De Cavaco e outros... a 25 de Setembro de 2012 às 18:58
Não só foi padrinho como também foi/é pai e mãe, conjuntamente com outros Sócretinos , deste nevoeiro feito de brumas muito confusas e mal definidas que nos enregelam até à medola.

Falta de ética? talvez, mas só da ética moral e natural não de ética convencional de certas irmandades a que se chega independentemente da classe social originaria e que catapultam a quem a elas chegue, ainda que à custa alheia, ao auge , aos píncaros , à gloria de uma classe exclusiva, uma classe porporamente celestial.

E foi assim porquê? pergunto eu.

Foi assim porque, no fundo, mais ou menos inconscientemente, todos sofremos do mesmo fado e todos deixamos passar o tempo que, oscilando entre o imobilismo e o absentismo, uns e outros nos deixamos enredar no horizonte impiedoso das estruturas de consumo e nas garras dos agiotas submersos numa taxa de desvalorização das nossas vidas.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres