De Farto destes m*rdas a 25 de Março de 2013 às 14:17
Se esse gajo estivesse preocupado com a pobreza do país, começava logo por pedir a extinção das forças armadas, que nada produzem e só gastam. Bem … até podiam gastar desde que aquilo que consomem fosse produzido em Portugal, mas não, é quase tudo importado o que só ajuda as economias de outros países. Bem depois, exigia que as forças de segurança fossem eficientes, o que permitiria reduzir substancialmente os gastos com estas, sem diminuir a qualidade do serviço, o que não é difícil, já que o mesmo é bastante deficiente. Exigiria em simultâneo a melhoria do sistema de Justiça e por fim, e ao contrário de todos os demais comentadores e políticos, apresentava um conjunto de medidas objetivas que produzissem riqueza em Portugal, por forma a haver dinheiro para os bens de primeira necessidade que temos de importar.
Mas… sobre isto não conseguiu ser diferente dos demais, ou seja, muito falou, mas não disse nada.
O que me surpreende é que ainda haja gente que lhe dê alguma relevância. Como é influenciável a generalidade da população! Assim, como se podem esperar soluções para a crise? Arrastam-se a eles para o precipício e o pior é que arrastam os outros.
Como o Otelo falhou e como era pouco ambicioso! Que pena.


Comentar:
De
 
Nome

Url

Email

Guardar Dados?

Ainda não tem um Blog no SAPO? Crie já um. É grátis.

Comentário

Máximo de 4300 caracteres