TRANSPORTES DE LISBOA, OS PRIVADOS É QUE GANHAM

Conforme é do conhecimento público tem diminuído o número de passageiros pagantes, tanto no Metropolitano como na Carris, mas as receitas aumentaram MUITO significativamente, neste ano da crise de 2012.

Pouco importa, estamos no bom caminho dos interesses dos, putativos, privados que anseiam receber de mão beijada, da parte deste governo, a gestão dessas empresas.

Ainda no passado mês de Novembro, o secretário de Estado dos Transportes, afirmou que a concessão da Carris e do Metro de Lisboa avançará quando estiver concluído o processo de fusão operacional das duas empresas públicas, prevendo que o processo decorra durante 2013.

À margem do 140.º aniversário da Carris, Sérgio Monteiro, afirmou "Estamos a fazer a integração operacional. Nesta fase, estamos a verificar das equipas o que é possível integrar operacionalmente".

Convém relembrar que o dito processo de fusão operacional (só da parte operacional e o resto?) está, com suas delicadas maneiras, a ser preparado por Silva Rodrigues, que ainda não há muitos meses afirmava que "A fusão entre a Carris e o Metro é uma coisa sinistra". A memória é curta e a vergonha desapareceu, faz tempo.

Ninguém tem condições ou coragem, ao nível dos consumidores, e o Ministério Publico já não responde (com resultados minimamente positivos) às solicitações que lhe são feitas, de exigir responsabilizados a quem teve responsabilidades políticas, nas últimas décadas e, que se serviram dessas empresas para “saque” de dinheiros públicos, através dos desvios nas obras e delas se usaram em campanhas eleitorais. Estranho não é?

Ao que parece está previsto para breve o primeiro despedimento colectivo no Metropolitano. A sangria continua, dentro de momentos!

Os políticos usaram e abusaram, os privados é que ganham e nós, contribuintes, pagamos e calamos!?



Publicado por DC às 12:26 de 03.12.12 | link do post | comentar |

2 comentários:
De Clarim a 27 de Dezembro de 2012 às 18:30
Infelizmente é o que acontece os mais fracos é que ficam a perder, enquanto não se preocuparem com as dificuldades sociais as dificuldades financeiras vão sempre existir!


De Políticos a 3 de Dezembro de 2012 às 18:18
Há muito tempo que os políticos (com raríssimas excepções) se tornaram uns troca tintas, uns demagogos das palavras , uns mentirosos convictos, uns convencidos da mentira, que não conseguem manter, por muito tempo, as afirmações que produzem, sendo capazes (tal é a sem vergonhice ) de se desmentir, a si mesmos, no dia seguinte do das afirmações produzidas.
Como já alguém por aí escreveu, não seria de plasmar na lei uma norma que destituísse quem, depois de eleito, não cumpre com o que se compremeteu?
Tal norma urge e há muito faz falta.


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO