2 comentários:
De ...neoliberal... ditadura... revolução ? a 21 de Fevereiro de 2013 às 16:18
Há quem tenha princípios e sentimentos

«“Não posso como cidadão deixar de pensar em todos aqueles que tendo tido também uma vida ao serviço do país se vêem empurrados para a pobreza e exclusão social, não lhe sendo sequer concedido uma vida de sobrevivência", afirmou.

Pinto Monteiro foi mais longe:
"Costumo dizer aos amigos que estou de férias da justiça, mas não estou seguramente de férias da cidadania.
Não posso deixar de mostrar a minha preocupação como magistrado, que sou há muitos anos, pelo que me parece estar a desenhar-se, uma menor transparência na separação de poderes”, afirmou.» [CM]

Parecer:

Nunca a democracia portuguesa esteve tão próxima da ditadura, nunca a paz esteve tao perto do conflito, nunca o capitalismo esteve tão perto da revolução.

: «Acordem.»


De .Protestar e cantar a Grândola... a 21 de Fevereiro de 2013 às 12:31

Eu cantei a Grândola
(-por andrelevy, 20/2/2013, http://blog.5dias.net)

... Não esperem que os Portugueses se submetam às politicas de austeridade, a retrocessos civilizacionais
sem levantarem a voz, sem resistirem,
sem tornarem as vidas dos seus responsáveis políticos insustentáveis, com manifestações de rua, com greves … e com música.
Os portugueses declaram guerra sem quartel à política de direita.
Não cabe aos cidadãos esperar pelas eleições.
Cabe ao governo mudar de política ou sujeitar-se a escrutínio, pois uma política alternativa é necessária e urgente.
Não vivemos tempos “normais”, pelo que não esperem que cidadãos responsáveis e conscientes se “comportem”.

Escândalo não é pessoas cantarem a Grândola, lembrando as Portas que Abril Abriu, e exigindo o cumprimento da Constituição, por oposição a uma “refundação” do Estado Social.

Escândalo é que a PSP esteja a tomar nota dos elementos que cantaram a Grândola !

Pois bem, eu cantei na AR, cantei no ISCTE, cantei no Clube dos Pensadores, cantei na Faculdade de Medicina da Universidade do Porto,
e juntarei a minha a outras vozes cantando a Grândola ou palavras de ordem em protesto
contra este governo e a política de Direita.

-------------------------
21.02.2013, 21H. Hotel Sana Lisboa
(Av, Fontes P.Melo)
--->>>
Vitor Gaspar # inimigos do Gaspar
Vem cantar a «Grândola vila morena...»
----------------------------------------------------------

Não há duas sem três, nem quatro, nem… quantos Ministros tem mesmo o Governo ?

Depois de Passos Coelho e Miguel Relvas, a Grândola chegou aos ouvidos do Macedo. (Min. Saúde )
Como disse um amigo, ”o medo está a mudar de bando”.
(-por Renato Teixeira, 20/2/2013)
--------------
Onde está a bulgaridade?

«Nós temos dignidade e honra. Foi o povo que nos deu o poder, hoje percebemo-lo»
(Público, 20-2-2013), afirmou o primeiro-ministro, de centro-direita, justificando o seu pedido de demissão apresentado hoje.

«Não participarei num Governo quando a polícia bate no povo
e quando as ameaças de protestos substituem o debate político», argumentou no Parlamento.

Onde se passou isto? Em Portugal?
Não. Foi na Bulgária. (devido às medidas de austeridade impostas)

(-por António Paço , 20/2/2013)
------------


Comentar post