De Catastroika e Dividocracia a 17 de Maio de 2012 às 18:02
Excelente vídeo
(e complementar do da «Dividocracia»),
deveria ser visto por todos os cidadãos e alunos de todas as escolas secundárias e superiores ...
deveria passar nas TVs, cinemas, associações, estádios, ...

É um vídeo longo mas RECOMENDO, vale bem a pena para conhecer como funciona a burla do neoliberalismo e a ladroagem das multinacionais, dos bancos, da troica, do FMI, ... e dos seus fortíssimos lóbis e escondida corrupção/suborno de governantes e altos dirigentes nacionais e do BCE e Bruxelas/UE.

Alguns extractos:
- ... fundo 'Treuhand' estatal alemão para privatização dos bens da ex-RDA, tomou conta de terras, edifícios, empresas, infra-estruturas, recursos públicos ... e privatizou-os apressadamente (até aos domingos), incluindo empresas lucrativas e competitivas a nível europeu (mas que, desgraçadamente para elas e seus trabalhadores, eram rivais das monopolistas da RFA), que foram vendidas ao desbarato para serem revendidas, ou integradas em grupos 'capitalistas', ou simplesmente abatidas ...
Este fundo público alemão acumula uma dívida de 250 mil milhões de €, (valor superior ao da dívida grega) mas que, convenientemente, não é incluído no orçamento da RFA.

Associadas aos "empréstimos/AJUDAS/'rescues" foram impostas pelos neoliberais "Chicago boys" do FMI/ Banco Mundial/ Tróika, com a conivência/proveito de "juntas militares ditatoriais" e/ou de "juntas de banqueiros e políticos corruptos" (na Argentina, Chile, Turquia, Rússia, RUnido, Grécia, município de Paris, etc) as PRIVATIZAÇÔES ...

Privatizações que permitiram o SAQUE desmedido de oligarquias e multinacionais, a par de uns bons 'tachos' criados para os 'amigos', falsos defensores do bem público.

Privatizações que falham estrondosamente o objectivo anunciado pelos políticos (poupança, melhor gestão, ...), e levam a mais Endividamento do Estado/erário público ... para pagar às empresas privatizadas e concessionárias de serviços, que antes eram públicos, CHORUDOS Subsídios e Rendas (de ocupação, serviço público, consultoria, exploração, 'segurança', 'desenvolvimento', ...) que rapidamente ultrapassam o valor recebido pela privatização !

Privatizações cuja 'excelente gestão' privada logo procura rentabilizar o negócio e para tal, de imediato corta nos pessoal, corta na formação, corta na manutenção, em R&D, corta na qualidade de serviço prestado ao público/clientes, ... e aumenta os preços dos seus bens ou serviços concessionados como (quase)monopólio, e volta a aumentar os preços, e taxas e comissões que vai juntando, ... até que a exorbitância e a pressão dos cidadãos obriga os poderes políticos a intervir...

Com a privatização de bens e serviços naturalmente monopólios ou quase - águas, comboios, rede eléctrica, etc -
(ou com empresas que praticam 'dumping' e 'cartel'/concertação de preços e sem a existência de regulação forte dos Estados/Justiça),
os contribuintes, consumidores e trabalhadores são as VÍTIMAS cada vez mais pisadas e exploradas e os serviços públicos concessionados a privados degradam-se mais ainda.
...
Mas vejam o vídeo.

Zé T.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres