Novilíngua da austeridade + além e ... 'pacientes tugas'

            Pornográfico transformismo  (-por Sérgio Lavos, Arrastão)

     Os apoiantes do Governo PSD/CDS bem clamaram pelo fim dos institutos públicos. Vítor Gaspar, o tal do rigor nas contas, fez-lhes a vontade: acabou com um instituto, o IGCP (Inst. de Gestão do Crédito Público, que tem a seu cargo a responsabilidade de emissão de dívida pública e de 'certificados de aforro') transformando-o numa empresa e aumentando o salário do seu presidente, João Moreira Rato - um boy do PSD com passagem pelo... Goldman Sachs - nomeado em Abril Passado, até um nível igual ao do primeiro-ministro. Isto apesar da proibição de criação de novas empresas públicas imposta pela troika.  

     O ministério das Finanças já veio dizer que não se trata de uma criação, mas sim de uma "transformação" - a novilíngua (do triunfo dos porcos?!) em todo o seu esplendor. Deve ser o mesmo tipo de transformismo que torna subsídios de férias e de Natal dos boys dos ministérios em bónus a serem recebidos em Agosto e Dezembro.

     Está tudo bem, no país da austeridade além da troika e dos pacientes portugueses que aguentam tudo...

 

          O governo oferece-lhe um fiscal privativo  (-por Daniel Oliveira, Expresso online)
Confesso que começa a ficar difícil acompanhar as notícias que este governo nos vai oferecendo. Começa a semana e já tenho todos os temas da semana reservados. Mas logo são destronados por novos. O País que esta gente está a criar é de tal forma assustador que um texto diário parece não chegar.
     A nova foi esta:   os condutores com dívidas ao fisco podem ficar sem automóvel em operações stop.

     Que fique claro:   pagar impostos é uma obrigação.

Sei que começa a ser insustentável defender isto quando eles (impostos) deixaram de ser usados para ajudar a comunidade e passaram a ser uma forma de retirar aos trabalhadores por conta de outrem para dar aos bancos (cada português dará 665 euros na próxima injeção de capital, que será garantida com dinheiro da troika e paga com juros por todos nós).

    A ideia, que sempre defendi, de que os impostos são uma forma de redistribuir a riqueza está, por assim dizer, um pouco invertida. Hoje, servem para pagar os juros da troika, as recapitalizações dos bancos e o sorvedouro das PPP's.

    Mas o povo é quem mais ordena e o povo parece gostar de votar em quem o assalta. E se quem é roubado por gosto não cansa, quem sou eu para o contestar.

    O que acho graça são as prioridades deste governo. Há folga para prometer baixar a taxa social única, mas ela falta para não estrangular a economia com o aumento do IVA. Não há meios para manter o Serviço Nacional de Saúde, incluindo para os doentes oncológicos terminais. Não há meios para reforçar a Escola Pública. Não há meios para apoiar os desempregados. Mas, quando toca a garantir o saque fiscal, os meios aparecem.

    Não há coragem para levantar o sigilo bancário, acabar com o offshore da Madeira e obrigar os que mais têm a cumprir as suas obrigações fiscais. Não há coragem para pôr a banca, principal receptora dos recursos públicos, a pagar o mesmo que as outras empresas. Somos o país onde as medidas de austeridade mais agravaram a desigualdade fiscal. Não falta é coragem para andar à caça, na estrada, do pequeno contribuinte, criando um autêntico Big Brother.

    Para perseguir o contribuinte tudo se pode fazer. Tudo menos mexer na fuga ao fisco de quem não vive do seu trabalho. Porque isso, valha-nos Deus, põe em causa direitos, liberdades e garantias. Os direitos, as liberdades e as garantias de quem se sabe defender.



Publicado por Xa2 às 07:49 de 11.06.12 | link do post | comentar |

5 comentários:
De MoKa a 11 de Junho de 2012 às 16:53
Tem piada que o PS esteve anteriormente no poder e até com maioria absoluta nos primeiros quatro anos e não acabou com nada do que agora se referem no post. Nem mesmo acabar com o offshore da Madeira...
E era um partido dito socialista. E agora queixam-se que um governo neo-liberal não o faça...
É lamentável que estes postantes do copy past não façam nenhum comentário sobre o que aqui reproduzem. Podiam ao menos bater com a mão no peito e dizer «por minha culpa, pela minha máxima culpa» como se tivessem vergonha na cara ou memória, já para não dizer consciênciaa, que é uma «coisa» que não abunda por estas espécies de democracias que temos por cá e vemos por aí!


De Ética, Liberdade e Política ...de postar a 12 de Junho de 2012 às 09:54
Para Moka ...e outros navegantes

1- Neste blog LUMINÁRIA, felizmente, os postantes têm a Liberdade de Não escrever ou de Escrever o que entenderem (dentro do âmbito e ética estabelecidos), seja de sua própria 'lavra', seja textos ou partes de outros autores... com que concordem, discordem ou nem isso. - e os leitores têm a Liberdade de se informar, interpretar, aceitar ou recusar o conteúdo ... e de comentar.

2- Este postante Não lamenta a sua postura ética e 'postas' ( sobre outras coisas talvez...), nem precisa de "bater no peito a sua culpa" e continua a ter memória, consciência e 'vergonha' do que faz/fez e do que outros fazem/fizeram, ou não...

3- Quanto ao que o PS (qual deles? quando?...) e outros partidos ou agentes políticos e ao que o Governo (...) fez/faz ou não fez/faz isso é/tem sido/será matéria de análise e comentário crítico (...) deste postante, neste blog e noutros espaços de Liberdade e de opinião política.
E o mesmo é extensível a outros postantes deste blog colectivo, cada qual com seu estilo e opções próprias.

Xa2


De MoKa a 12 de Junho de 2012 às 10:42
Ufa, ainda bem que os visitantes deste blog podem comentar livremente o que consideram oportuno mediante o que aqui leem...
E escusam de ficar tipo «donzelas ofendidas» pelo menos por duas questões essenciais:
1ª.) Era um desafio aos postantes do copypast para acrescentarem algo de «seu» quando os post não são seus mas os consideram de interesse divulgá-los aqui no Luminária.
2ª.) POrtque só vale a pena mostrar o desagrado das atuais políticas quando elas são realmente novas e desfazadas da realidade do país e não se enquadram na doutrina programática de quem está no poder e não fazer de conta que elas não são uma mera continuidade das políticas dos últimos vinte anos, como disse e muito bem o Zé T., no seu comentário seguinte... Todos estes últimos governantes, nomeadamente o sr. CS, levaram o país ao estado lamentável de pobreza generalizada para os trabalhadores em geral e de enriquecimento para todos eles, quase sem exceção, em que uns mais outros menos, utilizaram os cargos político partidários e governamentais em seu próprio proveito e ou dos seus apaniguados.

Resta-me dizer que a liberdade de se dizer o que se quer (postantes e comentaristas) só tem algum valor ou interesse se ouver alguém que após ler o que aqui é divulgado, através da sua atuação cívica se tornar mais útil e trouxer valor acrescentado ao país. Pois senão é só conversa fiada ou masturbação inteletual...

E pelo que leio no contador de visitantes deste blog são cada vez menos as pessoas que aqui vêm, isto comparativamente com o tráfego de anos anteriores... E será porquê? Será do guaraná? Não pois não?
É ter um blog só para os mesmos 4 ou 5 diarimente o partilharem é um desperdício de tempo e de oportunidade, perante as malfeitorias políticas que diariamente se fazem neste nosso país e por essa europa fora onde fomos inseridos sem nos terem perguntado fosse o que fosse, mas que agora nos resposabilizam a pagar como se para aí tivessemos sido chamados.

Espero ter contribuído para que os atuais postantes deste blog que já foi grande e importante, volte a sê-lo!


De . Este BLOG ... e a política. a 12 de Junho de 2012 às 12:06
Moka
Até posso aceitar algum grau dessas críticas e desafios ... e provavelmente o objectivo/desejo político de ambos é muito semelhante ... porém, cada qual (para além de opções, capacidades, estilo, 'profile', ...) tem as suas condicionantes de tempo, família, actividades ... e modo de estabelecer relações ou compromissos ou caminhos/meios.
Quanto ao blog - estar 'reduzido' a poucos postantes e comentadores - seria mais motivador (e 'encheria mais o ego') ter mais leitores e comentadores e postantes ... seguidores.
porém...
- a partilha actual não me parece desperdício ... (embora possa sempre ser mais 'oportuno'/ assertivo..)
- a que 'preço'/custo se conseguem + visitantes? (há sempre um ...)
- não tenho disponibilidade para dar muitas horas diárias a um blog ... e não me interessa participar num blog mais 'visitado' porque é mais 'bombástico' ou ... baixa demasiado o seu nível de ética e qualidade...
- já existiram abordagens para usar o blog como 'órgão' de um clube de política ... mas este requer um minímo denominador comum/ objectivos simples que não se conseguiram encontrar... e disponibilidades para conseguir adesões...
- este blog foi antecedido por um outro blog (já desactivado, devido a 'aproveitamentos'...) 'ligado' a uma secção partidária ... que tinha mais visitantes e postantes ... mas tinha características bem diferentes...
- por outro lado, os blogs passaram a competir com 'facebook' s ... e o interesse dos cidadãos pela política está muito baixo ...
- ...
- contudo, a este blog faltam ... alguns links e mais alguma participação ...

Xa2


De Zé T. a 12 de Junho de 2012 às 10:12
O PS esteve anteriormente no poder... o PSD também ... o sr. C.S. é dos políticos com mais tempo de actividade de 1ºplano (em funções governativas e de PR), ...

«e agora queixam-se que um governo neo-liberal ...»

- as 'queixas' não vêm de agora... nem só de um ou outro postante... blog ...

- realmente muitas das queixas são relativas a actos e medidas neo-liberais ... tanto de governos e deputados PS !! como de PSD !! CDS ...
i.e. do centrão de interesses, negociatas, tráfico de influências, corrupção, nepotismo, assédio, prepotência, ...
muito prejudiciais para a maioria da população portuguesa, e para o desenvolvimento da nossa economia, ambiente, cidadania e gerações futuras.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO