De Leis à medida de Corruptos e Advogados.. a 14 de Maio de 2012 às 09:21
Excelente e esclarecedora entrevista do fiscalista-advogado T.C.Guerreiro.
Não vamos lá (ao desenvolvimento) com comissões e mais leis, mas sim com transparência e poucas leis mas claras e simples, com meios de investigação e poderes de actuação dos tribunais.

--------
Moka a 9 de Maio de 2012

Reparem só neste exemplo de hoje:
«O presidente da Câmara de Oeiras foi condenado a dois anos de prisão por fraude fiscal e branqueamento de capitais, mas tem conseguido adiar o cumprimento da pena.

Relação rejeita recursos. Crimes do caso Isaltino não prescreveram (...alguns, mas os mais graves já prescreveram e aos outros pouco falta).

Procuradores não se conformam com o facto de Isaltino não ser detido
Possibilidade de novo recurso salva Isaltino Morais da prisão
Caso Isaltino decidido nos próximos dias
Isaltino Morais não pode ser detido enquanto existirem recursos pendentes
A defesa do presidente da Câmara de Oeiras, Isaltino Morais, decidiu recorrer para o Tribunal Constitucional e evita assim, novamente, a ordem de prisão.»

De que é que serviu ser condenado?
Alguém tem dúvidas que se pudesse candidatar-se, ganhava outra vez?
O povinho gosta é destes srs. gajos, revêm-se neles, gostavam de ser era como eles... «dá cá o meu...»
Acham ainda que vamos lá com «indignações»?


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres