Cidadãos contra massacre, dívida ilegítima e roubo de direitos sociais
  [Lusa, 14-10-2012]
     Centenas de manifestantes saíram hoje da sede do banco de investimentos Goldman Sachs, em Paris, em direção à Assembleia Nacional francesa numa marcha ensurdecedora contra a "dívida ilegítima, que impõe austeridade e rouba direitos sociais".

     Na manifestação 'Global Noise', que se iniciou pelas 14:30 locais (13:30 horas de Lisboa), participam cerca de 300 pessoas, entre grupos de jovens e de reformados, que fazem um barulho ensurdecedor com apitos, batendo tachos, tampas e garrafas de plástico vazias.   ...

     Movimentos sociais e cidadãos organizam a concentração:
Cerco ao Parlamento-  [Movimento Sem Emprego, 15-10-2012]
Objectivo é chumbar o Orçamento nas ruas no dia em que ele é apresentado na Assembleia da República e exigir a queda do governo

      Dia 15 de Outubro de 2012 é a data limite para a apresentação do Orçamento de Estado para 2013. Marcámos por isso neste dia uma concentração (15 Out.18H00) para expressar o nosso descontentamento em relação às políticas do actual Governo e ao seu orçamento criminoso.
     Opomo-nos a que o sacrifício continue a ser feito sobre os de sempre, os que trabalham, e que continue a deixar de lado o capital

...  Basta !  Fim a estas medidas homicidas !


Publicado por Xa2 às 07:47 de 15.10.12 | link do post | comentar |

1 comentário:
De .União e indignação global/ Europeus. a 15 de Outubro de 2012 às 11:22
Protesto contra a troika

Manifestantes em Lisboa asseguram que "acordaram"
[Ana Miereles, Lusa, 14-10-2012]

Manifestantes que permaneceram até ao final do protesto convocado para sábado para a Praça de Espanha, em Lisboa, asseguram que, embora nunca tenham estado "a dormir", "acordaram" para "dizer não à 'troika'".

A manifestação cultural "Cultura é Resistência", associada ao apelo "Que se lixe a troika! Queremos as nossas vidas!", que ao final da noite ainda reunia largos milhares na Praça de Espanha, terminou perto das 01:00 de hoje com o canção-poema "Acordai", de Fernando Lopes Graça, interpretada por um coro em seis línguas.

A canção foi entoada em grego (enquanto uma bandeira da Grécia esvoaçava entre a assistência), espanhol, italiano, alemão, inglês e francês, e posteriormente cantada em português.

Antes, os Deolinda apelaram às pessoas para estarem "presentes, ativos e vigilantes" e "deixarem de inventar desculpas".

O público acompanhou a banda nas três músicas que tocou e aplaudiu quando a vocalista Ana bacalhau mudou o tema "Amanhã não vou trabalhar" para "Amanhã não vou 'troikar'".

Uma manifestante que não se quis identificar disse à Lusa que depois de ter estado presente na manifestação convocada pela central sindical CGTP em frente à Assembleia da República, também para esta tarde, decidiu ir até à Praça de Espanha porque "é tempo de as pessoas se manifestarem de forma visível".

"Felizmente com emprego", a manifestante realçou que "esta crise é complicada" para "a geração mais velha e também para a geração mais nova".

Os músicos que participaram ao longo do dia nos vários concertos juntaram-se em palco, no final, ao som de "Mudam-se os tempos, mudam-se as vontades", de José Mário Branco, e de "Grândola, Vila Morena", de zeca Afonso.

"Os artistas estão ao lado do povo", asseguraram.

Em declarações à lusa, o músico Carlos Mendes, um dos promotores desta iniciativa cultural e política, disse estar "profundamente emocionado e motivado par fazer mais coisas".

O músico reconheceu que a adesão ao protesto "ultrapassou a expectativa" e afirmou que não há divergência entre "a velha guarda e a nova guarda", pois ambas têm "uma luta única: 'troika' para a rua e Orçamento do Estado chumbado".

Os manifestantes começaram pelas 01:00 de hoje a desmobilizar pacificamente.

Fonte do Comando Metropolitano de Lisboa da PSP informou, cerca das 01:30, não haver registo de incidentes nas manifestações convocadas para sábado em protesto contra as medidas de austeridade.

Noutras cidades do país, como Viseu, Faro, Coimbra, Porto ou Viana do Castelo, realizaram-se outras manifestações de protesto, divulgadas nas redes sociais e, em alguns casos, com atuações de artistas incluídas na programação.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO