De . ATA 16 subdirectores-gerais !!!. a 19 de Dezembro de 2011 às 14:26
Bem prega Frei Tomás, mas vejam lá o que ele faz
(-por MMLM, CausaNossa)

A Autoridade Tributária e Aduaneira tem nada mais nada menos do que 12 subdirectores-gerais (!!), mais 4 directores equiparados a subdirectores-gerais e 34 directores de serviços.
Tive que ler a nova orgânica no Diário da República para acreditar.
É certo que reuniu numa só Direcção, a DGCI, a DGAEC (alfândegas) e a DGITA (informática dos impostos), ou seja absorveu duas direcções-gerais mais pequenas.
Justificar-se-ia assim, admito, uma excepção à anteriormente prometida eliminação do cargo de sub-director geral, se bem ouvi, para acabar com as "gorduras".
Digamos até, para ser justa, justificava-se mais do que um sub-director.
Mas daí até 12+4 vai uma grande distância.

Com que autoridade impõe o Ministro das Finanças restrições e cortes na despesa aos restantes colegas de Governo, às autarquias, a todos os funcionários públicos se dentro do seu Ministério se trata com esta enorme “generosidade”?
Se há qualquer outra explicação, temos direito, no mínimo, a conhecê-la.
O facto de cobrarem os nossos impostos não lhes dá direito de os gastarem com estes privilégios!


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres