O "rapaz Assis" vai fazer parte do novo elenco dos Gato Fedorento

"Relvas foi vítima de actos inaceitáveis"
[Económico]

Francisco Assis diz que "a rapaziada usou de uma violência incompatível com a afirmação do primado da liberdade".

O deputado do PS, Francisco Assis, saiu hoje em defesa de Miguel Relvas, afirmando que os protestos que obrigaram o ministro dos Assuntos Parlamentares a sair da conferência da TVI sem discursar foram protagonizados por "um pequeno grupo de estudantes ululantes", com um "comportamento arrogante e intolerante".

Num artigo de opinião hoje publicado no jornal 'Público', Assis escreve que "essa rapaziada, com a minúscula desculpa de uma certa inconsciência, usou de uma violência incompatível com a afirmação do primado da liberdade".

Para este responsável, "Relvas foi vítima de actos civicamente inaceitáveis e, por isso mesmo, condenáveis. Ponto final".

Nota pessoal: A «política» só pode mesmo estar de «pernas para o ar»!  Ou então o «rapaz» dito de «assis» está a candidatar-se ao elenco dos Gato Fedorento, digo eu, não sei.



Publicado por [FV] às 12:03 de 21.02.13 | link do post | comentar |

3 comentários:
De Não há outra volta a 21 de Fevereiro de 2013 às 17:46
A juventude, mais do que seus progenitores, estão a chegar à conclusão que a porcaria é a mesma e as moscas também.
Nós eleitores só conseguimos remover uma se removermos as outras. Não há outra volta a dar-lhe


De .o Medo está a MUDAR de lado... a 21 de Fevereiro de 2013 às 13:10
Ouvem-se já os clamores!
(-Francisco , 20/2/2013)


O povo já sabia, mas agora não perdoa, não perdoa:
os submarinos do Portas, o BPN, as PPPs,
o Relvas, o Pavilhão Atlântico vendido em saldo ao genro do Cavaco,
a EDP e a REN vendidas aos Chineses e sob a tutela dos barões do PSD,
o exército de boys e assessores imberbes que recebem subsídios de férias enquanto acusam aqueles a quem esse salário é confiscado de “priveligiados” (é incrível mas é verdade…),
a constante degradação das relações laborais que transforma o trabalhador por conta de outrem num trabalhador à jorna,
a ordem de expulsão dada a toda uma geração do seu próprio país !!!
O povo já não perdoa, nem pode perdoar!
Nem pode perdoar se é para haver o mínimo de esperança num processo regenerador.

Ontem os estudantes que escorraçaram o ignóbil Relvas do ISCTE fizeram História.
Os seus actos são o mínimo que se exige a qualquer cidadão da república que se dê ao respeito.
Já se estava sentir a falta do vigor dos protestos estudantis, ontem no ISCTE começou-se a colmatar essa lacuna.

Se, como alguns cronistas do regime dizem, Relvas não tem condições políticas para se manter no governo, isso deve-se a acções como as de ontem.
As instituições estão bloqueadas
e esta gente não tem um pingo de vergonha na cara,
só a pressão popular intensa poderá condicionar e em última análise derrubar este governo.
Os fariseus podem criticar o “exagero” de tais acções, mas é exactamente este tipo de acções que faz a História mudar de rumo
e nos poderá resgatar do abismo para o qual Passos-Gaspar-Relvas+Portas atiraram o povo português.

Merecidos parabéns aos estudantes do ISCTE,
a tod@s @s que não têm dado descanso aos ministros deste desgoverno
e a quem em pleno parlamento lançou a senha e interrompeu o Primeiro Ministro.

Para já parece que a semana ainda promete,
o Macedo da repressão interna,
o Álvaro dos pastéis
e o tenebroso Gaspar têm aparições públicas previstas,
vamos ver se sabem cantar a Grândola melhor que o Relvas…

Como muitos aqui já disseram “o medo está a mudar de lado”
e estão-se a lançar as sementes para que a 2 de Março floresça um movimento poderoso.

Este é um governo que falhou redondamente.
Os seus modelos estavam errados, os pressupostos em que basearam as suas políticas ruíram.
O único resultado que tem para apresentar é a miséria social e económica.
Não se vislumbra caminho para a retoma, a contracção do PIB agrava-se, o déficit aumenta, o desemprego explode,
cada vez mais empresas fecham as portas, apresentou o ano passado um orçamento com medidas anti-constitucionais
e reincidiu no orçamento para este ano.

Este é um governo fora da lei…
Há cada vez mais suicídios devido à crise, suicídios que na verdade são assassinatos,
e são apenas a face mais visível do beco sem saída a que este governo conduziu o povo.

Lutar pelo derrube deste governo é um direito,
diria um dever, de qualquer cidadão com o mínimo de consciência.
Claro que a queda do governo por si só não é condição suficiente para sairmos do buraco,
mas é condição primeira e absolutamente necessária.

Ergue-te ó Sol de Verão
Somos nós os teus cantores
Da matinal canção
Ouvem-se já os rumores
Ouvem-se já os clamores
Ouvem-se já os tambores

PS:
Se houve exageros nas últimas acções foi por parte da besta que “moderava” o debate no Porto
e dos seguranças de Relvas que empurraram vários estudantes no ISCTE. ...
e da Polícia que (a mando de...) anda a identificar manifestantes para depois os perseguir.
---------------
Quanto ao Assis e PSs da ala direita/neoliberal ... também precisam de ser escorraçados ... nem que seja ao 'tabefe'.


De [FV] a 21 de Fevereiro de 2013 às 13:13
Viva a juventude!
Afinal pode haver esperança num futuro melhor!
E eu não diria melhor: Nem que seja ao «tabefe»!


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO