De Lágrimas, Saudade e ... Pedras. a 19 de Outubro de 2012 às 14:02

sr. PR p.f.

avise-nos quando as Lágrimas e a Saudade também pagarem imposto
então deixaremos definitivamente de ir/ voltar a Portugal !!

Mas a nossa Esperança mantém-se (enquanto existir nevoeiro) :
um moço herói ha-de aparecer e salvará ... algumas pedras das calçadas .


De .Min. Fin. do Estado Novo Troikista ultr a 19 de Outubro de 2012 às 14:37

Vítor Gaspar

Vítor Gaspar já não é ministro das Finanças há muito tempo e as suas decisões já não podem ser consideradas medidas de política económica por mais que seja o ar de seriedade que põe quando fala delas,

em vez de representar e defender os interesses dos portugueses Vítor Gaspar preferiu assumir o papel de oficial de diligências dos rapazolas da troika
que, pelos vistos, já estão desactualizados m relação às ordens dos chefes e insistem em usar Portugal como cobaia de um excesso de austeridade combinada com uma desvalorização fiscal forçada.

Vítor Gaspar já não é apresentado pelos seus defensores como o ministro de um governo democrático, é apresentado pelos seus defensores como
um salvador a que devemos obedecer cegamente e é evidente que é ele que manda no governo, e a certeza de que está a promover um novo Estado Novo parece ser tanta que já não se incomoda em humilhar um parceiro da coligação.

Vítor Gaspar parece ser cada vez mais um ditador cujo poder emana da chantagem da troika, já há quem sugira que ou ele ou a saída do euro.

Não vale a pena perguntar a Gaspar quais os fundamentos da sua política ou das suas previsões,
eles emanam do seu poder e esse poder nada tem que ver com a Constituição ou a democracia que parecem ser cenas que não lhe assistem,

o seu poder vem do amigo alemão e do dinheiro da troika, pelo menos enquanto os portugueses acreditarem nisso e não o mandarem ao Tejo. com roupa e tudo.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres