Parceria EDP ... dá choque aos consumidores

 Factura EDP "dá desconto" no Continente (mais uma parceria-esquema prejudicial para o consumidor).

Vejam o que está depois da notícia (retirado de uma resposta no Expresso online…)

    « Há dez minutos atrás, ao preencher o formulário para aderir ao descontinho de 10%, deparo-me com a obrigatoriedade de inserir um NIB para pagamento bancário. Como já tenho pagamento por conta bancária, recorri à menina EDP, através do 808 501 501 (linha dedicada aos patos que querem este descontinho e eu fui um deles).

- Fulana de tal... EDP... em que posso ser útil?

- Estou a tentar preencher online a adesão ao desconto de 10% e não há nenhum campo para indicar que já tenho pagamento pelo banco.

- Este será um novo contrato, por isso tem de introduzir o NIB, mesmo que seja o mesmo.

- Um novo contrato? Porquê?

- Porque a senhora está a deixar de ser cliente da EDP Universal e está a passar a ser cliente da EDP mercado liberalizado.

- E... isso quer dizer o quê???

- Que passa a estar no mercado liberalizado de fornecimento de energia que a TROIKA obrigou.

- E se eu não sair da EDP Universal?

- Mais tarde vai ter de sair, porque o mercado regulado vai acabar, por ordens da TROIKA.

- E vai acabar quando?

- Em 2015 vai deixar de haver.

- Então quer dizer que até 2015 ainda posso estar como cliente do mercado regulado!?

- Sim, mas depois tem de sair.

- E se sair já, o que acontece ao preço que vou pagar?

- Até final da campanha os preços mantêm-se...

- E depois de Dezembro de 2012 (final da campanha)?

????

- JÁ PERCEBI !  NÃO QUERO ADERIR, MUITO OBRIGADA.

 Espero que os caros comentadores e leitores também consigam perceber a tempo o que aí vem. »

   

- E O QUE PAGAMOS NA FACTURA DA ELECTRICIDADE ?!...

   Caros amigos:

Vocês por acaso sabem o que pagam na factura da electricidade?

 Eu também fiz a mesma pergunta antes de saber o que andamos a pagar.

 Vejam, neste exemplo duma factura de cerca de 66,50 €.  O que se paga:

 - 3,8 €, correspondentes a 6% do IVA (vamos passar  a pagar 23%);

 - 4,5 €, correspondente a 7% de Taxa para a RDP e RTP (para que Malatos, Jorge Gabrieis, Catarinas Furtados e outras que tais possam receber 17.000 e mais €/mês;

 - 35,6 €, para subsídios vários, que correspondem a 53% do total da factura (em 2011 estes subsídios vários já atingiram 2.500 M€. Para não se perderem são dois mil milhões de Euros)

 - 22,6 € correspondente realmente ao EFECTIVO consumo efectuado, ou seja 34% do total da factura. Desta forma, apenas consumimos 22,6 € de electricidade, mas pagamos no total 66,50 €.

 Mas agora vamos ver o que são os subsídios vários, ou seja, os 53% do total da factura que pagamos, e que este ano já vão em 2.500 M€.

 Permaneçam sentados para não caírem:

 - 3% são a harmonização tarifaria para os Açores e Madeira, ou seja, e um esforço que o país (TODOS NÓS) fazemos pela insularidade, dos madeirenses e açorianos, para que estes tenham electricidade mais barata. Isto é, NÓS já pagamos durante 2011, 75 M€ para aqueles ilhéus terem a electricidade mais barata!!!!

 - 10% para rendas aos Municípios e Autarquias. Mas que m... vem a ser esta renda? Eu explico: a EDP (TODOS NÓS) pagamos aos Municípios e Autarquias uma renda sobre os terrenos, por onde passam os cabos de alta tensão. Isto é, TODOS NÓS, já pagamos durante 2011, 250 M€ aos Municípios e Autarquias por aquela renda.

 - 30% para compensação aos operadores. Ou seja, TODOS NÓS, já pagamos em 2011, 750 M€ para a EDP, Tejo Energia e Turbo Gás, ...

 - 50% para o investimento nas energias renováveis. Aqueles incentivos que o Sócrates deu para o investimento nas energias renováveis e que depois era descontado no IRS, também o pagamos. Ou seja, mais uns 1.250 M€.

- 7% de outros custos incluídos na tarifa, ou sejam 175 M€. Que custos são estes? São Custos de funcionamento da Autoridade da Concorrência, custos de funcionamento da ERSE (Entidade Reguladora dos Serviços Eléctricos), planos de promoção do Desempenho Ambiental da responsabilidade da ESE e planos de promoção e eficiência no consumo, também da responsabilidade da ERSE.

   

ou, para uma factura de 100 €, os custos serão os seguintes:

 - IVA de 6% (passará a 23% em Novembro 2011) .......   5,7 €

 - Taxa de 7% para RDP e RTP ..............................   6,8 €

 - Subsídios diversos .............................................  53,5 €

 - 3% para harmonização tarifária dos Açores e da Madeira.......  1,6 €

 - 10% de rendas por passagem de cabos de alta tensão para Municípios e Autarquias.      5,4 €

 - 30% para compensar operadores - EDP, Tejo Energia e Turbo Gás.....   16,1 €

 - 50% para investimento em energias renováveis................................    26,7 €

 - 7% para custos de funcionamento da Autoridade da Concorrência e da ERSE......   3,7 €

 - CUSTO EFECTIVO DA ELECTRICIDADE CONSUMIDA ..............   34,0 €

                                                  TOTAL.................          100,0 €

 Estão esclarecidos?

     Isto é uma vergonha. NÓS TODOS pagamos tudo!  Pagamos para os açorianos e madeirenses terem electricidade mais barata, pagamos aos Municípios e Autarquias, para além de IMI's, IRS's, IVA's em tudo que compramos e outras taxas... somos sugados, chupados, dissecados ...

 

EDP (ou IDIPI *) / Electricidade cara ?!! … Se fosse em país de carteis, burlões, ladrões e corruptos ...

     Antes, ainda se podia dizer que 21% dos lucros da empresa revertiam em benefício do Estado Português (teoricamente para todos nós), agora privatizada ... a ABERRAÇÂO  é maior e vai ainda ser PIOR !... aumento do IVA, aumento de taxas, aumento de preços em mercado liberalizado mas com poder de monopolista!

  IDIPI - iletlecidade di Plotugal impossível !



Publicado por Xa2 às 19:39 de 16.01.12 | link do post | comentar |

1 comentário:
De .contadores bi-horário desacertados. a 17 de Janeiro de 2012 às 16:38
« Electricidade: contrato bi-horário »
ALERTA DE UMA FAMÍLIA DE BRAGA

Somos uma família de funcionários públicos de Braga.
Quando mudámos para esta casa, em Julho de 2004, estabelecemos um contrato bi-horário com a EDP na modalidade de "conta certa".
Até à alteração do IVA, confesso que nunca nos preocupámos com a conta da luz.
Hoje fomos fazer a alteração do contrato para "conta mensal".
Pedimos que nos explicassem como fazer a contagem para poder dar depois uma leitura mensal.
Assim, quando chegámos a casa fomos ao contador para perceber se a conseguíamos fazer.

Imaginem o nosso espanto quando verificámos que a hora que marcava o contador era de menos uma hora. Isto aconteceu às 18.52 h e o contador marcava 17.54 horas. Ligámos de imediato para a linha de apoio 808 505 505. Fomos atendidos com muita correção, aguardámos que nos dessem uma resposta, mas não o puderam fazer.
Pediram o meu contato e marquei uma vinda de técnicos para a próxima 4ª feira dia 2 de novembro, entre as 13 e as 15.30 horas. Questionei se os técnicos da EDP ao fazerem a leitura não deveriam verificar se a hora estava correta. Responderam que sim.

Não informei a linha da EDP, mas o contador bi-horário do meu vizinho tem também a hora atrasada.
Não sei se esta situação será mesmo um erro dos contadores ou se é uma forma de a EDP cobrar encapotadamente uma hora de "cheia" a mais, uma vez que no meu caso, coloco as máquinas a lavar por volta das 22.02 horas para poder estender a roupa e guardar a louça antes de ir dormir.

Questionei a linha da EDP sobre o que iria acontecer em termos de reposição destas horas e apenas referiram que iriam analisar a situação colocada, depois dos técnicos a verificarem.
Reparem que no nosso caso, ao longo de 7 anos e durante 6 meses (tempo de duração da mudança de hora), a EDP está a cobrar-nos uma hora de "cheia", quando deveria cobrar uma hora de "vazio".

Se isto acontecer a todas as famílias com bi-horário, imaginem o dinheiro que é retirado aos consumidores.

Já não chegam os aumentos de impostos, os cortes nos vencimentos e subsídios e ainda temos a EDP a vir-nos ao bolso através do contador...
Agradecia que divulgasse este email para que todos verifiquem o contador bi-horário.

Já informei... Espero assim alertar mais alguns consumidores que podem ter contadores "avariados", ou então dar início à deteção de mais um "imposto" para a EDP.
Assim é fácil ter lucros de milhões de euros."


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO