ELEIÇÕES – AS CIRCUNSTÂNCIAS DA OCASIÃO

Nas eleições que se avizinham, não estou a pensar nas marcadas para outubro, deveríamos eleger uns espertos, gente experiente em negociações de parcerias, visto que, sendo de senso comum a exigência que se coloca da renegociação do memorando assinado pelas duas tricas, a interna e a dos prestamistas, só alguém que saiba dos meandros nos defenderá.

Temos elegido, recorrentemente, políticos que, segundo palavras suas, são gente séria mas que, a avaliar pelos resultados sucessivos em desfavor de quem os elegeu – o povo, não têm sabido negociar e os resultados para a nação têm, constantemente, redundado num total fracasso e num descumunal desastre.

Ora, se, como todos sabemos, existem uns Jorges Coelhos, uns Espíritos Santos, uns Oliveiras Costas, uns Dias Loureiros e tantos especialistas em parcerias de hospitais, autoestradas, portos, aeroportos e caminho-de-ferro porque não elege-los a eles?

Mesmo que tais espertos saquem uns cobres, uns melõezitos, também há quem diga que outros o fazem e nem por isso deixam de ser eleitos.

Corruptos e ladrões são aos milhões enquanto o povo girar aos trambolhões!

Maria Carrilho, in A lata - Opinião - DN de 28.03, falou de dois (Sócrates e Relvas) mas poderia ter escrito sobre duzentos ou sobre dois mil, comparando-os uns outros apesar das pequenas e circunstanciais diferenças de método de alguns deles. Os jotas for the jobs.



Publicado por Zé Pessoa às 12:28 de 03.04.13 | link do post | comentar |

1 comentário:
De . Aliança Justiça e Bem ... ou MNS. a 3 de Abril de 2013 às 14:25

Aliança Justiça e Bem ... ou MNS.

« Movimento Nova Sociedade (MNS) nas eleições autárquicas 2013

O MNS (via João C.B.A.), disse:
“Verifica-se hoje que o eleitor está a ficar cada vez mais órfão, porque os políticos e as políticas por eles levadas a cabo, estão num estado em que o eleitor acredita cada vez menos,
com as quais não se identifica e tanto de uns como de outras está cansado”
essa é a principal razão que leva este movimento a entrar nas eleições autárquicas. (e ... )

Segundo o candidato do MNS
“Caiu-se numa partidarite balofa, num carreirismo oportunista a que urge por cobro. Este é o estado em que se vive em portugal e que confirma o velho ditado popular “mais vale cair em graça do que ser engraçado.” A situação caiu em desgraça, sem graça”.

E relativamente ao Lumiar: “O Lumiar e os Lumiarenses pedem, um projecto ambicioso, conduzido por pessoas conhecedoras das realidades, credíveis,
capaz de mobilizar os cidadãos e de recolocar a Freguesia numa posição de relevo.

Os residentes independentes conhecem e poderão defender melhor a Freguesia do que muitos daqueles que actualmente se sentam nas cadeiras da Assembleia
e nada melhor que a vivência e a sabedoria popular para encontrar e fazer propostas de modo a irem ao encontro da resolução das necessidades da Freguesia e das populações que nela vivem ou trabalham.

Embora se registe a falta de ambição, a pouca dinâmica e a fraca capacidade reveladas pelo actual presidente de Junta do Lumiar,
não é menos verdade, também, a perspectiva de que o mesmo venha a suceder com as tradicionais oposições (e/ou seu/s sucessor/es)..

É por estes motivos que a classe política detentora do poder e os próprios partidos são cada vez mais olhados pelo cidadão comum com total descrédito.

É necessário agir.
Agir não é ficar em casa ou apenas ir colocar o seu voto em branco na urna, sempre que haja eleições.
É necessário agir, porque a omissão é uma acção destruidora. “
»


Comentar post

DESTAQUE DO MÊS
14_04_botão_CUS
MARCADORES

todas as tags

CONTACTO

Email - Blogue LUMINÁRIA

ARQUIVO

Junho 2017

Março 2017

Fevereiro 2017

Janeiro 2017

Dezembro 2016

Novembro 2016

Outubro 2016

Setembro 2016

Agosto 2016

Julho 2016

Junho 2016

Maio 2016

Abril 2016

Março 2016

Fevereiro 2016

Janeiro 2016

Dezembro 2015

Novembro 2015

Outubro 2015

Setembro 2015

Agosto 2015

Julho 2015

Junho 2015

Maio 2015

Abril 2015

Março 2015

Fevereiro 2015

Janeiro 2015

Dezembro 2014

Novembro 2014

Outubro 2014

Setembro 2014

Agosto 2014

Julho 2014

Junho 2014

Maio 2014

Abril 2014

Março 2014

Fevereiro 2014

Janeiro 2014

Dezembro 2013

Novembro 2013

Outubro 2013

Setembro 2013

Agosto 2013

Julho 2013

Junho 2013

Maio 2013

Abril 2013

Março 2013

Fevereiro 2013

Janeiro 2013

Dezembro 2012

Novembro 2012

Outubro 2012

Setembro 2012

Agosto 2012

Julho 2012

Junho 2012

Maio 2012

Abril 2012

Março 2012

Fevereiro 2012

Janeiro 2012

Dezembro 2011

Novembro 2011

Outubro 2011

Setembro 2011

Agosto 2011

Julho 2011

Junho 2011

Maio 2011

Abril 2011

Março 2011

Fevereiro 2011

Janeiro 2011

Dezembro 2010

Novembro 2010

Outubro 2010

Setembro 2010

Agosto 2010

Julho 2010

Junho 2010

Maio 2010

Abril 2010

Março 2010

Fevereiro 2010

Janeiro 2010

Dezembro 2009

Novembro 2009

Outubro 2009

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

Junho 2009

Maio 2009

Online
RSS
blogs SAPO