4 comentários:
De "Zombies free market & offshore Corp.SA. a 24 de Maio de 2012 às 10:54
More jobs for the (Chicago) boys

As previsões da OCDE indicam que o desemprego estará nos 16% em 2013, outro ano de uma recessão sem fim. Graças às políticas de austeridade, o desemprego aproxima-se oficialmente e a passos largos do primeiro milhão. Na prática, sabemos que já hoje o ultrapassou. O que recomenda a OCDE? Mais austeridade. Típico. Esta gente não aprende ou aprende demasiado lentamente. Ainda há muito pouco tempo a OCDE andava a recomendar, vejam lá, subidas nas taxas de juro por causa da inflação. A OCDE também já foi a campeã da desregulamentação das relações laborais, até os seus próprios estudos começarem a indicar que as dinâmicas de criação de emprego não passam por aí, antes pelo contrario. A teoria económica convencional, a economia zumbi, serve para ocultar estas chatices.

Rumemos do conforto de um think-tank pago pelos estados em Paris para Lisboa, mais concretamente para a Almirantes Reis, onde fica a sede do Banco de Portugal, o centro do consenso neoliberal em Portugal. O cada vez mais poderoso Banco de Portugal tem mais um clone para a política do façam força que eu gemo e nem disfarça: chama-se conselho das finanças públicas, uma instituição absolutamente desnecessária, até porque a AR já dispõe, e bem, de uma unidade técnica de aconselhamento nesta área. Insere-se este conselho na famigerada tendência para criar instituições ditas independentes do poder político democrático para orientar, “disciplinar” e conduzir as políticas económicas; instituições necessariamente dependentes do ponto de vista ideológica da tal economia zumbi.

Trata-se também aqui de criar mais lugares para economistas que, como bem sublinha João Galamba, acham a escolha democrática em matéria económica uma maçada que pode vir a parar a sua cassete de sempre: austeridade e mais austeridade, cortes na despesa, ou seja, nos serviços públicos, com mais ou menos diferenças irrelevantes na margem, já que o apoio à linha de desastre seguida é total. Querem sempre mais recursos, claro, agora para fazer ainda mais previsões furadas, já que a incerteza radical, a natureza endógena das variáveis com que lidam e a instabilidade gerada pelas políticas prescritas são inescapáveis. Para enfrentar a chata da realidade, mais vale estar vagamente certo do que rigorosamente errado, como dizia Keynes.

O desemprego para os outros deve, segundo economistas protegidos, ser acompanhado por ainda mais “reformas estruturais” para aumentar a insegurança laboral também dos outros. Facilitar os despedimentos só aumentará ainda mais o desemprego e as desigualdades, claro, sendo que a crise indica que despedir é demasiado fácil por esse continente fora, comprimindo ainda mais a procura. Pouco importa, já que o conta é fazer com que os salários baixem, mesmo que depois não haja poder de compra, mas apenas famílias insolventes, empresários viciados em estratégia medíocres e alguns economistas pagos para nos dar lições de moral.
(-por João Rodrigues 23.5.2012, Ladrões de B.)


De .Gr. TACHISTAS dourados ..e sal.médio . a 24 de Maio de 2012 às 10:24
«BOY» DO PSD ACUMULA 14 CARGOS PRINCIPESCAMENTE PAGOS
By Lucas Carré ( http://crimedigoeu.wordpress.com/2012/05/21/boy-do-psd-acumula-14-cargos-principescamente-pagos/ )

Um exemplo edificante. Conhece este senhor?
Chama-se António Nogueira Leite.

Quantas horas terá o dia para este senhor?
Tem cá umas olheiras… por elas e por causa do trabalho que desenvolve terá seguramente muito mais que 24.

Senão vejamos:
foi recentemente nomeado vice-presidente executivo da Caixa Geral de Depósitos e, nesta única função, ganha mais de 20 mil euros por mês (nada mal).

Mas, este académico que foi conselheiro de Pedro Passos Coelho (quem diria?), tem mais funções (de onde lhe escorrem mais uns eurozitos). Efectivamente é só, acumula actualmente:
administrador executivo da CUF, – administrador executivo da SEC, – administrador executivo da José de Mello Saúde, – administrador executivo da EFACEC Capital, – administrador executivo da Comitur Imobiliária, e – administrador (não executivo) da Reditus, – administrador (não executivo) da Brisa, – administrador (não executivo) da Quimigal, – presidente do Conselho Geral da OPEX, – membro do Conselho Nacional da CMVM, – vice-presidente do Conselho Consultivo do Banif Investment Bank, – membro do Conselho Consultivo da Associação Portuguesa para o Desenvolvimento das Comunicações, – vogal da Direcção do IPRI,
e – é membro (quem diria?) do Conselho Nacional do PSD desde 2010, mas isto depois de ter sido governante pelo PS (e esta hein !?).

Não digam que o senhor não tem o sentido da oportunidade. Merece o que ganha pois trabalha que se farta !!!
É porque este senhor ocupa simultaneamente 14 postos de trabalho de alto nível (excluindo os políticos) e por outros milhares de exemplos similares da nossa praça que há tanta gente desempregada.
O homem nem tem tempo para ir ao barbeiro!
Um dia dá-lhe um enfarte, morre, e a taxa de desemprego em Portugal desce 10%.

Citação:

A maior desgraça de uma nação pobre é que em vez de produzir riqueza, produz ricos. (- Mia Couto)
-----------

----- Sr. L. Filipe Vieira

Sentido critico sabe o que é? É o mesmo que dizer:
aprender a ler nas entrelinhas, já percebeu ou ainda não?
Já pensou que se milhares de funcionários públicos (ou privados) ganharem o salário mínimo nacional,
mas umas centenas ganharem uns milhares de euros (por exemplo 20 000 como é falado apenas para um dos cargos do exemplo acima)
a média de salários poderá muito bem chegar aos 1600 €,
contudo a esmagadora maioria continuará a ganhar apenas o salário mínimo nacional.

É precisamente porque a maioria dos portugueses pensa assim que não temos uma cidadania consciente e activa.
A mim não me incomoda quem ganha 1 000, ou até 2 000 €, quer seja público ou privado, pois na maioria justifica o salário.
A mim preocupam-me casos como o aqui apresentado.
O Português na sua maioria é mesquinho, burro e invejoso, acredita em tudo o que ouve, e não usa o cérebro para pensar por si.
NÃO HÁ PACIÊNCIA PARA TAMANHA BURRICE !!!

---P.Taborda:
Essa de o ORDENADO MÈDIO na Função Pública ser de 1600€ é uma refinada mentira, a que a comunicação social, mais que deu voz, ajudou a inventar! É MENTIRA!
Infelizmente nem se aproxima!
Agora quando se junta ao vencimento mensal, todas as outras prestações de trabalho que ALGUNS ganham (despesas de representação, horas extraordinárias, ajudas de custo, subsidio de renda de casa – que só os políticos têm- etc, etc)
e ainda por cima se anualizam os salários (o que se faz multiplicando a remuneração base mensal por 14 e dividindo por 12),
obtêm-se valores mentirosos como aquele!
E ainda por cima se faz isto (anualização dos salários) no ano em que nos ROUBAM os subsídios de ferias e de natal !!!

----LNMV , Maio 23, 2012
Acha mm que os FP ganham em média 1600 euros?? O SR é parvo ou então faz-se, os 1600 são ganhos por uma minoria dos funcionários Publicos…
são os GRANDES ordenados que fazem com que a média seja de 1600…
Quem me dera ganhar 1000 qt mais 1600.
Haja paciência para tanta IGNORÂNCIA !!!!!!!

----Farto de ouvir besteiras Maio 23, 2012
Só olhas para os que por COMPADRIO (ou NEPOTISMO) foram ao longo do tempo engrossando os milhares dos que ganham acima desse montan


De .Alergias até à Revolta. a 24 de Maio de 2012 às 10:49
http://margarida-alegria.blogspot.pt/2012/05

PRETENDE GANHAR não um trem com 9 Tachos, como é habitual mas com 14 TACHOS ?
Pois bem, acumule os pontos do seu cartão, --este ano laranja, que pode alternar com outra cor (normalmente cor-de-rosa),.. e habilite-se à sua sorte, tornando-se em poucos anos um Mega-Chef da política portuguesa, cozinhando o seu futuro económico e empresarial até à sua Reforma Dourada!
Para mais informações, consulte o exemplo do mega-boy , self-made chef, aqui testemunhado:
"BOY DO PSD ACUMULA 14 CARGOS PRINCIPESCAMENTE PAGOS"
(in blogue: "Crime disse Eu", clicar título para ler)

Vá já adquirir o seu cartão e inscrever os seus filhos, caso sejam maiores de 14 anos!
LEIA AQUI vários outros testemunhos de quem já optou pelo sistema do cartão:

(Dr Peter Rabbit, aqui mimado pela mãe, Drª Angie M. Rabbit, algures em Bruxelas)
" Desemprego pode ser uma oportunidade"
"os jovens licenciados(...) preferem ser empregados por conta de outrem do que serem emprendedores"
em Portugal há "aversão à cultura de risco"
(Dr Peter Rabbit, CEO estagiário da Multinacional "Troika Inc." e Animador Social da Empresa de Ideias-/Think-Tank
"Escravize-se ou Emigre")

----- e Dr. Dee Lime :
Eu inscrevi-me, em poucos anos acumulei pontos do cartão, recebi logo o meu trem de tachos e continuei a acumular pontos extra, mesmo depois de ter guardado os tachos por me ter reformado da função de mega-chef. Descobri então o mundo maravilhoso da cozinha exótica e paralela, especialmente a brasileira ,e investi no ramos do imobiliário em zonas cobiçadas (ex-bairros sociais em zonas nobres, etc) e da lavandaria especializada. Não podia estar mais feliz. Actualmente estou a fazer uma pausa sabática. Mas a acumulação de pontos não é reversível ou anulável, graças à legislação inteligente e eclética, e recentemente ganhei de brinde até uma pulseira especial de energia bio-activa , com bífidos-activos e 85 canais por cabo.
(Dr. Dee The Lime, organista e CEO das Lavandarias Clean-White International; antigo orador na empresa "Para Lamentar...Para Acumular".

------E finalmente ,da mesma fonte segura( via sms com smiles e tudo!):
o Dr Fine-Herbs, sempre em movimento e ritmo telúrico
-Estou muito satisfeito com o sistema de pontos. Dá-me acesso a tudo o que quero sem ter que andar com trocos nos bolsos! Tornou-me especialista em várias áreas, desde os segredos do antigo presidente Bush, passando pela TV e ainda pela Administração pública e poder local(desculpe" tocou o telemóvel....). Estou a tentar reduzir o número de tachos dos trens das colecções autárquicas, mas não tem sido fácil, pois alguns têm um inegável valor patrimonial ou afectivo, o que entendo. Tenho ainda o Trem de tachos especial- Halloween, que dá pelo nome "O pesadelo do Desemprego". De cada vez que neles cozinho, fico sem dormir... umas... duas horas seguidas!
(Para aliviar as dores de cabeça opto para telefonar para ameaçar umas jornalistas e assim, uma brincadeira fora-de-horas, sabem como é....É uma barrigada de riso vê-las todas assarapantadas, mas depois já durmo como um anjinho...)
Ah e com a acumulação de pontos ganhei um IPod para substituir o meu telemóvel e o meu pc, que estavam muito carregados com mensagens: sms com listas de candidatos a reis e rainhas dos tachos sigilosos e uns chatos duns clips e mails de spam,dum tipo que quer mostrar trabalho, coitado.... uma maçada...
(Dr. MiKe Fine-Herbs, CEO da empresa "Do it All with Work Groups ,S.A." e Dir.-G. do Gabinete de Emigração " Rumo às Áfricas e Américas e... sei lá!"

----Por que ainda espera? Telefone já para o número Me Liga. Tacho XXXXXX, ou em alternativa para o Telefone "Voz Amiga- Voz Anti-Piegas"

(-21.05.2012, in blog "Alegrias e Alergias)- em memória da "Hurtiga"
---------

esta "malta" não tem ESCRÚPULOS mesmo, vão-nos ROUBANDO e nós a ver passar comboios
...
estamos de mãos ATADAS a Vê-los passar", sem nada conseguir fazer, até com as LEIS todas fabricadas a seu favor.
deviamos poder rasgar tudo isso e fazer uma legislação de cabeça aos pés, aproveitando apenas as que não fossem AMBÍGUAS e as que fossem imPARCIAIS.

Dá raiva mesmo que nada seja feito, contra esta crescente POUCA-VERGONHA.
ainda espero uma REVIRAVOLTA...
vamos DENUNCIANDO...


De Troika e Gov. andam a gozar connosco !! a 24 de Maio de 2012 às 14:49
Troika
Desemprego "deve-se a altos salários dos trabalhadores"
(-Económico com Lusa )
A troika esteve hoje reunida com deputados da comissão parlamentar que acompanha o programa de assistência a Portugal.

Quem o diz é Miguel Tiago, deputado do PCP, um dos membros da comissão parlamentar de acompanhamento do programa de assistência a Portugal, que recebeu esta manhã uma delegação da 'troika' (Comissão Europeia, Banco Central Europeu e Fundo Monetário Internacional) no âmbito da quarta avaliação do memorando de entendimento.

"A avaliação da 'troika' continua a ser positiva", disse o deputado à imprensa, acusando a delegação dos técnicos de exibir uma "INSENSIBILIDADE brutal" perante a DETERIORAÇÂO da economia portuguesa.

"Para a 'troika', o desemprego é causado pelos ALTOS SALÁRIOS dos trabalhadores"
(?!! quais? o Cons. de Recrutam...cujo presidente ganhará o mesmo q. o PM !!; o Cons. Finanças q. só este ano custará 2milhões € !!!... ), acrescentou o deputado comunista.

Continuando as críticas à "perspetiva ENVIESADA" da 'troika', Miguel Tiago acrescentou: "Em alguns momentos disseram-nos que até era positivo reduzir o consumo e o crédito" a alguns setores da atividade.

Depois da reunião com os deputados, que decorreu à porta fechada, a delegação chefiada por Abebe Selassie (FMI), Rasmus Ruffer (BCE) e Jurgen Kroeger (Comissão Europeia) encontrou-se ainda com a presidente da Assembleia da República, Assunção Esteves.

A visita da 'troika' ao parlamento fazia parte do processo da quarta revisão do programa de assistência a Portugal, que começou na terça-feira. No final da avaliação, a 'troika' deverá aprovar a transferência de mais quatro mil milhões de euros para Portugal, referentes à quinta 'tranche' do pacote de assistência financeira de 78 mil milhões de euros.

------------
João Bilhim, o presidente da comissão de recrutamento e selecção para a administração pública terá um vencimento bruto igual ao do PM/Passos Coelho, de 6.850 euros incluindo despesas de representação.

Segundo uma portaria publicada hoje (24.5.2012) em Diário da República, os vencimentos mensais dos membros que integram a nova comissão de recrutamento dos dirigentes do Estado - um presidente e três vogais permanentes - correspondem ao valor padrão definido pela nova lei do Estatuto do Gestor Público, sendo integrados na classificação A das empresas públicas.

Assim, o presidente da comissão - que até agora era presidente do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP) terá um salário base bruto de 4.893 euros, mais despesas de representação de 1.957 euros, rendimento que corresponde a 100% da remuneração do chefe do Governo.

Já os vogais permanentes da comissão de recrutamento terão um salário base equivalente a 85% do salário do primeiro-ministro, de 3.743 euros, mais despesas de representação de 1.761 euros, ou seja, o mesmo que está estipulado para um vice-presidente de uma empresa pública da classe A.

Os membros da comissão de recrutamento gozam ainda de benefícios complementares referentes a comunicações e viaturas que são atribuídos a gestores públicos.

A comissão de recrutamento e selecção para a administração pública é uma entidade independente, que tem por missão o recrutamento e selecção de candidatos para cargos de direcção superior no Estado. Segundo já disse João Bilhim, a comissão deverá arrancar em Setembro.

Integram a equipa Margarida Proença, vice-reitora da Universidade do Minho, Helena Dias Ferreira, ex-inspectora-geral da Educação e José Nascimento, professor auxiliar convidado do ISCSP.
-----------


Comentar post