3 comentários:
De Mudar Políticos por meios REVOLUCIONÁRIO a 19 de Janeiro de 2012 às 10:32
Bem observado, mais uma vez.

A política em Portugal (e...) está a ASSASSINAR a DEMOCRACIA, a cidadania, a Justiça, a Liberdade, ... e a civilização...
e os ainda não infectados pelo VÍRUS do PODER
(corrupção, nepotismo, tráfico de influências, abuso de poder, apropriação de bens públicos, má gestão e danosa, incompetência, assédio, ...)
não conseguem MUDAR/afastar os poderosos 'padrinhos e capos', seus comportamentos/ máquinas e regulamentos viciados ou manipuláveis... e as oportunidades de se fazer uma transição 'pacífica' esfumam-se ...

Cada vez mais me convenço que, para a própria defesa da Democracia, a necessária Mudança terá de ser REVOLUCIONÀRIA... tanto dentro de cada partido como no sistema partidário/eleitoral português e europeu ... criando forças/correntes/grupos alternativos e muito afirmativos... sózinhos ou em grupos 'moles'/ 'bem comportados' não se vai a lado nenhum. ... e fica-se a ver a VIROSE infectar e destruir todos os VALORES Humanistas e Democráticos.


De Izanagi a 19 de Janeiro de 2012 às 11:11
Mas aqui estou de acordo com o presidente da Câmara de Gaia, que diz que está na altura de fazer uma lei que limite também o mandato noutras áreas, tais como nos sindicatos (são os mesmos há mais de 30 anos) nas associações e federações, nas IPSS, enfim, em todos os coletivos que recebam comparticipações financeiras ou outras, do Estado, os quais não são em menor número que as autarquias


De Zé das Esquinas, o Lisboeta a 19 de Janeiro de 2012 às 11:27
As sogras também deviam estar incluídas...
Há sogras há mais de 30 anos e não largam nem desapegam...


Comentar post