5 comentários:
De A culpa não é nossa é deles... a 16 de Outubro de 2012 às 17:25
Sim, a culpa é do povo na exacta medida em que persistiu sistematicamente no mesmo erro. Elegeu, repetidamente gente proveniente das mesmas famílias politicas, ausentou-se das sua obrigações no exercício da cidadania, abandonou as suas competências fiscalizadoras da actividade dos autarcas e políticos que sucessivamente foi elegendo.
Sim a culpa é, fundamentalmente, do povo porque entrou na festa olhando para os foguetes e apanhando as canas sem se preocupar de saber quem pagaria, quer os foguetes como as bandas filarmónicas, e os enfeites dos andores e capelinhas que se foram edificando pelo burgo.
Sim a culpa é do povo porque nunca foi capaz de perceber que as partes comuns deste condomínio chamado Portugal eram suas e da sua própria e exclusiva responsabilidade.
Sim a culpa é do povo porque conforme já li num dos postes publicados aqui no Luminária, alem de ter passado Cheques em Branco foi fiador de ladrões.
Se queremos continuar a meter a cabeça debaixo da areia e não somos capazes de assumir responsabilidades nunca resolveremos as questões de fundo, continuaremos a culpar terceiros do que nos fizeram porque nós deixamos que nos fizessem e assim continuará a ser ad aetenum.
Continuamos a dizer que "A culpa não é nossa é deles, eles que resolvam" enquanto isso vamos pagando a conta.


De olhe que não, olhe que não... a 16 de Outubro de 2012 às 18:08
"A culpa não é nossa é deles, eles que resolvam".
Tá mal, tá mesmo mal... está enganado!
O que importa é o:
"Quem se endividou não fomos nós, foram eles. Eles que paguem".
Percebe a diferença?
A "culpa" é moral... A "dívida" é dinheiro.
Portanto que se lixe a culpa, o que interessa ao povo é o dinheiro!
e quem o "gastou" a mais, não o devia ter feito pois o povo não os mandatou para desgovernar o país, portanto que o pague ou seja pessoalmente responsabilizado por isso.
Desde quando é que é aceitável que se vocemecê desbaratar o dinheirinho ou gastar acima das suas posses e se endividar é que "nós" temos a ver com isso?
Parece-me aqui haver uma tentativa de desresponsabilização civil e criminal dos políticos pelo mau exercício dos dinheiros públicos... É por isso que se usa o poder de forma tão desastrosa para não dizer assassina.


De Ladainha e falta de coragem a 16 de Outubro de 2012 às 20:02
Qual será a diferença entre desculpabilização e responsabilização. dito de outro modo, qual é a diferença entres auto-governação e gestão de negocio?
Qual é a diferença entre gestão própria e gestão através de terceiros?
Qual é a diferença entre o exercício da democracia directa e democracia representativa?
A responsabilidade é do representante ou do representado?
Porque o povo não pede contas a quem exorbitou do mandato e os coloca na cadeia?
Concluindo: a responsabilidade quer se queira quer não é do povo e não duvidem é o povo que, de uma maneira ou de outra, com juros usurários ou juros justos, tem de pagar. tudo o resto são tretas e por mais que se grite como andamos a fazer há cerca de 30 anos "Os ricos que paguem a crise" nunca serão eles a paga-la


De .inimigo público. a 16 de Outubro de 2012 às 14:28

Bando do Terror no 'OE 2013:

- IMI : Mãos ao ar ! isto é um assalto fiscal à mão armada !

- IRS : passem para cá os cartões multibanco e os códigos !

- IRC : toda a gente tira um rim e coloca na arca frigorífica à saída !

- Segurança Social : se tentarem resistir, fica tudo a trabalhar até aos 80 anos !

- IVA : eu não quero nada, só vim mitigar ...


De Zé T. a 16 de Outubro de 2012 às 10:39

Totalmente de acordo (com Paulo Morais). Há alternativas.

Mas também é preciso actuar a nível externo:
. é preciso renegociar a dívida (fazendo primeiro a auditoria cidadã);
. é preciso criar uma Aliança de países (1º na UE) a favor de impostos comuns e anti-dumping fiscal (contra as offshores/paraísos fiscais), contra a política do Euro/BCE , contra os agiotas da alta finança internacional, contra as importações com base em dumping social (trabalho semi-escravo, ...) e destruição ambiental.


Comentar post