A Passos de Coelho

Toskiados com dor e até à medula

António Borges e Passos Coelho, assim como Miguel Relvas, Paulo Portas e Cavaco Silva, não são mais nem menos que bons alunos, agora sob a batota (batuta reles) da Tróica e a mando das filosofias gestionárias e ideológicas mundialmente consagradas, nos livros secretamente distribuídos, pelos ideólogos do Goldman Sachs.

Podem jurar a pés juntos e pelas alminhas de quem lá têm que actuam em nome de Portugal e segundo os cânones dos interesses do povo português que já pouca gente poderá acreditar, muito menos agora com mais estas cavadelas na sepultura económica dos trabalhadores portugueses e da economia interna nacional.

Aliás, com tais políticas e tal submissão aos interesses externos, interesses de quem nos explora até à medula, será melhor mudar o nome do país e dos portugueses; o país pode passar a chamar-se Troikistão e aos seus, desgraçados espoliados, habitantes fica-lhes bem o epíteto de troikistaneses.

Tão toskiados estamos que daqui a pouco nem coiro teremos onde possa crescer qualquer vestígio laneiro.

Devem andar revoltos os espíritos dos nossos antepassados, que tantos novos mundos deram ao mundo, ao se aperceberem de tantas e tão graves submissões, por parte de seus descendentes, a tais perniciosas filosofias económicas e sociais.

Mais parece que se aproximam dias de escravidão para os jovens, para desempregados, para trabalhadores, para reformados, para os pequenos empresários que vivem do mercado interno e para povo em geral.

Não será isso que nos espera se aceitarmos manter como nossos governantes quem promete uma coisa em campanha eleitoral e faz o inverso quando chegados ao poder?

O povo aceitará, e sem ripostar minimamente, esse desiderato?

Porque nos escondem, quase ninguém fala ou escreve, a experiencia islandesa?

Porque será que, entre nós, nunca ninguém (os detentores do poder) esteve interessado em fazer auditorias às aplicações dos dinheiros públicos que “obrigaram” à tão elevada divida soberana?

É mais fácil e conveniente, aos políticos e deputados na nação, fazer apertar o cinto aos fracos do povo do que apertar a garganta aos gulosos na medida em que são estes a garantir, impunemente, putativas colocações no privado, chorudamente remuneradas.



Publicado por DC às 18:07 de 09.09.12 | link do post | comentar |

1 comentário:
De Carneiros, capatazes e bem-aventurados a 10 de Setembro de 2012 às 14:09
Das religiões aos partidos fazem de nós ovelhas e carneirinhos amestrados que por mais tosquiados que sejamos parece que não arrepiamos caminho e não somos capazes de nos tornar-mos pastores das nossas próprias vidas.
Como alguém já escreveu neste blog, a continuar assim não tardará muito tempo que retornemos ao período das trevas e da escravatura, da maioria a ser explorada por um grupo minúsculo de "bem-aventurados" com seu sequito de capatazes nos governos, paradoxalmente , por nós lá colocados


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Novembro 2019

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO