De .Obscuras forças partidárias ... a 18 de Junho de 2012 às 15:39
E-mail:
... aqui vai a primeira vitória sobre as obscuras forças que têm dominado a Federação da Guarda do PS.
Agradeço conhecimento aos camaradas e simpatizantes da nossa Corrente.
Abraço amigo e socialista AFF, 14.6.2012
-----------------------------------------

Fonseca Ferreira ganha recurso sobre a não aceitação da sua candidatura

Conselho Nacional de Jurisdição suspende ato eleitoral por irregularidades da Comissão Federativa de Jurisdição da Guarda

1. A Comissão Nacional de Jurisdição (CNJ) do Partido Socialista aceitou e deu provimento ao recurso do candidato à presidência da Federação António Fonseca Ferreira, tendo anulado a decisão da Comissão Federativa de Jurisdição (CFJ) sobre a não aceitação da sua candidatura pela Comissão Organizadora do Congresso (COC), e invalidado todos os atos praticados depois de 6 de Junho, suspendendo o ato eleitoral em curso.

2. Temos orgulho em pertencer a um partido democrático e plural no qual funcionam os mecanismos internos para repor a justiça e a legalidade, impedindo os atropelos à democracia e as irregularidades daqueles que se servem do PS para prosseguir os seus interesses pessoais e de grupo.

O Partido Socialista é um partido nuclear da democracia portuguesa e o seu reforço, nos tempos que vivemos, é fundamental para combater as desastrosas e injustas políticas da direita, do governo PSD/CDS, e construir alternativas para resolver os problemas económicos, sociais e orçamentais do país, das regiões e das pessoas.

3. Apresentamo-nos a estas eleições com um determinado propósito de aprofundamento da democracia, na vida pública e partidária, e um projeto claro de desenvolvimento para o distrito da Guarda.

O objetivo da nossa candidatura é acabar com práticas políticas obsoletas e devolver credibilidade, transparência e prestigio à Federação da Guarda, unindo e reforçando o PS e recuperando-o da humilhante derrota eleitoral sofrida nas últimas eleições legislativas.

4. Lamentamos que o Presidente e recandidato à Federação depois de ter escolhido unilateralmente a sua COC,
se exima ao debate de ideias e propostas para o reforço do PS e o desenvolvimento do distrito, e tente ganhar na secretaria o que não consegue no confronto eleitoral plural.

5. Os militantes e os simpatizantes socialistas, e os guardenses, merecem melhor.
Merecem um debate sério e construtivo para resolver os problemas do desemprego e da saúde, do despovoamento do interior, para combater o esquecimento pelo governo e pela administração central, para lutar contra a redução e extinção dos serviços públicos de proximidade – unidades de saúde, escolas, tribunais, entre outros.

6. Vamos prosseguir, com determinação e serenidade, a exigência de criação das condições de regularidade e legalidade para a realização de eleições imparciais, transparentes e democráticas
na Federação da Guarda, reforçando e mobilizando o PS, e dando o nosso contributo para devolver a esperança aos guardenses e para construirmos, juntos, um futuro melhor de bem-estar e progresso para as nossas terras.

A candidatura de Fonseca Ferreira
Força e União pelo Futuro da Guarda

Guarda, 14 de Junho 2012
---------------------------------------

- o q. se passou/passa ao nível da Fed.Guarda não se passará noutras federações, concelhias ... e nacional ?!?!
(e não apenas no PS)


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres