

e) Encarregar da mesma viatura o funcionário do quadro de pessoal da Assembleia da República, com a qualificação de motorista, Sr. João Jorge Lopes Gueidão;
Palácio de São Bento, 21 de junho de 2011
A Presidente da Assembleia da República, Maria da Assunção Esteves.
Publicado
DAR II Série-E -- Número 1
24 de Junho de 2011


De Deputados e cidadãos Tugas e Suecos... a 30 de Novembro de 2011 às 09:13
Na Suécia os deputados têm de partilhar um pequeno gabinete de trabalho no Parlamento;
os que vivem fora da capital têm direito a partilhar uma ''casa de função'' de 18m2 (T0) a 48 m2(T1), sem empregados e lavandaria colectiva;
não há direito a secretárias particulares (existe um secretariado para todos os deputados de todos os partidos), nem motoristas, nem carros para uso próprio,
nem subsídios de re-integração!!, nem de deslocação, nem de residência, nem de transporte, nem de isenção de horário, nem de telefone, ... !!!
nem adjuntos nem assessores de grupos parlamentares (usam os serviços e os dados/informações/ pareceres dos técnicos da admin. pública).

Na Suécia, a função de Deputado é de Serviço Público, e não há privilégios destes relativamente aos demais cidadãos.

Em Portugal, que é um país Rico !!, e tem deputados com categoria e inteligência superior !! aos restantes cidadãos (Portugueses e Suecos), a Ass.República (deputados e funcionários) têm de ter condições de luxo e têm de ser bem pagos (mais que os restantes trabalhadores da Adm.Pública, das carreiras gerais) ...
porque os restantes Cidadãos portugueses são : POBRES, ABÚLICOS, ILITERATOS, EGOÌSTAS, DESORGANIZADOS, e ''emBURRados'' (pelos sucessivos governos/governantes e elites económico-comunicacionais...) ...
para se desinteressarem da Política e desvalorizarem ''os Políticos'' (todos os cidadão são políticos !!) e a DEFESA dos seus próprios interesses Económico-Sociais e de CIDADANIA e não FISCALIZAREM os actos e medidas políticas tomadas pelos seus representantes e governantes. !!!
Depois queixem-se ... à bola, ao fado/destino, à TV ou a Fátima...

Zé T.


De .Ditadura e descontrolo ou Rapina.. a 30 de Novembro de 2011 às 10:31
Freitas arrasa Merkozi

A União Europeia:
"Um grupo de países democráticos governados por uma ditadura"

(# posted by Raimundo Narciso, PuxaPalavra)
--------
Comments:

Enquanto a rapina se desse apenas entre compatriotas tudo bem...
Agora quererem esses imperialistas vasculhar cá as nossas contas, isso nunca!
Que emprestem e nós pagarmos ou comprometer-mo-nos a pagar tudo bem, somos gente de boas contas,
agora querem mandar no nosso orçamento (para onde ia a fiscalização soberana da AR?) saber como gastamos, onde gastamos etc isso nunca !!!

Imagine-se que aparecia aí uma equipa de 7ª ou 8ª linha de cagões franceses ou quadrados prussianos a pôr em causa, por exemplo (só por exemplo ! ),
o dinheiro que o Estado gasta em pareceres e estudos com os nossos competentíssimos gabinetes de advogados e consultores (embora no ano passado apenas tenham sido despendidos pouco mais que uns 600 milhões),
mas, fosse o que fosse, o que teriam eles a ver com isso?
Não somo um povo independente desde o A.H.? Quereriam eles que Portugal tivesse, por exemplo, a péssima qualidade legislativa deles?
Um exemplo:
lá na França do sr. Sarkozy quer saber-se qq coisa de IVA/TVA vai-se ao código dos impostos (Code général des impôts), sobre IRS vai-se ao mesmo código, IRC a mesma coisa, etc etc etc.
Será esse tipo de coisas que iam querer para nós que, só códigos fiscais, temos mais de uma dúzia?
Teremos nós que regredir para satisfazer os ditames de Merkozy?
É esta, com certeza, a indignação de F. Amaral e qualquer patriota que se preze.

# posted by Anónimo : 29/11/11 13:55
O que vale é que temos (alguns) gajos com tomates (às vezes... para algumas coisas...).


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres